.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

QUE FAZER?



Então eu disse: Senhor, que devo fazer? E o Senhor me respondeu: Levanta-te, vai a Damasco e lá te será dito tudo o que deves fazer. (At 22,10)
Muita gente aproxima-se do Evangelho para o culto inveterado ao comodismo. Como dominarei? – interrogam alguns. Como descansarei? – indagam outros. E os rogos se multiplicam, estranhos, reprováveis, incompreensíveis... Há quem peça reconforto barato na carne, quem reclame afeições indébitas, quem suspire por negócios inconfessáveis e quem exija recursos para dificultar o serviço da paz e do bem.
A pergunta do apóstolo Paulo, no justo momento em que se vê agraciado pela Presença Divina, é padrão para todos os aprendizes e seguidores da Boa Nova. O grande trabalhador da Revelação não pede transferência da Terra para o Céu e nem descamba para sugestões de favoritismo ao seu círculo pessoal. Não roga isenção de responsabilidade, nem foge ao dever da luta.
– Que farei? – disse a Jesus, compreendendo o impositivo do esforço que lhe cabia. E o Mestre determina que o companheiro se levante para a sementeira de luz e de amor, através do próprio sacrifício.
Se foste chamado à fé, não recorras ao Divino Orientador suplicando privilégios e benefícios que justifiquem tua permanência na estagnação espiritual. Procuremos com o Senhor o serviço que a sua Infinita Bondade nos reserva e caminharemos, vitoriosos, para a sublime renovação.
(Emmanuel)

Imagem Flickr

Para pregar a Paz


Para pregar a Paz, primeiro você deve ter a Paz dentro de você.
(São Francisco de Assis)

Revesti-vos de Jesus Cristo


São Paulo tem uma expressão muito especial: “Revesti-vos de Jesus Cristo” (Gl 3,27). Quer dizer, não se trata apenas de nos assemelharmos externamente a Ele, de termos os seus mesmos sentimentos, que já é bastante, mas muito mais, de sermos revestidos de sua Pessoa; de entrar na participação do ser mesmo de Jesus Cristo.
(Prof. Felipe Aquino)

Mesmo que realizes muitas coisas


Mesmo que realizes muitas coisas, não progredirás na perfeição, se não aprenderes a negar a tua vontade e a sujeitar-te, deixando a preocupação de ti próprio e das tuas coisas.
(São João da Cruz)

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Deus nos ama profundamente


Deus nos ama profundamente e quer estar em comunhão íntima conosco. Ele tem sede da nossa alma, de morar nela… Mas Deus não pode habitar um coração que não o deseja e não o procura. O profeta disse que “Deus se deixa encontrar por aqueles que O procuram”. Ele não é um oferecido que se entrega a qualquer um e de qualquer jeito. Tudo que é precioso deve ficar bem guardado, escondido, como Jesus no Sacrário, como a joia no cofre. Precisamos buscá-lo! Quando abrimos o coração para Ele, Ele abre o Seu para nós. Portanto, é preciso orar sempre e orar bem. É preciso cultivar sua vida interior.

(Prof. Felipe Aquino)

Deus não mora nos corações agitados


Para estarmos sempre unidos com Jesus Cristo, é preciso fazermos tudo com tranquilidade, sem nos inquietarmos com alguma dificuldade que se apresente. Deus não mora nos corações agitados.
(Santo Afonso de Ligório)

Vós sois o corpo de Cristo


São Paulo disse: “Vós sois o corpo de Cristo, e cada um de sua parte é um dos seus membros” (1 Co12,27). E Santo Agostinho disse que “Não estamos destinados a ser outra coisa senão Ele”. Este é o fundamento de toda a espiritualidade. A vida espiritual consiste essencialmente em levar uma vida plena em Cristo.
(Prof. Felipe Aquino)

Postagens mais visitadas