.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Após uma derrota (Sl 59)

(Heb. 60) Ao mestre de canto. Conforme: A lei é como o lírio. Poema didático de Davi,
quando guerreou contra os sírios da Mesopotâmia e os sírios de Soba e quando Joab, voltando, derrotou doze mil edomitas no vale do Sal.
Ó Deus, vós nos rejeitastes, rompestes nossas fileiras, estais irado; restabelecei-nos.
Fizestes nossa terra tremer e a fendestes; reparai suas brechas, pois ela vacila.
Impusestes duras provas ao vosso povo, fizestes-nos sorver um vinho atordoante.
Mas aos que vos temem destes um estandarte, a fim de que das flechas escapassem.
Para que vossos amigos fiquem livres, ajudai-nos com vossa destra, ouvi-nos.
Deus falou no seu santuário: Triunfarei, repartindo Siquém; medirei com o cordel o vale de Sucot.
Minha é a terra de Galaad, minha a de Manassés; Efraim é o elmo de minha cabeça; Judá, o meu cetro;
Moab é a bacia em que me lavo. Sobre Edom atirarei minhas sandálias, cantarei vitória sobre a Filisteia.
Quem me conduzirá à cidade fortificada? Quem me levará até Edom?
Quem, senão vós, ó Deus, que nos repelistes e já não saís à frente de nossas forças?
Dai-nos auxílio contra o inimigo, porque é vão qualquer socorro humano.
Com o auxílio de Deus faremos proezas, ele abaterá nossos inimigos.

Salmo patriótico; após a derrota sucederá uma época de conquistas. Estas são designadas por uma metáfora apropriada ao caráter geográfico de cada um desses países. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[imagem reflejosdeluz.net]

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

O justo perseguido (Sl 58)


(Heb. 59) Para o mestre de canto. Não destruas. Cântico de Davi, quando Saul mandou cercar-lhe a casa para o matar.
Livrai-me, ó meu Deus, dos meus inimigos, defendei-me dos meus adversários.
Livrai-me dos que praticam o mal, salvai-me dos homens sanguinários.
Vede: armam ciladas para me tirar a vida, homens poderosos conspiram contra mim.
Senhor, não há em mim crime nem pecado. Sem que eu tenha culpa, eles acorrem e atacam. Despertai-vos, vinde para mim e vede,
porque vós, Senhor dos exércitos, sois o Deus de Israel. Erguei-vos para castigar esses pagãos, não tenhais misericórdia desses pérfidos.
Eles voltam todas as noites, latindo como cães, e percorrem a cidade toda.
Eis que se jactam à boca cheia, tendo nos lábios só injúrias, e dizem: Pois quem é que nos ouve?
Mas vós, Senhor, vos rides deles, zombais de todos os pagãos.
Ó vós que sois a minha força, é para vós que eu me volto. Porque vós, ó Deus, sois a minha defesa.
Ó meu Deus, vós sois todo bondade para mim. Venha Deus em meu auxílio, faça-me deleitar pela perda de meus inimigos.
Destruí-os, ó meu Deus, para que não percam o meu povo; conturbai-os, abatei-os com vosso poder, ó Deus, nosso escudo.
Cada palavra de seus lábios é um pecado. Que eles, surpreendidos em sua arrogância, sejam as vítimas de suas próprias calúnias e maldições.
Destruí-os em vossa cólera, destruí-os para que não subsistam, para que se saiba que Deus reina em Jacó e até os confins da terra.
Todas as noites eles voltam, latindo como cães, rondando pela cidade toda.
Vagueiam em busca de alimento; não se fartando, eles se põem a uivar.
Eu, porém, cantarei vosso poder, e desde o amanhecer celebrarei vossa bondade. Porque vós sois o meu amparo, um refúgio no dia da tribulação.
Ó vós, que sois a minha força, a vós, meu Deus, cantarei salmos porque sois minha defesa. Ó meu Deus, vós sois todo bondade para mim.

