.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

domingo, 31 de maio de 2009

Pentecostes



Pentecostes (Jo 20,19-23)

Festa da alegria e da comunicação! O medo é superado dando lugar à paz na presença do Ressuscitado. Aquele que é Paz entrega-nos sua paz, comunicando-a como modo de contagiar e entusiasmar a todos que desejam recebê-la no coração. E é nesta certeza de acolhida que pode haver a verdadeira alegria. Os sinais da dor serão, a partir desta vivência, recordados como oportunidades para se viver o amor. Fazemos que a dimensão missionária de todo dom de Deus se torne próxima da vida de nossos semelhantes. Superamos a morte da não comunicação e, na era de sua forma tecnológica, fazemos que seja a alegria a que dê testemunho da efusão do sopro de Deus sobre nossa humanidade e que, na comunhão com Ele, construamos história de salvação.
Irmã Bárbara P. Bucker, MC - Rio de Janeiro / RJ.
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

sábado, 30 de maio de 2009

En manos de Dios



Señor Jesús: Abre mis oídos para escuchar tu cálida voz
en cada sonido que percibo.
Abre mis ojos para observar tu bella luz que se refleja en todo lo creado.
Abre mi olfato para sentir tu fragancia exquisita y pura en cada ser humano.
Abre mi boca para saborear tu infinita bondad
en todo lo que acontece en este día.
Abre mis manos para palpar tu presencia en cada persona que se acerca.
Abre mi corazón para amarte en todo y todos obra perfecta de tu creación.
Abre mi voluntad para que la inundes con la tuya
y así servirte plenamente por siempre.

[Fonte: reflejosdeluz.net]

Comece hoje mesmo


Meu amigo, se a dor lhe bate à porta, lembre-se dos benefícios de que é portador e não desfaleça. A Bondade Divina não articula pensamentos para o mal. A ferida que dilacera ou o desgosto que perturba, temporariamente, costuma encerrar incalculáveis recursos de elevação. Tenha paciência e não esmoreça no bem.
Se a desorientação lhe entrava os passos, use a prece. A oração realiza milagres. Se possível, reúna aqueles que você ama, dentro da mesma vibração de confiança no culto do Pai Celestial.
Se está doente e desalentado, peça a bênção do Senhor para o copo de água fria que lhe atende à sede, porque da Fonte Divina fluem substâncias de paz e restauração para quantos lhe pedem socorro ao sublime poder.
Se você permanece em desespero, não permita que a sua desventura culmine em gestos de suprema revolta. Espere mais tempo, antes de qualquer resolução inapelável e injusta. Amanhã, o dia renascerá transformado. As circunstâncias se modificam, de minuto a minuto, e os reveses de agora serão alegrias no porvir.
Teça, com serenidade, a sua auréola de ventura porvindoura, aproveitando os ensinamentos que a dor lhe trouxe ao coração. Não tema as dificuldades e prossiga com Jesus para a frente. Busque a presença do Divino Amigo, em seus pensamentos e, na própria luta, encontrará infinitos motivos de reconforto e beleza, bom ânimo e paz. Inicie o abençoado serviço da oração, hoje mesmo, e amanhã, provavelmente, você começará a rejubilar-se na colheita de luz.
[Francisco Cândido Xavier - Do livro: Nosso Livro]

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Vencendo medos e conquistando vitórias!


Se você pegar os Evangelhos, eles narram inúmeros encontros de Jesus com as pessoas. Mas, porque Jesus atraía tantas pessoas? Porque Jesus atraiu você?
Eu não tenho dúvida que é porque Ele era portador de uma palavra capaz de deter o medo. Você sente medo de ser só, de ser traído, de ser injustiçado, medo de doença, medo de morrer. O medo é universal.
A presença de Deus na história ofereceu a humanidade um braço que pudesse nos sustentar no momento do medo e nos dar um alento.
E isso você experimenta na sua carne, na sua alma. E precisa gritar por alguém, porque não dá conta sozinho.
Jesus quando passava pelo povo, despertava isso. Aqueles que passavam por Jesus eram aliviados. “Vinde a mim todos vos que estais cansados e eu vos aliviarei”. Jesus tinha o poder de fazer a pessoa se encorajar para a vida.
O medo começa a diminuir quando somos olhados nos olhos. A psicologia nos ensina quando somos olhados do jeito certo cresce em nós a crença em nós mesmos.
O olhar é o lugar da nossa segurança. Se no medo não temos ao nosso lado quem nos ama, ou a quem olharmos, tudo se torna difícil.
Isso que fascinava em Jesus. Não era apenas a força de um argumento, de uma pregação. Mas pela força de um olhar Ele penetrava na pessoa e vivia o mesmo tempo que ela. Amar é viver o tempo do outro.
Minha mãe está idosa, velhinha, lenta. Está num tempo diferente. Eu ando depressa. Minha mãe não. Às vezes eu preciso olhar para trás para ver onde ela está.
A gente diminui o medo quando entramos no tempo do outro.
Você está devagar e com medo. Alguém segura na sua mão e diz: “Não se preocupe, estarei ao seu lado.” E você fala: “Mas você não tem que ir?” E ouve: “Tenho que ir, mas decidi ficar com você”. Essa pessoa aceitou sua lentidão e não dispensou você.
Na correria ninguém vai encontrar o outro. Ninguém vai livrar-se dos medos.
Jesus quando passava transformava o tempo das pessoas.
Fico pensando no medo de Madalena. Passou a vida inteira sendo usada, um objeto. Como ela se enxergava? Pare para entrar no tempo da prostituta. Entre no tempo dela e pensa nos muitos medos que ela devia ter. Quantas doenças físicas ela devia trazer no corpo. Quantas doenças trazia na alma e no coração?
E Jesus olha pra ela, e a coloca em outro tempo, desacelerando o processo dos medos. Olhando pra ela um jeito novo.
Quando me deparo com meus limites e às vezes não consigo mudá-los, posso olhar pra eles de forma diferente.
Quantos de nós tem medo de mudança? Muitas vezes porque não sabemos encarar as mudanças. Mas se nesses momentos tem alguém junto com você, o medo diminui.
Uma cena marcou meu coração: Quando meu amigo Robinho começou a fazer a quimioterapia. Ele era vaidoso e bonito. E nesse processo da quimio, a primeira coisa que fazem é raspar a cabeça do paciente. Talvez para diminuir o medo, quem sabe pra tentar aliviar a dor.
Antes dele ficar careca, seu irmão Denilson raspou a cabeça. O que ele queria? O que pode uma cabeça raspada fazer no coração do outro? Ele entrou no mesmo tempo. Demonstrando que estava com ele. Que o amava.
Foi alguém que abriu mão do que é seu e pela força do amor que os unia se decidiu ver o tempo do outro.
Como quando você tem uma festa pra ir e sua mãe está doente em casa e você decide ficar. Talvez estejamos perdendo isso, pois o tempo moderno está nos deixando mais egoístas, mais centrados em nós mesmos. Quanto seus pais entraram no seu tempo? E agora, quanto você entra no tempo deles?
Uma vez tive como superior, o padre Herculano. Ele me apresentou Jesus assim. Como aquele que entra no meu tempo e olha minhas misérias, mesmo sendo santo.
Chorar na frente de quem nos ama, é choro de ressurreição.
Agradeço a Deus porque um dia me colocou num corredor escuro com um padre moderno demais, eu achava. Eu o olhava com desconfiança. O achava esquisito. O dia que eu descobri o coração daquele homem, percebi que ele tinha o coração como o de Jesus.
Descobri que ele tinha pecados como eu, mas não desistia de sua salvação. Olhava para os drogados e não se sentia melhor, superior, mas vivia o tempo deles.
O tempo do padre Léo era litúrgico. Quantas vezes pôs a mão na minha cabeça e me deitou em seu colo e diminuiu o meu medo? Da mesma forma que Jesus diminuiu o medo de quem O encontrava.
A Palavra de Jesus nos liberta, abre nossos cativeiros. Por isso precisamos correr atrás d'Ele, nos revestir de mística, ter contato com a oração, com a música que fala d'Ele, com a celebração Eucarística.
Quantas vezes na minha vida tive a oportunidade de experimentar Jesus concretamente nas palavras do Padre Léo. Quantas vezes nosso medo vai embora quando alguém nos faz olhar de outra forma e nos mostra uma saída possível na 'casa' de nossos medos?
Deus para mim não é fuga. Estou tocado pela força de um Deus que me renova e me tira do medo cada vez que me recordo do que Ele falou e fez. Se Ele fez naquele tempo, Ele faz hoje também. Ele age mesmo que não mereçamos.
Se você não se sente merecedor, é um bom passo. Jesus tem predileção pelos miseráveis e faz deles sinal de contradição para as nações. Não tenha medo! Deus quer agir em todos nós, quer nos transformar. A gente não alcança a graça se não vence a cadeia do medo. Para quê cultivar os fracassos? Para legitimar a presença do diabo? Não! Foi para cima que você foi projetado. Para o alto, para o céu!
Quando a gente vai fazer uma construção, o arquiteto faz um projeto maravilhoso. E aí nós olhamos e queremos tirar uma pilastra, ter um telhado mais pobrezinho, simplificar o piso.
Tem gente que leva a santidade do mesmo jeito. Querendo fazer “meia-água”. Deus quer 'mansão' na sua santidade!
Não economize no seu processo humano! Não é qualquer coisa o que Deus projetou pra você. Seus limites não podem ser impedimento para você chegar ao final dessa construção.
A humildade precisa nos fazer pequenos, mas o que Deus nos propõe é grande!
A Canção Nova não foi construída para trazer santos. Mas pra trazer gente que aceitou o desafio de viver o processo de crescimento espiritual e de santidade. E é lá na sua vida, no seu dia a dia que isso precisa ser praticado.
Nós não nascemos para o fracasso. Ser feliz é urgente.
Olha para o projeto inicial. O momento que Deus colocou nas suas mãos o projeto que Ele quer que você seja. Na preguiça você não chega lá. É preciso empenho! Não simplifique o projeto, peça para Deus força para chegar até lá.
Não tenha medo do processo e do projeto inicial. Corra atrás daquilo que é santo e honesto e você vai purificar sua vida e seu coração aos poucos. A gente vence dando passos.
Quantas vezes precisamos do tombo para voltar ao nosso lugar? Quantas vezes usamos das futilidades da vida? Isso não agrega nada em nós! Não nos faz avançar em nada no processo.
Religião não é um conjunto de regras, mas é o olhar de Deus fixo em nós, nos oferecendo a vitória. Pra gente chegar a ela basta ter coragem de se erguer, olhar nos olhos daquele que nos ama, desse Jesus que amou a tantos, e passa pela sua vida mais uma vez ou pela primeira, para te convencer que muita coisa precisa ser buscada e que você não precisa ser refém dos medos. E que hoje você pode se transformar numa pessoa nova pela força do olhar de Cristo que nos diz que tudo podemos n'Ele que nos fortalece. Que nós tudo podemos se nossos olhos estiverem fitos n'Ele.
A fraqueza se transforma em força assim. Coloque os seus olhos nos olhos de Jesus. Quando a fé que eu tenho em Deus se revela em mim, eu tudo posso. Mesmo quando tudo parece nublado e o coração só chora.
Esse processo é lento mas ele chega! Não vamos desistir!
Peça para que Deus lhe dê coragem! Peça ao Espírito Santo!

