.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

terça-feira, 24 de abril de 2012

Companhia

“Aprenda a tornar Deus seu companheiro e aproveite Sua companhia. Então, a qualquer hora que surgir um problema, você será capaz de lidar com ele. Considere-se unido a Deus. Esse é o segredo para ser capaz de encontrar soluções para qualquer tipo de problema. Nunca se sinta só. Deus é seu Pai, Mãe, Professor, Companheiro e Amigo. Quando você pratica essa consciência e esses relacionamentos você permanece como uma flor de lótus - totalmente limpo e bonito - mesmo vivendo sobre a lama das negatividades do mundo.”

Dadi Gulzar

Solução


Marco Aurélio

Não, não deixe tudo acabar assim desse jeito
Enxuga as lagrimas vem eu te aceito
Das tuas transgressões não me lembrarei mais
Vem filho vem sem tardar vem assim como estás

Me dá teu coração te darei paz sou Cristo a solução não sofras mais
Sei que é difícil o libertar dessa angústia que em ti está
Saiba que só não vencerás alguém precisa te ajudar
Estou aqui e em nenhum outro há solução
Somente em mim terás em fim abrigo e paz no coração

Não, não deixes tudo terminar pensa bem ninguém é perfeito
Pra toda situação só existe um jeito me dá teu coração te darei paz
Sou Cristo a solução não sofras mais.

Me dá teu coração te darei Paz sou Cristo a solução não sofras mais
Me dá teu coração te darei Paz sou Cristo a solução não sofras mais
Sou Cristo a solução não sofras mais.
Sou Cristo a solução não sofras mais.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Graças vos dou, meu Deus!


Uma boa noite de sono
velado pelo meu Anjo
da Guarda, de luz e de paz.

Serenos, saudáveis sonhos...
no coração, muitos planos.
O meu caminho Deus faz!

E amanhã, no cheiro do outono,
vida leve, sem enganos,
sorrir, ser feliz: nada mais.

Sandra Medina Costa

[Imagem Google]

domingo, 15 de abril de 2012

2º DOMINGO DE PÁSCOA



O evangelho deste domingo narra duas aparições de Jesus Ressuscitado. Na primeira, promove a comunhão da comunidade consigo e entre os irmãos, fazendo-os participar de sua vida e de sua obra, comunicando-lhes seus dons: a paz, primeiro dom pascal; o Espírito Santo; o envio em missão; e o dom do perdão mútuo. Na segunda aparição, as atenções se voltam a Tomé que representa todos aqueles que pararam na cruz. Que ainda não fizeram a experiência da Ressurreição, da Páscoa. O episódio de Tomé quer eliminar mal-entendidos, segundo os quais as testemunhas oculares estariam num plano superior em relação aos que não viram pessoalmente o Senhor Ressuscitado. O importante não é ter estado com Jesus antes de sua morte e, sim, viver a vida que nasce da Ressurreição. Privilegiando os que irão crer sem ter visto.

Frei Germano Guesser, OFM – Gaspar/SC – Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

[Imagem Googl]

Jo 20,19-31



Na tarde do mesmo dia, que era o primeiro da semana, os discípulos tinham fechado as portas do lugar onde se achavam, por medo dos judeus. Jesus veio e pôs-se no meio deles. Disse-lhes ele: A paz esteja convosco!
Dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se ao ver o Senhor.
Disse-lhes outra vez: A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós.
Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.
Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos.
Tomé, um dos Doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Os outros discípulos disseram-lhe: Vimos o Senhor. Mas ele replicou-lhes: Se não vir nas suas mãos o sinal dos pregos, e não puser o meu dedo no lugar dos pregos, e não introduzir a minha mão no seu lado, não acreditarei!
Oito dias depois, estavam os seus discípulos outra vez no mesmo lugar e Tomé com eles. Estando trancadas as portas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco!
Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé.
Respondeu-lhe Tomé: Meu Senhor e meu Deus!
Disse-lhe Jesus: Creste, porque me viste. Felizes aqueles que creem sem ter visto!
Fez Jesus, na presença dos seus discípulos, ainda muitos outros milagres que não estão escritos neste livro.
Mas estes foram escritos, para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais a vida em seu nome.
Leia mais em: http://www.bibliacatolica.com.br/01/50/20.php#ixzz1s8lYMwFN

[Imagem Google]

domingo, 8 de abril de 2012

Páscoa do Senhor



PÁSCOA DO SENHOR (Jo 20,1-9)