Descrição dos embustes que os inimigos preparam contra o salmista, e oração para obter libertação. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[imagem reflejosdeluz.net]

A Importância do Caminho


          Dois irmãos decidiram cavar um buraco bem profundo atrás de sua casa. Enquanto estavam trabalhando, dois outros meninos pararam por perto para observar.
          - O que vocês estão fazendo? - perguntou um dos visitantes.
          - Nós estamos cavando um buraco para sair do outro lado da terra! - um dos irmãos respondeu com entusiasmo.
          Os outros meninos começaram a rir, dizendo aos irmãos que cavar um buraco que atravessasse toda a terra era impossível.
          Após longo silêncio, um dos escavadores pegou um frasco completamente cheio de pequenos insetos e pedras valiosas. Ele removeu a tampa e mostrou o maravilhoso conteúdo aos visitantes gozadores. Então ele disse confiante:
          - Mesmo que nós não cavemos por completo a terra, olha o que nós encontramos ao longo do caminho!
 
          Seu objetivo era por demais ambicioso, mas fez com que escavassem.
          E é para isso que servem os objetivos: fazer com que nos movamos em direção de nossas escolhas, ou seja, começarmos a escavar!
          Mas nem todo objetivo será alcançado inteiramente.
          Nem todo trabalho terminará com sucesso.
          Nem todo relacionamento resistirá.
          Nem todo amor durará.
          Nem todo esforço será completo.
          Nem todo sonho será realizado.
          Mas quando você não atingir o seu alvo, talvez você possa dizer:
          - Sim, mas vejam o que eu encontrei ao longo do caminho! Vejam as coisas maravilhosas que surgiram em minha vida porque eu tentei fazer algo!

[Imagem Google]

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Hipocrisia dos juízes da terra (Sl 57)


(Heb. 58) Ao mestre de canto. Não destruas. Cântico de Davi.
Será que realmente fazeis justiça, ó poderosos do mundo? Será que julgais pelo direito, ó filhos dos homens?
Não, pois em vossos corações cometeis iniquidades, e vossas mãos distribuem injustiças sobre a terra.
Desde o seio materno se extraviaram os ímpios, desde o seu nascimento se desgarraram os mentirosos.
Semelhante ao das serpentes é o seu veneno, ao veneno da víbora surda que fecha os ouvidos
para não ouvir a voz dos fascinadores, do mágico que enfeitiça habilmente.
Ó Deus, quebrai-lhes os dentes na própria boca; parti as presas dos leões, ó Senhor.
Que eles se dissipem como as águas que correm, e fiquem suas flechas despontadas.
Passem como o caracol que deslizando se consome, sejam como o feto abortivo que não verá o sol.
Antes que os espinhos cheguem a aquecer vossas panelas, que o turbilhão os arrebate enquanto estão ainda verdes.
O justo terá a alegria de ver o castigo dos ímpios, e lavará os pés no sangue deles.
E os homens dirão: Sim, há recompensa para o justo; sim, há um Deus para julgar a terra.

Salmo de invectivas contra os juízes e os príncipes iníquos, consideráveis que são à serpente, porque sua boca mata os inocentes; apelo à justiça divina contra eles, para que os homens venham a compreender o sentido dessa divina justiça. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[Imagem Google]

Mensagens de Sai Baba


Mensagens de Sai Baba
“Comecem o dia com Amor. Encham o dia com Amor. Passem o dia com Amor. Terminem o dia com Amor.”
“Ponha teto em seus desejos. Cultivar o contentamento (a melhor terapia contra a ansiedade) purifica o coração.”
“Quando alguém insultar, difamar e ignorar você, aceite-o com um sorriso.”
“Não vitrinize suas práticas espirituais na praça do mercado como fazem alguns tolos. Não anseie por aprovação e admiração partidas do público.”
“Se você critica a fé dos demais, sua devoção é falsa. Se você fosse sincero apreciaria a sinceridade dos outros. Você vê erros nos outros porque você mesmo os tem.”
“O primeiro sinal de vida espiritual é o desapego.”
“Nosso falar deve ser ameno, gentil, amoroso e sempre a serviço do bem, do amor e da verdade.”
“As formas devocionais de maior adequação a esta hora da humanidade são cânticos, que exaltem o Divino Nome e a Forma Divina que cada um eleja.”
“Utilize o mundo como uma área de treinamento para o sacrifício, serviços de expansão do coração e purificação das emoções. Este é o seu único valor.”