(Pe. Fábio de Melo - Transcrição e adaptação: Nara Bessa)

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Obrigado, Senhor


Obrigado, Senhor, pela Tua presença constante ao meu lado!
Tu és a força no momento de fraqueza,
a alegria no momento de tristeza.
Tu és a paz na tribulação e na angústia,
és a rocha que alicerça meus projetos,
e o embalo harmonioso que me acalma nas noites de inquietação.
Tu és a luz que ilumina o meu caminho
e a energia que me faz caminhar.
Tu envolves toda a minha vida
e estás presente em cada momento que vacilo.
Quando caio, me levantas;
quando me decepciono, me animas;
quando sinto medo, me fortaleces.
Em Ti confio plenamente e a todo momento rendo graças
pelas bênçãos e maravilhas que realizas a cada novo dia.
Amém.


[imagem reflejosdeluz.net]

Presente de amigo


Objetivo: Enaltecer qualidades dos integrantes do grupo.

Material: Lápis e papel para os integrantes.

Desenvolvimento: O coordenador divide o grupo em subgrupos de quatro a seis integrantes e, em seguida, expõe o seguinte:

"Muitas vezes apreciamos mais um presente pequeno do que um grande. Muitas vezes ficamos preocupados por não sermos capazes de realizar coisas grandes e negligenciamos de fazer coisas menores, embora de grande significado. Na experiência que segue, seremos capazes de dar um pequeno presente de alegria para alguns integrantes do grupo."

Prosseguindo, o coordenador convida os integrantes para que escrevam mensagens para todos os integrantes de seu subgrupo.

As mensagens devem ser da seguinte forma:

  1. Provocar sentimentos positivos no destinatário com relação a si mesmo;
  2. Ser mais específicas, descrevendo detalhes próprios da pessoa ao invés de características muito genéricas;
  3. Indicar os pontos positivos da pessoa dentro do contexto do grupo;
  4. Ser na primeira pessoa;
  5. Ser sinceras;
  6. Podem ser ou não assinadas, de acordo com a vontade do remetente.
As mensagens são dobradas e o nome do destinatário é colocado do lado de fora.
Então elas são recolhidas e entregues aos destinatários.
Depois que todos tiverem lido as mensagens, segue-se a conclusão da dinâmica com um debate sobre as reações dos integrantes.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Miserere


Salmos, 50
Ao mestre de canto. Salmo de Davi,
quando o profeta Natã foi encontrá-lo, após o pecado com Betsabé.
Tende piedade de mim, Senhor, segundo a vossa bondade. E conforme a imensidade de vossa misericórdia, apagai a minha iniqüidade.
Lavai-me totalmente de minha falta, e purificai-me de meu pecado.
Eu reconheço a minha iniqüidade, diante de mim está sempre o meu pecado.
Só contra vós pequei, o que é mau fiz diante de vós. Vossa sentença assim se manifesta justa, e reto o vosso julgamento.
Eis que nasci na culpa, minha mãe concebeu-me no pecado.
Não obstante, amais a sinceridade de coração. Infundi-me, pois, a sabedoria no mais íntimo de mim.
Aspergi-me com um ramo de hissope e ficarei puro. Lavai-me e me tornarei mais branco do que a neve.
Fazei-me ouvir uma palavra de gozo e de alegria, para que exultem os ossos que triturastes.
Dos meus pecados desviai os olhos, e minhas culpas todas apagai.
Ó meu Deus, criai em mim um coração puro, e renovai-me o espírito de firmeza.
De vossa face não me rejeiteis, e nem me priveis de vosso santo Espírito.
Restituí-me a alegria da salvação, e sustentai-me com uma vontade generosa.
Então aos maus ensinarei vossos caminhos, e voltarão a vós os pecadores.
Deus, ó Deus, meu salvador, livrai-me da pena desse sangue derramado, e a vossa misericórdia a minha língua exaltará.
Senhor, abri meus lábios, a fim de que minha boca anuncie vossos louvores.
Vós não vos aplacais com sacrifícios rituais; e se eu vos ofertasse um sacrifício, não o aceitaríeis.
Meu sacrifício, ó Senhor, é um espírito contrito, um coração arrependido e humilhado, ó Deus, que não haveis de desprezar.
Senhor, pela vossa bondade, tratai Sião com benevolência, reconstruí os muros de Jerusalém.
Então aceitareis os sacrifícios prescritos, as oferendas e os holocaustos; e sobre vosso altar vítimas vos serão oferecidas.

Terço de São José


Mistérios
1º Encontro de Maria e José e o noivado

2º Informado pelo Anjo, José sabe de agora em diante que Maria será mãe do Salvador.
3º No presépio de Belém, José e Maria adoram o Filho de DEUS.
4º Para escapar do massacre dos inocentes ordenado pelo rei Herodes, José foge para o Egito com Jesus e Maria.
5º Após a morte do rei Herodes, José retorna a Nazaré com Jesus e Maria.

Nas contas grandes
Meu glorioso São José, em vossas maiores aflições e tribulações, o Anjo não vos valeu? Valei-me, São José!