A Igreja anuncia Jesus Ressuscitado. Essa foi e continua a ser a Boa Notícia da fé cristã. Pense nos milhares de religiosos que construíram e exerceram diversos trabalhos em hospitais, asilos, escolas e orfanatos ao longo dos séculos. Pense nos milhares de voluntários da Pastoral da Criança. Pense nos homens e mulheres de boa vontade que assumem trabalhos belíssimos (na sociedade e na Igreja) em defesa da vida, da justiça e do bem comum - tudo em nome de Cristo e de seu Evangelho. O que sustentou e sustenta o trabalho de tantos irmãos e irmãs? Só mesmo o encontro e a intimidade com o Senhor da Vida. De fato, Jesus vive. E sua presença continua recriando nossas vidas, nossa história.

Pe. Marcos Ramalho - Limeira/SP - Folhinha do Sagrado Coração de jesus

[Imagem reflejosdeluz.net]

PASCOA HOJE



Paulo Gabriel

Misteriosa é a vida!
Misteriosa e bela como um domingo de Páscoa interminável

Útero e pranto
a cruz ainda abraça a humanidade!

Sangra Jesus agora
no corpo queimado dos dois moradores de rua em Taguatinga,
nas 16 vítimas – mulheres e crianças indefesas -
assassinadas brutalmente pelo Império no Afeganistão pisoteado

Pregado Jesus na cruz,
suas fendas doem na terra destruída
pelo lucro suicida a Amazônia em Belo Monte profanada

De espinhos coroado
tem Seu rosto as marcas dos “Sem Teto” em Pinheirinhos despejados.

Agoniza Jesus nos corredores dos hospitais superlotados,
assassinas as empresas que ao fraudar licitações negociam a morte!

Morre Jesus agora
Nos povos indígenas na cruz há séculos pregados,
qual outro Sinédrio
a bancada ruralista decidiu condená-los definitivamente à morte

Misteriosa é a vida!
Semente que ao morrer já ressuscita.

Vivo está Jesus
no colo de Letícia amamentando Miguel com leite e com ternura,
no abraço amoroso e tão humano de “Tio Maurício”
curando as feridas do corpo e da alma dos meninos de rua na solidão abandonados,
nos olhos já cansados e nos pés sempre ligeiros de João Vilaça
lutando a vida inteira "para que a saúde se difunda sobre a terra”

Vive Jesus agora
na solidariedade dos que aboliram as fronteiras,
no povo que, mesmo abandonado pelos partidos, - lamentavelmente tão iguais -
não desiste, e se organiza reivindicando o direito à utopia,
na comunidade que ao celebrar a CEIA anuncia ao mundo que Jesus Ressuscitou.

Misteriosa é a Vida!
Misteriosa e bela como um domingo de Páscoa interminável!

Paulo Gabriel

[Imagem: reflejosdeluz.net]

sábado, 7 de abril de 2012

Sábado de Aleluia?


Nos primórdios do cristianismo, a Páscoa anual era celebrada pelas comunidades mediante uma solene vigília noturna, do sábado santo para o domingo da Ressurreição. Durante a vigília, havia um momento em que irrompia o solene canto de Aleluia pascal. No século XVI, a celebração foi antecipada para as 9h da manhã do sábado. Por isso passaram a chamar o sábado santo de "sábado de aleluia". Nada a ver! Pois o sábado santo, primitivamente, nunca foi "sábado de aleluia", mas o dia da sepultura de Jesus, dia de expectativa da Páscoa. Pio XII resgatou e o Concílio Vaticano II confirmou a antiga tradição. Mas tem gente que ainda teima em chamar o sábado santo de "sábado de aleluia"!
Frei José Ariovaldo da Silva, OFM - Petrópolis/RJ - Folhinha do Sagrado Coração de Jesus
[Imagem Google]

Ontem, Paixão do Senhor...