[Imagem Google]

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O Silêncio dos Lobos


Pense em alguém que seja poderoso.
Essa pessoa briga e grita como uma galinha,
ou olha e silencia, como um lobo?
Lobos não gritam.
Eles têm a aura de força e poder.
Observam em silêncio.
Somente os poderosos, sejam lobos,
homens ou mulheres,
respondem a um ataque verbal com o silêncio.
Além disso,
quem evita dizer tudo o que tem vontade,
raramente se arrepende por magoar alguém com palavras ásperas e impensadas.
Exatamente por isso,
o primeiro e mais óbvio sinal de poder sobre si mesmo é o silêncio em momentos críticos.
Se você está em silêncio,
olhando para o problema,
mostra que está pensando,
sem tempo para debates fúteis.
Se for uma discussão que já deixou o terreno da razão,
quem silencia mostra que já venceu,
mesmo quando o outro lado insiste em gritar a sua derrota.
Olhe.
Sorria.
Silencie.
Vá em frente!
Lembre-se que há momentos de falar e há momentos de silenciar.
Escolhe qual desses momentos é o correto,
mesmo que tenha que se esforçar para isso.
Por alguma razão,
provavelmente cultural,
somos treinados para a (falsa) ideia de que somos obrigados a responder a todas as perguntas e reagir a todos os ataques.
Não é verdade!
Você responde somente ao que quer responder e reage ao que quer reagir.
Falar é uma escolha,
não uma exigência,
por mais que assim o pareça.
Você pode escolher o silêncio.
Além disso,
você não terá que se arrepender por coisas ditas em momentos impensados,
como defendeu Xenócrates,
mais de trezentos anos antes de Cristo,
ao afirmar:
"Me arrependo de coisas que disse, mas jamais de meu silêncio".
Responda com o silêncio,
quando for necessário.
Use sorrisos,
não sorrisos sarcásticos,
mas reais.
Use o olhar,
use um abraço ou qualquer outra coisa para não responder em alguns momentos.
Você verá que o silêncio pode ser a mais poderosa das respostas.
E,
no momento certo,
a mais compreensiva e real delas.

Aldo Novak

Dá a tua simpatia a todos...
Dá a tua amizade a poucos...
Dá o teu amor a um só!

[Imagem Google]

Refúgio de Deus (Sl 56)

(Heb. 57) Ao mestre de canto. Não destruas. Cântico de Davi, quando fugiu para a caverna, perseguido por Saul.
Tende piedade de mim, ó Deus, tende piedade de mim, porque a minha alma em vós procura o seu refúgio. Abrigo-me à sombra de vossas asas, até que a tormenta passe.
Clamo ao Deus Altíssimo, ao Deus que me cumula de benefícios.
Mande ele do céu auxílio que me salve, cubra de confusão meus perseguidores; envie-me Deus a sua graça e fidelidade.
Estou no meio de leões, que devoram os homens com avidez. Seus dentes são como lanças e flechas, suas línguas como espadas afiadas.
Elevai-vos, ó Deus, no mais alto dos céus, e sobre toda a terra brilhe a vossa glória.
Ante meus pés armaram rede; fizeram-me perder a coragem. Cavaram uma fossa diante de mim; caiam nela eles mesmos.
Meu coração está firme, ó Deus, meu coração está firme; vou cantar e salmodiar.
Desperta-te, ó minha alma; despertai, harpa e cítara! Quero acordar a aurora.
Entre os povos, Senhor, vos louvarei; salmodiarei a vós entre as nações,
porque aos céus se eleva a vossa misericórdia, e até as nuvens a vossa fidelidade.
Elevai-vos, ó Deus, nas alturas dos céus, e brilhe a vossa glória sobre a terra inteira.