Nas contas pequenas
São José, valei-me!

Oração do oferecimento ao final:
A vós, glorioso São José, ofereço este Terço em louvor e glória a Jesus, Maria e a vós, para que sejais minha luz, meu guarda, meu guia, minha proteção, defesa, amparo, fortaleza e alegria em todos os meus trabalhos, tribulações e agonias. Pelo nome de Jesus e pela glória de Maria, imploro o vosso poderoso patrocínio, para que me alcanceis a graça que tanto desejo. Falei em meu favor, advogai a minha causa, diante de Cristo, no Céu, na terra, e alegrai a minha alma, para honra e glória de Jesus, e de Maria e vossa. Amém.
Glorioso Patriarca São José, rogai por nós.


terça-feira, 26 de maio de 2009

A percepção de si mesmo


“Não sou da altura que me veem, mas sim
da altura que meus olhos podem ver.”
[Fernando Pessoa]

Sabia que como você se vê exercerá um tremendo impacto na distância que você percorrerá na vida e no fato de realizar ou não o seu destino? A verdade é que você nunca se erguerá acima da imagem que tem de si mesmo em sua mente.
Estou falando de auto-estima, o profundo sentimento que você nutre a respeito de si mesmo. O sentimento que diz: “Eu gosto de mim” ou “Eu não gosto de mim”.
Joel Osteen, líder da Lakewood Church, em Houston, Texas, fala desse tema de uma forma especial. Ele explica como, ironicamente, a sua auto-imagem atual pode ser o resultado de coisas que outras pessoas disseram a seu respeito, de como seus pais e colegas o viam, ou pode ter origem em imagens que se impôs – retratos que pintou mentalmente de si mesmo relacionados com sua personalidade ou aparência, suas habilidades ou realizações.
“Toda pessoa tem uma imagem própria. A questão é: a imagem que você tem de si mesmo corresponde corretamente à pessoa que Deus diz que você é?
Talvez você pense: Nunca vou vencer na vida. Meus sonhos nunca se tornarão realidade. Meu casamento está acabado. Estou endividado demais. Nunca vou sair do buraco em que me meti.
Você precisa aprender a eliminar esses pensamentos negativos e começar a ver a si mesmo como Deus o vê: um vencedor, um vitorioso. Ele o vê como sendo perfeitamente capaz. Entenda que você não é um acidente cósmico que vaga ao acaso e sem rumo pela vida. Deus tem um propósito específico para você.
Se você deseja que as circunstâncias mudem para melhor na sua vida, precisa vê-la se modificando através dos seus ‘olhos da fé’. Comece a ver seu casamento restaurado, seu negócio prosperando, seus filhos desfrutando as dádivas de Deus. Você precisa se ver como uma pessoa feliz, realizada e bem-sucedida que vive uma vida vitoriosa e então tudo começará a acontecer.”

[Fonte: e-zine motivaonline]

Fé: certeza inabalável


Fé quer dizer certeza inabalável no poder absoluto da Palavra de Deus! Mesmo que a vida simplesmente humana pareça povoada de incertezas e perigos, mantenha inabalável a certeza de que "tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu desígnio" (Rm 8,28). Aos olhos humanos, muita coisa parece impossível, mas "tudo é possível para quem tem fé" (Mc 9,23). E se você precisar ainda de alguma coisa, peça ao Pai, peça com fé inabalável, sem hesitar, sem duvidar um só momento, e receberá (cf. Tg 1,5-8 e Mt 7,7-11).


Ephraim F. Alves - Petrópolis - RJ
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

[imagem da web]

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Anjo da Guarda


Santo Anjo do Senhor,
Meu zeloso guardador,
Se a ti me confiou a piedade divina,
Sempre me rege, guarda, governa e ilumina.
Amém.

Deus é Amor


VATICANO - “AVE MARIA” aos cuidados de mons. Luciano Alimandi - “Deus é amor”
Cidade do Vaticano (Agência Fides)

“Deus é amor”! Com estas palavras João nos apresenta a Verdade, por assim dizer, máxima sobre Deus! Desta verdade provém todo o resto. Dela parte e se desenvolve todo o projeto da criação e da redenção e a ela tudo deve retornar. Eis então que o Evangelho de João se centraliza no amor o Mistério da Encarnação do Filho de Deus: “Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito” (Jo 3, 16). Estas palavras deveriam soar no coração dos fiéis como uma doce poesia que narra a história mais bonita de nossa salvação, como um cântico que não terá fim. O Santo Padre Bento XVI doou aos católicos, em sua primeira Encíclica, uma profunda reflexão e um grande ensinamento magistral sobre esta verdade excelsa: “Deus é amor: quem permanece no amor permanece em Deus, e Deus permanece nele” (1 Jo 4, 16). Estas palavras da Primeira Carta de São João expressam com clareza o centro da fé cristã: “Nós reconhecemos o amor de Deus por nós e acreditamos” (Deus Caritas Est, n. 1). O centro da vida espiritual, o eixo de nossa existência humana, a fonte que buscamos toda a força e o bem, é o Amor divino. Este amor deve ser sobretudo, reconhecido e crido, como recorda o Santo Padre seguindo o ensinamento de evangelista João.
Em Deus existe somente Amor, unicamente Amor! Esta sublime verdade pode parecer, à primeira vista, evidente, mas na realidade não é assim. Existe tanta necessidade de purificação do coração e da mente para “entrar” nela. De fato, a imagem do Amor de Deus por nós foi distorcida pelo pecado, os nossos ”olhos” foram ofuscados pelo “falta de amor”, daquele amor que amor não é, eis o porque temos dificuldade de reconhecer o amor divino com o qual Deus ama infinitamente as suas criaturas. Assim trazemos dentro de nós, ao mesmo tempo, a imagem do autêntico amor mas, também o de sua deturpação, devido ao nosso pecado e ao pecado do mundo, que tanto influencia a nossa cultura, a nossa educação, as nossa decisões e os nosso projetos de vida... Sem uma autêntica “metanóia”, aquela progressiva mudança de mentalidade que pressupõe também a negação de si, não se consegue “encontrar” a sublime Verdade de Deus, que se encarnou em nosso Senhor Jesus, o Emanuel, o Deus conosco e por nós”! Quando se sente a fatiga de acreditar que Deus nos ama, próprio como somos, de maneira absoltamente gratuita e incondicionada, é sinal que os olhos do coração estão ainda um pouco ofuscados pelo amor próprio. O Evangelho nos testemunha, falando-nos do comportamento dos Apóstolos que, por sua vezes, não conseguiam olhar além das aparências e, sobretudo, quando deviam se confrontar com o mistério da dor, que esconde o mistério do amor, eles se fechavam e não viam em profundidade. Existe, entre estes episódios, também a cena comovente da agonia de Jesus no Horto das Oliveiras onde ao invés de vigiar com o Mestre, já imerso no oceano do amor e da dor por toda a humanidade, os três Apóstolos dormiram: “porque seus olhos estavam pesados de sono” (Mc 14, 40).
Também os nosso olhos ficam pesados, se não permanecemos no amor mediante a contínua confiança em Deus e a caridade recíproca. O egoísmo nos pesa, enquanto o abandono em Deus, com a oração e a caridade vivida e doada, nos alivia e nos torna disponíveis ao sopro do Espírito Santo, que é puro sopro de liberdade. Existe quem fez o paralelo da alma humana como um barco a vela que, se é livre, é capaz de acolher o vento e experimentar a força dele. Somente se soltarmos os nossos barcos a vela ao “vento” de Deus, ou seja, se abrirmos as nossas vontades ao seu amor, nos dispondo à benevolência para com todos os irmãos, então seremos capazes de “entrar”, por meio da fé, no grande mistério da vida eterna. Como “Deus é amor”, tudo é reconduzido a este Amor. Até mesmo o pecado e a morte, foram vencidos por este Amor, porque nada e ninguém pode resistir a Deus. É isto o que nos anuncia a ressurreição de Cristo! Certo, o Amor de Deus nos criou livres, porque seria impensável um amor sem liberdade, porque este homem tem a “grande” responsabilidade de não levantar muros contra o amor de Deus. Um não seco e total, pode bloquear até mesmo Deus, impedindo-O de penetrar, com o seu Amor, naquela criatura que O rejeita. Maravilhosa e tremenda liberdade humana: com um sim pleno a Deus, na hora da morte, se pode voar rumo ao Céu, como o bom ladrão (cfr. Lc 23, 43), e com um não total à divina misericórdia a criatura rebelde pode se precipitar no abismo do inferno. Como não sentir a necessidade de segurar na mão especial de Maria, a Mãe de Jesus e nossa, Rainha do mês de maio, que deseja nos acompanhar e quer nos proteger de todo mal durante esta maravilhosa viagem rumo à eternidade! Uma viagem, esta, sem volta, porque cada um nasce e morre uma vez só para poder nascer de novo, em Cristo Jesus, na alegria sem fim do eterno e infinito amor do Pai!