"(...)Trata-se do amor incondicional e da entrega sem medida a uma causa. A pergunta que nasce de nossa indignação é: onde fica a justiça divina diante da morte do Inocente? Como Deus respondeu à crueldade da morte de seu Filho? A resposta, a celebramos no domingo de Páscoa. Deus fez justiça ressuscitando o seu Filho."
Frei João Fernandes Reinert, OFM - Duque de Caxias/RJ - Folhinha do Sagrado Coração de Jesus
[imagem Google]

domingo, 1 de abril de 2012

A oração de ABRIL



Jesus Ressuscitado, Senhor da vida, estamos celebrando na liturgia estes dias pascais, transbordantes de alegria, de esperança e paz.
Os cantos de aleluia, de louvor, ressoam por toda parte, nos templos e nos corações.
Fazei que, por nossos atos e palavras, respondamos plenamente às inspirações da graça, ressurgindo com júbilo e reencantando o dom precioso da vida.
Amém!
Frei Agostinho Salvador Piccolo, OFM – Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

[Imagem: Google]

O que pedir aos anjos



Serafins – Que nos abrasem no amor a Deus e inflamem nosso coração no carinho a Maria. Que só nos entreguemos, louvemos e sirvamos a Deus.
Querubins – Que nos ajudem nas tentações, contra a fé, pureza e escrúpulos.
Tronos – Que esclareçam e iluminem os governantes, bispos e responsáveis por comunidades religiosas e civis.
Dominações – Que esclareçam os hereges, ateus, incrédulos e católicos pouco fervorosos (aqueles por cuja conversão estamos pedindo). Também pelos que se empenham em difundir o reino de Deus.
Virtudes – Que melhorem nossa vida espiritual, dando-nos coragem e força para cumprirmos as boas resoluções, (façamo-lhes a entrega de nossa oração pessoal).
Potestades – Que removam os obstáculos que possam impedir a execução dos desígnios de Deus, desfazendo as armadilhas e ciladas do inimigo. Também que inspirem os sacerdotes a se santificarem.
Principados – Que defendam e protejam nosso país, cidade, Igreja. Que ajam como instrumentos de Deus na realização de milagres.
Arcanjo Miguel – Que combata por nós o inimigo e o precipite do inferno, desfazendo toda a mentira e ilusão da qual se serve. Que aumente em nós o amor à santa missa e sagrada Eucaristia.
Arcanjo Gabriel – Que aumente em nós o amor a Maria e lhe apresente nossos pedidos.
Arcanjo Rafael – Que nos defenda das potências do mal, das doenças e nos acompanhe nas viagens. Que seja nosso consolo nas dificuldades e nos fortaleça no desânimo e depressão. Também que ilumine os padres confessores e orientadores espirituais.
Anjos da guarda – Que nos guardem, governem e iluminem. Que nos inspirem, suscitando-nos boas ideias e propostas.

Fonte: Livro "Orações de Poder" - Editora Raboni

[Imagem: Google]

Oração para envelhecer dignamente



“Meu Deus, sei que estou envelhecendo. Ajudai-me a não ser tagarela e enfadonho, a não ser obstinado e veemente a respeito das muitas coisas que eu conheço tão pouco.
Ajudai-me a não ter o hábito do monólogo. Ensinai-me tanto a ouvir quanto a falar. Fazei que eu evite dar uma verdadeira biografia de todas as pessoas que menciono ou que esteja sempre oferecendo detalhes sobre todas as coisas.
Ajudai-me a compreender que para ter amigos, tanto jovens quanto idosos, não devo estar sempre me lamentando de meus males ou me queixando de injustiças por parte dos outros. Que jamais fale da ingratidão de meus filhos. Que nunca esteja falando sobre minhas doenças, a não ser com meu médico.
Ajudai-me a perceber que para manter meus velhos amigos e conseguir novos, devo ser afável e fazê-los sentir que minha companhia não aborrece.
Ajudai-me a ter real interesse pelos meus conhecidos e amigos, simpatia por eles, inclusive agindo para ajudá-los em seus problemas. Ensinai-me ouvi-los, pacientemente, inclusive em suas queixas. Ajudai-me a estar sempre bem com meus parentes e meus amigos. Ajudai-me a livrar-me ideia de que eu posso dirigir a vida daqueles que estão em torno de mim.
Ajudai-me a compreender meus próprios problemas e não dizer aos outros o que devem fazer. E, acima de tudo, bom Deus, ajudai-me a ser atencioso e delicado, livrando-me da amargura, livrando-me da mania de falar mal dos governantes ou de alguns de seus atos dos quais não tenha gostado. Livrai-me dos acessos de raiva por qualquer aborrecimento. Ajudai-me a evitar a avareza. Ajudai-me a conservar o bom-humor e a autocrítica e fazei que eu suporte as queixas e irritações de outras pessoas, porque, na verdade, necessito que elas também suportem meus defeitos e irritações.”

Dr. Walter C. Alvarez - Fonte: Reformador – março, 1966

[Imagem Google]

Postagens mais visitadas