Confiança em meio à perseguição, antecipada a gratidão. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[Imagem Google]

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Exultando de alegria

"Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, e o
meu espírito exulta em Deus meu Salvador" (Lucas 1:46, 47).
O Exército da Salvação promoveu vários encontros em Birmningham, Inglaterra. Em uma dessas reuniões, um dos piores homens do lugar abriu o coração para Jesus, mostrando logo os frutos de uma vida transformada. Não demorou muito e seus velhos amigos, companheiros do mal, começaram a escarnecer dele.
Um dia, o homem foi cercado pelos amigos e houve a seguinte conversa:
― Você diz que agora é um cristão, certo? Então nos diga quem era o pai de Jesus Cristo?
― Eu não sei.
― Quem era Sua mãe?
― Eu não sei.
― Quando Ele viveu?
― Eu não sei.
― Quantos anos Ele tinha quando morreu?
― Eu não sei.
― Como Ele morreu?
― Eu não sei.
― Bem, você é um belo cristão; você não sabe quem era o pai de Jesus, ou quem era sua mãe, ou quando Ele viveu, ou quando Ele morreu, ou como Ele morreu. O que você sabe?
Então, o inculto mas, genuíno homem cristão, ergueu sua cabeça e, olhando no rosto daqueles que o insultavam, respondeu:
― Eu sei que Ele me salvou.

[Imagem Google]

O risco de Thiago ser assassinado... (Unicef)


“O risco de Thiago ser assassinado é quase 3 vezes maior que o de outras crianças.
Só que Thiago não sabe disso.
Nem desconfia que não vai chegar aos 18 anos.
Só sabe que as pessoas olham para ele de um jeito diferente.
Ou desviam o olhar quando ele passa.
Mas por que justo o Thiago?
Por que ele não tem os mesmos direitos que as outras crianças?
A resposta é simples.
Porque ele não tem a mesma cor de pele do menino desta foto”
[Imagem Google]

Grito de aflição e de confiança (Sl 55)

(Heb. 56) – Ao mestre de canto. Conforme: “Muda pomba de longínquas terras”. Cântico de Davi, quando vai para junto dos filisteus, em Get.
Tende piedade de mim, ó Deus, porque aos pés me pisam os homens; sem cessar eles me oprimem combatendo.
Meus inimigos continuamente me espezinham, são numerosos os que me fazem guerra.
Ó Altíssimo, quando o terror me assalta, é em vós que eu ponho a minha confiança.
É em Deus, cuja promessa eu proclamo, sim, é em Deus que eu ponho minha esperança; nada temo: que mal me pode fazer um ser de carne?
O dia inteiro eles me difamam, seus pensamentos todos são para o meu mal;
Reúnem-se, armam ciladas, observam meus passos, e odeiam a minha vida.
Tratai-os segundo a sua iniquidade. Ó meu Deus, em vossa cólera, prostrai esses povos.
Vós conheceis os caminhos do meu exílio, vós recolhestes minhas lágrimas em vosso odre; não está tudo escrito em vosso livro?
Sempre que vos invocar, meus inimigos recuarão: bem sei que Deus está por mim.
É em Deus, cuja promessa eu proclamo,
é em Deus que eu ponho minha esperança; nada temo: que mal me pode fazer um ser de carne?
Os votos que fiz, ó Deus, devo cumpri-los; oferecer-vos-ei um sacrifício de louvor,
porque da morte livrastes a minha vida, e da queda preservastes os meus pés, para que eu ande na presença de Deus, na luz dos vivos.

Rodeado de inimigos, o salmista se refugia em Deus; oprimido, ele suplica a Deus para vir em sua ajuda; depois de libertado, exprime sua gratidão. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[imagem da web]

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Sob o perigo de perseguição e de traição (Sl 54)