Fonte: Agência Fides 20/5/2009

sábado, 23 de maio de 2009

Drágeas de Saúde





Obstáculos? Trabalhe sempre.
Problemas? Ação discreta.
Provações? Aceite-as.
Ofensas? Perdoe.
Tribulações? Paciência.
Mágoas? Esqueça.
Discórdias? Pacifique.
Males? Persevere no bem.
Incompreensões? Entendamos.
Fracasso? Recomece.
Conflitos no lar? Tolerância.
Solidão? Ampare alguém.
Dificuldades? Siga adiante.
Maledicência? Silêncio.
Perturbações? Mais calma.
Cansaço? Renove-se.
Perigo iminente? Oração.
Reclamações? Servir mais.
Adversários? Respeite-os.
Tempestades na vida? Confie em Deus.


[Francisco Cândido Xavier - Livro: " Buscas e Acharás"]

Canto litúrgico de ação de graças


Salmos, 117

Aleluia. Louvai ao Senhor, porque ele é bom; porque eterna é a sua misericórdia.
Diga a casa de Israel: Eterna é sua misericórdia.
Proclame a casa de Aarão: Eterna é sua misericórdia.
E vós, que temeis o Senhor, repeti: Eterna é sua misericórdia.
Na tribulação invoquei o Senhor; ouviu-me o Senhor e me livrou.
Comigo está o Senhor, nada temo; que mal me poderia ainda fazer um homem?
Comigo está o Senhor, meu amparo; verei logo a ruína dos meus inimigos.
Mais vale procurar refúgio no Senhor do que confiar no homem.
Mais vale procurar refúgio no Senhor do que confiar nos grandes da terra.
Ainda que me cercassem todas as nações pagãs, eu as esmagaria em nome do Senhor.
Ainda que me assediassem de todos os lados, eu as esmagaria em nome do Senhor.
Ainda que me envolvessem como um enxame de abelhas, como um braseiro de espinhos, eu as esmagaria em nome do Senhor.
Forçaram-me violentamente para eu cair, mas o Senhor veio em meu auxílio.
O Senhor é minha força, minha coragem; ele é meu Salvador.
Brados de alegria e de vitória ressoam nas tendas dos justos:
a destra do Senhor fez prodígios, levantou-me a destra do Senhor; fez maravilhas a destra do Senhor.
Não hei de morrer; viverei para narrar as obras do Senhor.
O Senhor castigou-me duramente, mas poupou-me à morte.
Abri-me as portas santas, a fim de que eu entre para agradecer ao Senhor.
Esta é a porta do Senhor: só os justos por ela podem passar.
Graças vos dou porque me ouvistes, e vos fizestes meu Salvador.
A pedra rejeitada pelos arquitetos tornou-se a pedra angular.
Isto foi obra do Senhor, é um prodígio aos nossos olhos.
Este é o dia que o Senhor fez: seja para nós dia de alegria e de felicidade.
Senhor, dai-nos a salvação; dai-nos a prosperidade, ó Senhor!
Bendito seja o que vem em nome do Senhor! Da casa do Senhor nós vos bendizemos.
O Senhor é nosso Deus, ele fez brilhar sobre nós a sua luz. Organizai uma festa com profusão de coroas. E cheguem até os ângulos do altar.
Sois o meu Deus, venho agradecer-vos. Venho glorificar-vos, sois o meu Deus.
Dai graças ao Senhor porque ele é bom, eterna é sua misericórdia.


sexta-feira, 22 de maio de 2009

22 de maio - Dia de Santa Rita


DÍA 22 DE MAYO - SANTA RITA DE CASIA

Por siglos Santa Rita de Casia (1381-1457) ha sido una de las Santas más populares en la Iglesia Católica. Santa Rita quería ser monja, pero por obedecer a sus padres, se casó. Su esposo le causo muchos sufrimientos, pero ella devolvió su crueldad con oración y bondad. Con el tiempo él se convirtió, llegando a ser considerado y temeroso de Dios. Pero Santa Rita tuvo que soportar un gran dolor cuando su esposo fue asesinado.

Santa Rita descubrió después que sus dos hijos estaban pensando en vengar el asesinato del padre. Ella temía que pusieran sus deseos en efecto de acuerdo con la maliciosa costumbre de la Venganza. Con un amor heroico por sus almas, ella le suplicó a Dios que se los llevara de esta vida antes de permitirlos cometer este gran pecado. No mucho tiempo más tarde ambos murieron después de prepararse para encontrarse con Dios.

Sin su esposo e hijos, Santa Rita se entregó a la oración, penitencia y obras de caridad. Después de un tiempo ella aplicó para ser admitida al Convento Agustiniano en Casia. Ella no fue aceptada, pero después de orarle a sus tres especiales santos patronos --San Juan Bautista, San Agustín y San Nicolás de Tolentino-- milagrosamente entró al convento y fue permitida a quedarse. Esto sucedió alrededor del año 1411.

En el convento, la vida de Santa Rita fue marcada por su gran caridad y severas penitencias. Sus oraciones obtuvieron para otros, curas notables, liberación del demonio y otros favores especiales de Dios para que ella pudiera compartir en el dolor de Su Corona de Espinas, Nuestro Señor dio a Santa Rita una herida de espina en su frente. Fue muy dolorosa y expelía un olor desagradable, pero ella lo consideraba una gracia divina. Ella oraba "Oh amado Jesús, aumenta mi paciencia en la medida que aumentan mis sufrimientos".

La herida duró por el resto de su vida. Santa Rita falleció un Mayo 22, 1457 a la edad de 76 años. La gente se agolpó al convento a pagar sus últimos respetos. Innumerables milagros tuvieron lugar a través de su intercesión, y la devoción hacia ella se extendió a lo largo y a lo ancho. El cuerpo de Santa Rita fue conservado perfecto por varios siglos, y a veces daba una fragancia dulce. En la ceremonia de beatificación, el cuerpo de la Santa se elevó y abrió sus ojos.
Dios ha escuchado las oraciones de Santa Rita por otros en innumerables ocasiones, y ciertamente ella estará feliz de interceder una vez más, a nombre de aquellos que le ruegan a ella ahora - para continuar percibiendo la verdad de su gran nombre.

Obten para nosotros nuestra petición
Por los singulares méritos de tu infancia,
Por la perfecta union con la Divina Voluntad,
Por los heroicos sufrimientos durante tu vida de casada,
Por el consuelo que experimentaste con la conversión de tu esposo,
Por el sacrificio de tus niños antes de verlos ofender gravemente a Dios,
Por tu milagrosa entrada al Convento,
Por las austeras penitencias y las sangrientas ofrendas tres veces al día.
Por el sufrimiento causado por la herida que recibiste con la espina del Salvador Crucificado;
Por el amor divino que consumio tu corazón,
Por la notable devoción al Sagrado Sacramento, con el cual exististe por cuatro años,
Por la felicidad con la cual partiste de tus pruebas para reunirte con el Divino Esposo, Por el ejemplo perfecto que diste a la gente de cada estado de vida.