(Heb. 55) Ao mestre de canto. Com instrumentos de corda. Hino de Davi.
Prestai ouvidos, ó Deus, à minha oração, não vos furteis à minha súplica;
Escutai-me e atendei-me. Na minha angústia agito-me num vaivém, perturbo-me
à voz do inimigo, sob os gritos do pecador. Eles lançam o mal contra mim, e me perseguem com furor.
Palpita-me no peito o coração, invade-me um pavor de morte.
Apoderam-se de mim o terror e o medo, e o pavor me assalta.
Digo-me, então: tivesse eu asas como a pomba, voaria para um lugar de repouso;
ir-me-ia bem longe morar no deserto.
Apressar-me-ia em buscar um abrigo contra o vendaval e a tempestade.
Destruí-os, Senhor, confundi-lhes as línguas, porque só vejo violência e discórdia na cidade.
Dia e noite percorrem suas muralhas, no seu interior só há injustiça e opressão.
Grassa a astúcia no seu meio, a iniquidade e a fraude não deixam suas praças.
Se o ultraje viesse de um inimigo, eu o teria suportado; se a agressão partisse de quem me odeia, dele me esconderia.
Mas eras tu, meu companheiro, meu íntimo amigo,
com quem me entretinha em doces colóquios; com quem, por entre a multidão, íamos à casa de Deus.
Que a morte os colha de improviso, que eles desçam vivos à mansão dos mortos. Porque entre eles, em suas moradas, só há perversidade.
Eu, porém, bradarei a Deus, e o Senhor me livrará.
Pela tarde, de manhã e ao meio-dia lamentarei e gemerei; e ele ouvirá minha voz.
Dar-me-á a paz, livrando minha alma dos que me acossam, pois numerosos são meus inimigos.
O Senhor me ouvirá e os humilhará, ele que reina eternamente, porque não se emendem nem temem a Deus.
Cada um deles levanta a mão contra seus amigos. Todos violam suas alianças.
De semblante mais brando do que o creme, trazem, contudo, no coração a hostilidade; suas palavras são mais untuosas do que o óleo, porém, na verdade, espadas afiadas.
Depõe no Senhor os teus cuidados, porque ele será teu sustentáculo; não permitirá jamais que vacile o justo.
E vós, ó meu Deus, vós os precipitareis no fundo do abismo da morte. Os homens sanguinários e ardilosos não alcançarão a metade de seus dias! Quanto a mim, é em vós, Senhor, que ponho minha esperança.

Apelo à justiça de Deus contra numerosos inimigos, particularmente contra um amigo pérfido e ingrato. Ato de confiança em Deus num ardente desejo de libertação. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[imagem da web]

Não seja empurrado


[Imagem Google]

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A Noite


Elisângela Machado de Freitas
 
A beleza das estrelas só é vista quando noite chega. Esta frase me faz lembrar de quantas noites enfrentamos na vida. Quantos momentos difíceis passamos. Mas também me lembra da possibilidade de descobrirmos coisas belas nessas horas. Como o brilho, a beleza das estrelas, que só podem ser vistas à noite.
É verdade que o sofrimento nos faz andar mais devagar e leva-nos a pesar nossos motivos e atitudes. Mas ele também abre os nossos olhos para entendermos quais as nossas forças. Pode ser uma grande dor, um desapontamento amargo ou uma derrota esmagadora. Ou uma aflição que parecia tão insignificante, mas que persiste incansavelmente.

O fato é que o sofrimento, a noite da vida, revela capacidades que ignorávamos. Podemos ser aperfeiçoados. E a partir disto, nos erguemos para uma vida mais rica, mais profunda, mais estável. Aprecio o comentário selecionado de Lettie Cowman: “Geralmente, não são as pessoas que nunca sofreram que são fortes e têm paz. Sua estrutura nunca foi testada e essas pessoas não sabem como irão se portar ante o mais leve choque. O marinheiro mais seguro não é o que jamais viu a tempestade.”
Da mesma forma, quando perguntaram a Jorge Müller qual a maneira de se possuir uma fé tão vigorosa e sentir tanta segurança, ele respondeu: “É suportar grandes aflições”. Ou seja, quando somos tentados a retrair-nos é que devemos avançar e perceber que é possível crescer nesses momentos! Entenda que, como certas flores, algumas pessoas abrem-se com maior beleza nas sombras da vida.

A. B. Simpson ponderou que há duas maneiras de sair de um problema. Uma é simplesmente procurar ficar livre dele e respirar fundo quando tudo passou. Outra é acreditar e aceitá-lo como um desafio de Deus que nos levará a tomarmos posse de uma grande bênção.