Ao levantar-se


Agradeça a Deus a bênção da vida, pela manhã.
Se você não tem o hábito de orar, formule pensamentos de serenidade e otimismo, por alguns momentos, antes de retomar as próprias atividades.
Levante-se com calma.
Hoje será um excelente dia! - afirme ao espelho, sem medo, sorrindo.
As palavras positivas têm maior poder do que imaginamos, e são capazes de transformar tudo, dentro, e depois fora.
Se deve acordar alguém, use bondade e gentileza, reconhecendo que gritaria ou brincadeiras de mau gosto não auxiliam em tempo algum.
A primeira impressão que se tem ao acordar, é determinante para os momentos futuros.
Quem gosta de acordar com susto, com ruídos incômodos, com tensão injustificada?
Guarde para com tudo e para com todos, a disposição de cooperar para o bem.
Antes de sair para a execução de suas tarefas, lembre-se de que é preciso abençoar a vida, para que a vida o abençoe.
Considere o ato de levantar-se como uma conquista diária: mais uma oportunidade! Mais um dia! Em frente!
Se a derrota já está no Espírito que não deseja sair da cama, dificilmente encontrará a tão sonhada vitória lá fora, no mundo.
Se a má vontade já o absorve nos primeiros segundos de vigília, como conseguir sorrir mais tarde?
Mesmo contra o mau humor crônico de alguns, você pode lutar, pode enfrentá-lo, modificá-lo. Basta uma atitude mental decidida, no sentido contrário.
Compare o seu levantar-se diário ao nascer do sol, e espelhe-se nele, com seus raios fulgurantes irradiando luz e calor para todos os cantos.
Espalhe a alvorada do coração para os que estão à sua volta também, pelo menos com um alegre: Bom dia!
Ninguém resiste a um Bom dia recitado com vontade, com carinho, pois junto dele vêm as boas vibrações, os fluidos universais modificados para o bem, alcançando a alma feito lenitivo poderoso.
Ninguém resiste a um abraço forte bem cedo, dizendo, sem palavras: Como é bom acordar e ver você ao meu lado!
Não há quem resista a uma gentileza logo cedo: um café da manhã preparado com desvelo; um bilhete amoroso; uma flor ao lado da xícara de café...
Não há quem resista a um sorriso, um carinho no rosto ao acordar, pois quando o amor alvorece tudo se transforma. Tudo que era noite vira manhã.
Assim, ao levantar-se, erga também o coração, na direção do Amor Sublime, do Criador da Vida, e agradeça por mais um dia, único, indispensável e fascinante.
Abrir os olhos... Puxar o ar com vontade... Vontade de quem quer viver.
Os pulmões se enchem de manhã, os olhos de sol, e num bocejo profundo expiramos... E lá se vai a noite de nossa alma aprendiz.
Não é mais um dia, não... É o único que temos... Pois o tempo é sempre presente (passado e futuro são invenções da memória e da esperança).
Abrir os olhos... Puxar o ar com vontade... Vontade de quem quer viver, de quem quer "bem viver".

[Do livro Sinal verde, Francisco Cândido Xavier]

[imagem reflejosdeluz.net]

terça-feira, 19 de maio de 2009

Oração de cura física


Senhor Deus, me conheces por inteiro(a), sabes tudo de mim.
Sabes quando levanto; minhas intimidades; meus trabalhos; sabes dos problemas; sabes o quanto te busco; sabes o quanto preciso de ti Pai.
Neste tempo Senhor, tu conheces o meu sofrimento quanto a esta enfermidade que me entristece. Acreditando em tua promessa, que tudo podes fazer por mim, eu me apresento a ti com esta enfermidade (diga a enfermidade) e me coloco diante de ti como o(a) filho(a) mais necessitado (a) do seu pai neste momento da minha vida. Tenho muito que fazer Senhor para chegar a ser o que sempre me pediu, dai-me a graça da cura física Senhor, conceda-me um milagre se for da tua vontade Pai.
Jesus me diz que tudo o que pedir a ti bom Deus em Nome de Jesus, ele me concederia:
Eu lhe suplico meu Deus no Nome de Jesus me cura desta enfermidade que acaba comigo e atinge minha família;
Eu te suplico no Nome de Jesus que restaure a minha saúde completamente Pai;
Eu te suplico, no Nome de Jesus, que realize a tua promessa em minha vida e que eu seja curado(a);
Eu te suplico Pai, no Nome de Jesus, dai-me a graça de ao ser curado eu poder testemunhar a tua glória em minha vida;
Eu te suplico Senhor, no Nome de Jesus, pela força e poder do teu Santo Espírito, lavai-me e purificai-me de toda enfermidade que me assola;
Tudo isso para que o teu Nome seja glorificado e bendito em toda terra meu Deus, meu Pai e meu Senhor.
Amém!

Obs: Ao receber a graça, testemunhe.
Por Padre Cleidimar Moreira

[imagem da web]

Expressando amizade [4]



Por escrito

Faça uma folha com o nome de cada criança, bem grande em cima.
Passe as folhas entre as crianças, pedindo que cada uma escreva ou desenhe uma característica ou elogio correspondente ao nome escrito.
Depois entregue as folhas aos respectivos donos, ou guarde-as para serem enviadas como presente de aniversário ou natal.

[imagem da web]

segunda-feira, 18 de maio de 2009

O Poder da Paciência


Meditação: Mas o fruto do Espírito é… paciência. (Gálatas 5:22)
Pensamento: Seja paciente. Mostre ao mundo como o seu Deus realmente é.
Leitura: Gálatas 5:16-24.

Todos nós já ouvimos a oração "Senhor, faça-me mais paciente. E faça já!"
Por que será que a paciência evapora quando estamos atrasados para um compromisso crítico e ficamos parados no trânsito? Ou quando entramos na fila dos "dez itens ou menos" no supermercado e encontramos alguém na nossa frente com 16 itens?
Ser forçado a esperar aumenta o estresse e diminui o nosso estopim. Quando isso acontece não apenas deixamos de ser pacientes, também minamos o trabalho do Espírito Santo nas nossas vidas.
A paciência não é apenas uma virtude, ela é fruto do Espírito (Gálatas 5:22). Isso significa que as demonstrações de impaciência revelam o fruto azedo de nossos corações pecaminosos, em lugar da doçura de Jesus em nossas vidas. Como Deus é um Deus paciente, quando abandonamos a paciência perdemos a oportunidade de mostrar ao nosso mundo a glória de Deus através de nossas vidas.
Explosões de impaciência somente demonstram que estamos mais preocupados com nossas próprias agendas do que com as necessidades e lutas dos outros. Assim, vamos todos respirar profundamente e tirar o foco de nós mesmos, amando pacientemente os outros nas situações de estresse.
A paciência nos dá o privilégio de compartilhar o fruto refrescante de Deus com os outros.

FONTE: Joseph M. Stowell - Nosso Andar Diário -
Ministério RBC

Noites Traiçoeiras


Composição: Padre Reginaldo Manzotti

Deus está aqui neste momento
Sua presença é real em meu viver
Entregue sua vida e seus problemas
Fale com Deus, ele vai ajudar você.

Deus te trouxe aqui
Para aliviar os teus sofrimentos
É ele o autor da fé
Do princípio ao fim
De todos os seus tormentos

(refrão)

E ainda se vierem noites traiçoeiras,
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
O mundo pode atéFazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo (bis)

Seja qual for o seu problema
Fale com Deus, ele vai ajudar você
Após a dor vem a alegria
Pois Deus é amor e não te deixará sofrer

Deus te trouxe aqui
Para aliviar os teus sofrimentos
É ele o autor da fé
Do princípio ao fim
De todos os seus tormentos

(refrão)

E ainda se vierem noites traiçoeiras,
Se a cruz pesada for, Cristo estará contigo
O mundo pode até
Fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo

[imagem da web]

domingo, 17 de maio de 2009

6º Domingo da Páscoa


"Assim como o Pai me amou, eu também amei vocês: permaneçam no meu amor" (Jo 15,9-17)

Permanecer. Estar continuamente no caminho que Deus por amor nos chamou.
Nosso mundo, muitas vezes marcado pela intolerância e o individualismo, perdeu valores humanitários. O Amor feito respeito de uns para com os outros, como nos ensina Jesus, é tido por uma atitude frágil. E o que é a fragilidade?
Pela fé, o ato humilde de reconhecer-se como quem está a caminho. No discipulado, como quem não escolheu, mas, foi escolhido.
Permanecer, então, é a atitude daquele que, professando sua fé em Deus, a manifesta num gesto concreto: o amor gratuito por aqueles a quem Deus nos confia conviver e encontrar no dia-a-dia.

Frei Marco Antônio dos Santos - Petrópolis / RJ
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus.