Assim foram os grandes nomes da humanidade que nunca são esquecidos. Eles não foram formados através de circunstâncias aprazíveis, mas, de sofrimento. Talvez o grande diferencial seja este: uma coisa é ser ferido e outra é sentir-se abalado porque foi ferido. É uma questão de decidir entre ficar paralisado, se entregar, ou aproveitar a oportunidade para ascender, fortalecer o caráter, vencer!
 
[Imagem Google]

PARA LIDAR...


"Para lidar consigo mesmo, use a cabeça. Para lidar com os outros, use o coração."
Karl Rahner

[Imagem Google]

O inocente perseguido (Sl 53)

(Heb. 54)

Ao mestre de canto. Com instrumentos de corda. Hino de Davi,
quando os zifeus vieram dizer a Saul: Davi encontra-se escondido entre nós.
Pela honra de vosso nome, salvai-me, meu Deus! Por vosso poder, fazei-me justiça.
Ó meu Deus, escutai minha oração, atendei às minhas palavras,
pois homens soberbos insurgiram-se contra mim; homens violentos odeiam a minha vida: não têm Deus em sua presença.
Mas eis que Deus vem em meu auxílio, o Senhor sustenta a minha vida.
Fazei recair o mal em meus adversários e, segundo vossa fidelidade, destruí-os.
De bom grado oferecer-vos-ei um sacrifício, cantarei a glória de vosso nome, Senhor, porque é bom,
pois me livrou de todas as tribulações, e pude ver meus inimigos derrotados.

Pedido de socorro contra insidiosos inimigos, com promessa de sacrifícios de ação de graças, uma vez obtido o benefício. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[imagem da web]

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

A perversidade universal (Sl 52)

(Heb. 53)

Ao mestre de canto. Em melodia triste. Hino de Davi.
Diz o insensato em seu coração: Não há Deus”. Corromperam-se os homens, seu proceder é abominável, não há um só que pratique o bem.
O Senhor, do alto do céu, observa os filhos dos homens para ver se, acaso, existe alguém sensato que busque a Deus.
Todos eles, porém, se extraviaram e se perverteram; não há mais ninguém que faça o bem, nem um, nem mesmo um só.
Não se emendarão esses obreiros do mal? Eles que devoram meu povo como quem come pão, não invocarão o Senhor?
Foram tomados de terror, não havendo nada para temer. Porque Deus dispersou os ossos dos que te assediam; foram confundidos porque Deus os rejeitou.
Ah, que venha de Sião a salvação de Israel! Quando Deus tiver mudado a sorte de seu povo, Jacó exultará e Israel se alegrará.

[imagem reflejosdeluz.net]

CONSTRUINDO PONTES


Conta-se que, certa vez, dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida trabalhando lado a lado, repartindo as ferramentas e cuidando um do outro.

Durante anos eles percorreram uma estrada estreita e muito comprida, que seguia ao longo do rio para, ao final de cada dia, poderem atravessá-lo e desfrutar um da companhia do outro. Apesar do cansaço, faziam a caminhada com prazer, pois se amavam.

Mas agora tudo havia mudado. O que começara com um pequeno mal entendido finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio.

Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem na sua porta. Ao abri-la notou um homem com uma caixa de ferramentas de carpinteiro na mão.

- Estou procurando trabalho - disse ele. Talvez você tenha um pequeno serviço que eu possa executar.

- Sim! - disse o fazendeiro - claro que tenho trabalho para você. Veja aquela fazenda além do riacho. É do meu vizinho. Na realidade, meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira perto do celeiro? Quero que você construa uma cerca bem alta ao longo do rio para que eu não precise mais vê-lo.

- Acho que entendo a situação - disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos que certamente farei um trabalho que lhe deixará satisfeito.

Como precisava ir à cidade, o irmão mais velho ajudou o carpinteiro a encontrar o material e partiu.
O homem trabalhou arduamente durante todo aquele dia medindo, cortando e pregando. Já anoitecia quando terminou sua obra. O fazendeiro chegou da sua viagem e seus olhos não podiam acreditar no que viam. Não havia qualquer cerca! Em vez da cerca havia uma ponte que ligava as duas margens do riacho.