[imagem da web]

sábado, 16 de maio de 2009

Façam O Que Falo -- E Faço!


"Não ocultei dentro do meu coração a tua justiça; apregoei a tua fidelidade e a tua salvação; não escondi da grande congregação a tua benignidade e a tua verdade" (Salmos40:10).

Na casa de Dr. Goheen, um missionário na Índia, um nativo estava espanando a mobília e, descuidadosamente, esbarrou em um belo vaso que tombou e caiu no chão, quebrando-se em muitos pedaços.
O nativo, assustado, ajoelhou-se diante do Doutor Goheen, implorando seu perdão. O missionário sorriu e disse: "Não tem importância, Eu perdôo você. Surpreso, o empregado fixou por um momento o olhar no rosto quieto do homem Cristão, onde não havia sequer um leve sinal de raiva.
Então, levantando-se, ele disse em voz alta: "Eu creio! Eu creio!" Ele contou, então, que, como um empregado na casa, gradualmente começou a conhecer a Cristo através do Dr.Goheen, e agora, sua prontidão em perdoar o ganhou completamente para o Mestre.

Muitas pessoas deixam de receber a bênção do Senhor quando nossa vida não demonstra aquilo que proclamamos. Na verdade estamos pondo em prática o velho ditado que diz: "Façam o que eu falo mas não façam o que eu faço". Pregamos as maravilhas que Cristo opera na vida do homem mas não O deixamos fazer na nossa.
De que adianta eu dizer que o amor de Deus está em meu coração se continuo agindo com arrogância, mesquinhez e indiferença? Quando pensamos que somos cristãos mas a nossa vida diz o contrário, não enganamos ao Senhor e sim a nós mesmos. Pensamos que vivemos na luz mas seguimos na escuridão. Pensamos que estamos caminhando para grandes conquistas mas só encontramos fracassos e decepções.
Um antigo evangelista costumava dizer: "Pregue, pregue, pregue e, se preciso, fale". Não há nada que convença mais ao perdido da bênção de ter Jesus no coração do que a alegria que manifestamos por já tê-Lo presente no nosso.
Você vive aquilo que proclama?


Cláudia Bandheirantes
[Site: Devocional um pouco de luz ]

Uma carta de Deus para você


Você que é um ser humano, é meu milagre. É forte, capaz, inteligente e cheio de dons e talentos. Conta seus dons e talentos.
Alegre-se com eles. Reconcilie-se, encontre-se, aceite-se assim como é e anime-se. Pense que a partir deste momento pode mudar a sua vida para seu próprio bem e o bem das pessoas que ama. Só precisa de amor e entusiasmo.
Hoje, com amor, na sua paróquia, estou fazendo as Santas Missões Populares. Quero abraçar você, sua família, sua comunidade. Você é minha criação maior, é meu milagre. Não tema começar uma nova vida. Afaste de sua vida as lamúrias, reclamações, não se atormente, não se deprima, não fique longe de mim. Como pode temer se é meu filho? Você é único, nada é igual a você, estou me oferecendo cada dia, cada minuto, para que sua felicidade seja completa. Só basta aceitar meu caminho, viver na verdade e na justiça, enfrentar as dificuldades e caminhar até o fim, unido aos irmãos que são também meus filhos.
Em você está o poder de não se amarrar às coisas materiais, elas não fazem a felicidade de ninguém.
Eu, seu Deus, criei você perfeito para aproveitar a sua capacidade e não para se destruir com picuinhas que não valem a pena. Eu dei a você o poder de pensar, imaginar, amar, tomar decisões, criar, determinar, planejar, executar o planejado. Orar, falar, chorar, rir, perdoar.
Com tudo isso, coloquei você acima dos anjos porque você tem poder de eleição, tem poder de escolher seu próprio destino, usando livremente a sua vontade. Onde estão essas forças lindas que você recebeu? Não importa, vou dar a você outra oportunidade a partir de já, esqueça o seu passado usando com sabedoria o dom da eleição.
Escolha amar e não odiar. Escolha rir e não chorar, escolha criar e não destruir, escolha ajudar e não criticar, escolha perseverar e não renunciar, escolha agir e não adiar. Escolha crescer e não se acomodar, escolha viver e não morrer, escolha bendizer e não amaldiçoar.
Aprenda a viver na minha presença em cada momento de sua vida. Lute para crescer cada dia um pouco mais, no otimismo, na paz, na fé, na esperança. Deixe para trás os sentimentos de derrota, os medos, a cobrança...
Eu estou ao seu lado sempre. Estou em seu coração, dentro da sua paróquia, lar daqueles que querem me seguir. Pode me chamar, me buscar e me encontrar em cada ser humano que cruza a seu lado.
Vivo na sua família, na sua igreja, no seu trabalho, acendo a luz da sua vida com minha própria luz e espero você para oferecer-lhe meu amor, o projeto do meu Reino, contido na minha palavra, presente na humanidade, até que volte para mim em frutos de vida plena. Meu Reino só visa a sua própria felicidade. Se você se decidir voltar para mim algum dia..., que seja hoje, que seja nesse momento. Cada minuto que você vive sem mim, é um momento perdido, vazio que ninguém poderá recuperar. Eu convido você a ser criança: simples, inocente, generoso, sem preconceito, sincero, com capacidade de observação e admiração, porque desse jeito, pode conhecer o meu amor, pode sentir as lagrimas que rolam pelo seu próprio rosto e sentir também as lagrimas dos irmãos que sofrem; pode assim compreender a dor e a angústia, e não ficar sossegado diante do drama que vivem tantos irmãos.
Filho, filha, não esqueça que o milagre da vida é você mesmo. Que a única coisa que almejo é ver a sua felicidade. Quero ver você agindo com misericórdia, com piedade, com perdão, com ternura, para que este mundo por onde você peregrina possa Rir, Sonhar, Cantar, Amar. Venha, não tenha medo, experimente meu amor, minha palavra, busque a união sincera com todos e assim permanecerá unido a Mim. Coloque-se ao serviço como Eu, e viverá para sempre. Usando seus dons, seus carismas em Meu Nome, mudará o meio ambiente, mudará sua família, sua igreja, sua comunidade! E contagie a todos com Esperança, Fé, Otimismo e Entusiasmo Missionário, com a força do Espírito Santo.
Com Maria e como Maria, não olhe para trás, diga sempre sim a meu projeto de amor, porque eu estou sempre a seu lado e jamais esquecerei que você é meu filho, minha filha.
Teu amigo incondicional
JESUS.
(Transcrito por Irmã Lucila)

[imagem da web]

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Terço ao Sagrado Coração de Jesus


No início, reza-se o Credo.

Nas contas grandes:
“Lembrai-vos, ó misericordiosíssimo Jesus, que sois Pai, bondosíssimo e cheio de ternura para com os vossos filhos. Certo de vosso infinito amor, entrego-me ao Vosso coração, com alegria e doce confiança em minhas súplicas, segundo vossas palavras: Pedi e recebereis. Buscai e achareis. Batei e abrir-se-vos-á. Eu bato, procuro e peço esta graça que me é tão necessária (pedir a graça). Tudo para maior glória de DEUS e bem de vossos filhos.” Amém.

Nas contas pequenas:
“Sagrado Coração de Jesus, eu confio em vós.”

Ao final, reza-se a Salve-Rainha.


Viva como as flores


- Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas e ainda sofro com as que caluniam.
- Pois viva como as flores, advertiu o mestre.
- Como é viver como as flores?, perguntou o discípulo.
- Repare nestas flores, continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim. Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver como as flores.



quarta-feira, 13 de maio de 2009

Ninguém produz frutos sozinho


... A sintonia com os ensinamentos de Jesus é a condição indispensável para que possamos viver rpoduzindo bons frutos para a vida do mundo. O que importa são os frutos que apresentamos a Deus, frutos como gestos de amor, de partilha, de solidariedade, de paz. Ninguém produz frutos sozinho. Precisamos todos cultivar as condições necessárias para os frutos crescerem. (...) Sozinho ninguém faz nada, ninguém vai longe. Permanecer unido a Jesus é ouvir sua palavra, experimentar a vida de comunidade, partilhar os dons que dele recebemos.

Frei Jorge Luiz Maoski, OFM - Bauru / SP
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

terça-feira, 12 de maio de 2009

Pequena prece




Espírito Santo,

desça sobre mim,

habite meu coração

e me faça completamente cercada

pela sua chama infinita de Amor!

Amém.



Sandra Medina Costa

[imagem reflejosdeluz.net]

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Proteção de Deus àqueles que O temem


O espírito daqueles que temem a Deus será procurado, será abençoado quando Deus olhar para eles.
Com efeito, sua esperança está posta naquele que os salva, e os olhos de Deus estão voltados para aqueles que o amam.
Aquele que teme ao Senhor não tremerá; de nada terá medo, pois o próprio Senhor é sua esperança.
Feliz a alma do que teme ao Senhor.
Para quem olha ela, e quem é a sua força?
Os olhos do Senhor estão voltados para aqueles que o temem; ele é um poderoso protetor, um sólido apoio, um abrigo contra o calor, uma tela contra o ardor do meio-dia,
um sustentáculo contra os choques, um amparo contra a queda. Ele eleva a alma, ilumina os olhos; dá saúde, vida e bênção.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Ninguém vive só





NINGUÉM VIVE SÓ
Ninguém vive só...

mesmo as estrelas do céu brilham juntas.

Mesmo as águas do oceano correm em conjunto.

Mesmo as lágrimas rolam duas a duas,

não raro acompanhadas de sorrisos...

Ninguém vive só...

Mesmo as folhas pequeninas dos arbustos dormem juntas.

E os pássaros cortam ares em revoadas.

Ninguém vive só.

Mesmo as pedras procuram o caminho,

porque o caminho não é deserto,

mas transitado pelos homens.

Mesmo as flores procuram o jardim,

porque os jardins são visitados.

Mesmo os perfumes procuram as flores,

porque a flor perfumada exerce maior atração...

Ninguém vive só...

E nessa grande harmonia de conjunto,

resta a constante busca de "outro",

neste irresistível poema de sociabilidade,

nós nos situamos também como gente.

Ninguém vive só...

Situar-se como gente é abandonar a idéia do EU, a atitude do egoísmo para aderir ao NÓS.

Eu, você, todos nós:

Abertos,

confiantes,

construtivos,

comunitários e sociais!
Roque Schneider, Parada para Pensar.

NINGUÉM VIVE SÓ
Nossa alma é sempre núcleo de influência para os demais.

Nossos atos possuem linguagem positiva.

Nossas palavras atuam à distância.

Achamo-nos magneticamente associados uns aos outros.

Ações e reações caracterizam-nos a marcha.

É preciso saber, portanto, que espécie de forças projetamos naqueles que nos cercam. Nossa conduta é um livro aberto.

Quantos de nossos gestos insignificantes alcançam o próximo, gerando inesperadas resoluções!

Quantas frases, aparentemente inexpressivas, arrojadas de nossa boca, estabelecem grandes acontecimentos!

Cada dia, emitimos sugestões para o bem ou para o mal...

Dirigentes arrastam dirigidos.

Servos inspiram administradores.

Qual é o caminho que a nossa atitude está indicando?

Um pouco de fermento leveda a massa toda.

Não dispomos de recursos para analisar a extensão de nossa influência, mas podemos examinar-lhe a qualidade essencial.

Acautela-te, pois, com o alimento invisível que forneces às vidas que te rodeiam.

Desdobra-se-nos o destino em correntes de fluxo e refluxo. As forças que hoje exteriorizam e nossa atividade voltarão ao centro de nossa atividade amanhã.


(Francisco Cândido Xavier por Emmanuel. In: Fonte Viva)

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Deus é mal?



Um professor ateu desafiou seus alunos com esta pergunta:
- Deus fez tudo que existe?
Um estudante respondeu corajosamente:

- "Sim, fez!"
- Você tem certeza de que Deus fez tudo, mesmo?
- Sim, professor - respondeu o jovem.

O professor replicou:

- Se Deus fez todas as coisas, então Deus fez o mal, pois o mal existe, e considerando-se que nossas ações são um reflexo de nós mesmos, então Deus é mal. O estudante calou-se diante de tal resposta e o professor, feliz, se vangloriava de haver provado uma vez mais que a Fé era um mito.

Outro estudante levantou sua mão e disse:
- Posso lhe fazer uma pergunta, professor?
- Sem dúvida, respondeu-lhe o professor.
O jovem ficou de pé e perguntou:
- Professor, o frio existe?
- Mas que pergunta é essa? Claro que existe, você por acaso nunca sentiu frio?

O rapaz respondeu:

- Na verdade, professor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na realidade é ausência de calor. Todo corpo ou objeto pode ser estudado quando tem ou transmite energia, mas é o calor e não o frio que faz com que tal corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor, todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Criamos esse termo para descrever como nos sentimos quando nos falta o calor.

- E a escuridão, existe? - continuou o estudante.
O professor respondeu:
- Mas é claro que sim.
O estudante respondeu:
- Novamente o senhor se engana, a escuridão também não existe. A escuridão é na verdade a ausência de luz. Podemos estudar a luz, mas a escuridão não. O prisma de Newton decompõe a luz branca nas várias cores de que se compõe, com seus diferentes comprimentos de onda. A escuridão não. Um simples raio de luz rasga as trevas e ilumina a superfície que a luz toca. Como se faz para determinar quão escuro está um determinado local do espaço? Apenas com base na quantidade de luz presente nesse local, não é mesmo? Escuridão é um termo que o homem criou para descrever o que acontece quando não há luz presente.

Finalmente, o jovem estudante perguntou ao professor:
- Agora me diga, professor, o mal realmente existe?
Ele respondeu:
- Claro que existe. Como eu disse no início da aula, vemos roubos, crimes e violência diariamente em todas as partes do mundo, essas coisas são o mal.

Então o estudante respondeu:
- O mal não existe, professor, ou ao menos não existe por si só. O mal é simplesmente a ausência de Deus. É, como nos casos anteriores, um termo que o homem criou para descrever a ausência de Deus em suas vidas vazias. Deus não criou o mal. O mal não é como a Fé ou o Amor, que existem como existem a Luz e o Calor. O mal resulta de que a humanidade não tenha Deus presente em seus corações. É como o frio que surge quando não há calor, ou a escuridão que acontece quando não há luz."



[Imagem reflejosdeluz.net]

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Nosso Deus é lindo


Sim. Nosso Deus é lindo.
Quando Deus criou você mulher,
Ele já sabia quais os ingredientes que teria que por na sua criação,
para que o mundo pudesse ter um equilíbrio melhor.
Deu a você mulher, dons maravilhosos...
O dom de Criar.
O dom de Ensinar.
O dom de Aprender.
O dom de Perdoar.
O dom de ser Mãe.
O dom de ser Filha.
O dom de Amar.
E em todos esses Dons, o homem reconhece que se é assim;
É Porque Deus é Perfeito.
Deus criou os céus, as estrelas, e tantas coisas maravilhosas nesse mundo.
Mas você mulher foi a melhor das criações.
Você pode não ser mãe, mas pode ser uma ótima esposa,
você pode não ser uma esposa, mas pode ser uma ótima filha,
você pode ser uma ótima irmã.
Não importa o que você seja...
Você tem o dom.
Você merece o melhor.
E Ele cuida de você, mesmo que às vezes você não perceba,
o seu caminho já está traçado aos olhos de Deus, basta andarmos junto a Ele.
Ele tem separado para você o melhor para sua vida.
Solidão? Ele irá preencher esse vazio.
Cansaço? Ele carregará seus fardos.
Tristeza? Ele alegrará o seu Viver.
Passado? Ele te dará um futuro.
Presente? Ele é contigo em todos os dias.
Amar? Ele dará a você, alguém que te ame, sem inseguranças.
Família? Ele dará para você, uma família feliz.
Às vezes penso, se todas essas coisas irão demorar...
e vejo que tudo irá acontecer na hora dEle de uma maneira surpreendente.
Todos os dias peço a Deus, que ouça minhas orações.
Todos os dias ele me responde.
"Não Temas, pois eu sou contigo."
E a você que é mãe; e a você que quer ser mãe;
e a você que não pode ser mãe; e a você que é filha.
Creia! Deus a fez cheia de dons.
Esta é a minha homenagem a você,
que é uma pessoa importante nesse mundo,
que Deus criou com tanto amor.
No dia das Mães, quero que você saiba que não importa,
qual seja a sua condição como mulher.
Sendo mãe, ou não sendo, você é importante.
Deus lhe abençoe, em todos os dias da sua vida.

[Fonte web]

Silêncio e Consciência




Joana de Ângelis


O silêncio interior resulta da tranqüilidade emocional que a vontade bem dirigida imprime no comportamento do homem.
Sem essa quietação íntima muitas realizações permanecem inconclusas ou são terminadas com precipitação, portanto, imperfeitamente.
O correto direcionamento das aspirações, o exercício da prece, a reflexão em torno das leituras edificantes, geram o clima psíquico indispensável para a harmonia interna.
Mediante essa conquista desanuvia-se a área dos sentimentos retos, que elegem valores expressivos e duradouros, capazes de sobreviver ao desgaste do tempo e às variações emocionais.
Com o silêncio íntimo, os estados de consciência se tornam valiosos mecanismos de progresso.
Durante a lucidez o homem se educa, se disciplina, cumpre deveres, conquista espaços evolutivos.
Na fase do sono, porque liberado das paixões mais primitivas, desgarra-se, parcialmente, das roupas físicas e aprende com abnegados Instrutores que o promovem, levando-o a aprender em definitivo as finalidades da vida, a fim de entregar-se sem reserva a essa conquista.
Há homens que, no estado de consciência lúcida, continuam dormindo, anestesiados pelos tóxicos que expelem, como efeito daquilo que cultivam...
Quando em sono, padecem, agredidos por malfeitores espirituais com os quais se afinizam e se mesclam.
Reserva-te a alegria de manter-te sempre lúcido, em qualquer estado de consciência.
Aprofunda a mente nos objetivos essenciais da tua existência e silencia teus tormentos, canalizando forças para a tua paz.
Jesus, invariavelmente, após as estafantes realizações fugia das multidões insaciáveis e fazia silêncio, buscando, na oração, a plenitude com Deus.

[Livro: Viver e Amar - Divaldo Franco]

terça-feira, 5 de maio de 2009

Quem é Jesus?

Para o cego, Jesus é Luz...
Para o faminto, Jesus é o Pão...
Para o sedento, Jesus é a Fonte...
Para o morto, Jesus é a Vida...
Para o enfermo, Jesus é a Cura...
Para o prisioneiro, Jesus é a Liberdade...
Para o solitário, Jesus é o Companheiro...
Para o mentiroso, Jesus é a Verdade...
Para o viajante, Jesus é o Caminho...
Para o visitante, Jesus é a Porta...
Para o sábio, Jesus é a Sabedoria...
Para a medicina, Jesus é o Médico dos médicos...
Para o réu, Jesus é o Advogado...
Para o advogado, Jesus é o Juiz...
Para o Juiz, Jesus é a Justiça...
Para o tristonho, Jesus é a Alegria...
Para o leitor, Jesus é a Palavra...
Para o pobre, Jesus é o Tesouro...
Para o devedor, Jesus é o Perdão...
Para o fraco, Jesus é a Força...
Para o forte, Jesus é o Vigor...
Para o inquilino, Jesus é a Morada...
Para o fugitivo, Jesus é o Esconderijo...
Para a ovelha, Jesus é o Bom Pastor...
Para o problemático, Jesus é a Solução...
Para os magos, Jesus é a Estrela do Oriente...
Para o mundo, Jesus é o Salvador...
Para Judas, Jesus é Inocente...
Para os demônios, Jesus é o Santo de Deus...
Para Deus, Jesus é o Filho Amado...
Para o tempo, Jesus é o Relógio de Deus...
Para o relógio, Jesus é a Última Hora...
Para Israel, Jesus é o Messias...
Para as nações, Jesus é o Desejado...
Para a Igreja, Jesus é o Noivo Amado...
Para o vencedor, Jesus é a Coroa...
Para a gramática, Jesus é o Verbo...
Para o cristão verdadeiro, Jesus é TUDO!

[Desconheço a autoria]

Cultivar a alegria



Eclo 30, 22-27
Eclesiástico

Não entregues tua alma à tristeza, não atormentes a ti mesmo em teus pensamentos.
A alegria do coração é a vida do homem, e um inesgotável tesouro de santidade. A alegria do homem torna mais longa a sua vida.
Tem compaixão de tua alma, torna-te agradável a Deus, e sê firme; concentra teu coração na santidade, e afasta a tristeza para longe de ti,
pois a tristeza matou a muitos, e não há nela utilidade alguma.
A inveja e a ira abreviam os dias, e a inquietação acarreta a velhice antes do tempo.
Um coração bondoso e nobre banqueteia-se continuamente, pois seus banquetes são preparados com solicitude.


[imagem da web]

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Hino do entardecer



Louvado sejas, Jesus!
Na aurora cheia de orvalho,
Que traz o dia, o trabalho,
Em que andamos a aprender.
Louvado sejas, Senhor!
Pela luz das horas calmas,
Que adormenta as nossas almas
No instante do entardecer...
O campo repousa em preces,
O céu formoso cintila,
E a nossa crença tranqüila,
Repousa no teu amor;
É a hora da tua bênção
Nas luzes da Natureza,
Que nos conduz à beleza
Do plano consolador
É nesta hora divina
Que o seu amor grande e augusto
Dá paz à mente do justo,
Alívio e conforto à dor!
Amado Mestre abençoa
A nossa prece singela,
Faze luz sobre a procela
Do coração pecador!
Vem a nós! Do céu ditoso,
Ampara a nossa esperança,
Temos sede de bonança,
De amor, de vida e de luz!
Na tarde feita de calma,
Sentimos que és nosso abrigo,
Queremos viver contigo,
Vem até nós, meu Jesus!...


[Fonte: site Bom Dia - mensagens e orações]

Expressando amizade [3]


Dança das Cadeiras

Você vai precisar de cadeiras e um grupo de no mínimo 5 pessoas.
Forme um círculo com as cadeiras, com os assentos voltados para dentro com tantas cadeiras quantos forem os participantes menos uma.
Um dos participantes fica em pé no centro e escolhe outro participante que esteja sentado e diz:" Meu irmão eu te amo"
A pessoa que está sentada pergunta: "Por que?"
E ele responde: "Porque você..." e completa a frase com alguma característica da pessoa ou roupa que está vestindo (ex: cristão, homem, mulher, bonita, de calça, morena, feliz, etc..)
Neste momento, todos que estiverem usando o mesmo tipo de roupa/acessório ou possuir a mesma característica deve mudar de lugar.
Como o número de cadeiras é menor, um vai ficar em pé e deve repetir a brincadeira. A pessoa que ficar em pé repete a brincadeira.

[imagem site da Obvious]

domingo, 3 de maio de 2009

Servir


"Todas as pessoas podem
ser grandes porque
todas podem servir.
Não é preciso ter um
diploma universitário
para servir.
Não é preciso fazer
concordar o sujeito
e o verbo para servir.
Basta um coração cheio de graça.
Uma alma gerada pelo amor."

Martin Luther King
[imagem da web]

Limpeza


Onde o bem se mostra por edificação do bem de todos, a limpeza comparece na base de todos os serviços.

A fim de que produza, com segurança, a gleba aguarda o concurso da enxada contra o crescimento da erva daninha.

O laboratório reclama instrumentos esterilizados para que o remédio alcance os fins a que se destina.

O lar espera faxina diária, na preservação da saúde dos moradores.

O livro, verdadeiramente nobre, demanda rigorosa tiragem para que se lhe evite, no texto, o prejuízo dos termos chulos.

Nas providências mais simples da vida, surpreendemos semelhante necessidade.

Alimento sadio, requisita seleção de produtos.

Água, para servir, quer filtragem.

Roupa não se conserva sem a cooperação da lavanderia.

Vias públicas solicitam esgotos.

Nas mesmas circunstâncias, diante das posições desagradáveis da alma, que, de fato, equivalem a perturbações e moléstias obscuras da mente, é necessário saibamos usar a lixívia da paciência, aclarando raciocínios e renovando emoções, definindo atitudes e policiando palavras, na certeza de que toda cura espiritual exige a limpeza do pensamento.


Albino Teixeira

Postagens mais visitadas