Era realmente um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou:
- Você foi muito atrevido construindo essa ponte após tudo que lhe contei.

No entanto, as surpresas não haviam terminado. Ao olhar novamente para a ponte, viu seu irmão aproximando-se da outra margem, correndo com os braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel de seu lado do rio. Mas, de repente, num só impulso, correu na direção do outro e abraçaram-se chorando no meio da ponte.

O carpinteiro estava partindo com sua caixa de ferramentas quando o irmão que o contratou pediu-lhe emocionado: "espere! fique conosco mais alguns dias". E o carpinteiro respondeu: "eu adoraria ficar, mas, infelizmente, tenho muitas outras pontes para construir."

.............................................
E você, está precisando de um carpinteiro, ou é capaz de construir sua própria ponte para se aproximar daqueles com os quais rompeu contato?
As pessoas que estão ao seu lado, não estão aí por acaso.
Há uma razão muito especial para elas fazerem parte do seu círculo de relação.
Por isso, não busque isolar-se construindo cercas que separam e infelicitam os seres.
Construa pontes e busque caminhar na direção daqueles que, por ventura, estejam distanciados de você.
E se a ponte da relação está um pouco frágil, ou balançando por causa dos ventos da discórdia, fortaleça-a com os laços do entendimento e da verdadeira amizade.
Agindo assim, você suprirá suas carências afetivas e encontrará a paz íntima que tanto deseja.

[Imagem Google]

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Nem tudo está perdido. Fraternalmente.


O autor e conferencista Leo Buscaglia certa ocasião falou de um concurso em que tinha sido convidado como jurado. O objetivo era escolher a criança mais cuidadosa.
Eis alguns dos vencedores:

Um garoto de 4 anos tinha um vizinho idoso ao lado, cuja esposa havia falecido recentemente. Ao vê-lo chorar, o menino foi para o quintal dele, e simplesmente sentou-se em seu colo. Quando a mãe perguntou a ele o que havia dito ao velhinho, ele respondeu:
- Nada. Só o ajudei a chorar.

Os alunos da professora de primeira série Debbie Moon estavam examinando uma foto de família. Uma das crianças da foto tinha os cabelos de cor bem diferente dos demais. Alguém logo sugeriu que essa criança tivesse sido adotada. Logo uma menina falou:
- Sei tudo sobre adoção, porque eu fui adotada.
Logo outro aluno perguntou-lhe:
- O que significa "ser adotado"?
- Significa - disse a menina - que você cresceu no coração de sua mãe, e não na barriga!

Sempre que estou decepcionado com meu lugar na vida, eu paro e penso no pequeno Jamie Scott. Jamie estava disputando um papel na peça da escola. Sua mãe me disse que tinha procurado preparar seu coração, mas ela temia que ele não fosse escolhido. No dia em que os papéis foram escolhidos, eu fui com ela para buscá-lo na escola. Jamie correu para a mãe, com os olhos brilhando de orgulho e emoção:
- Adivinha o que, mãe!
E disse aquelas palavras que continuariam a ser uma lição para mim:
- Eu fui escolhido para bater palmas e espalhar a alegria!

Conta uma testemunha ocular de Nova York:
Num frio dia de dezembro, alguns anos atrás, um rapazinho de cerca de 10 anos, descalço, estava em pé em frente a uma loja de sapatos, olhando a vitrine e tremendo de frio. Uma senhora se aproximou do rapaz e disse:
- Você está com pensamento tão profundo, olhando essa vitrine!
- Eu estava pedindo a Deus para me dar um par de sapatos - respondeu o garoto...
A senhora tomou-o pela mão, entrou na loja e pediu ao atendente para dar meia dúzia de pares de meias para o menino.  Ela também perguntou se poderia conseguir-lhe uma bacia com água e uma toalha. O balconista rapidamente atendeu-a e ela levou o garoto para a parte detrás da loja e, tirando as luvas, se ajoelhou e lavou seus pés pequenos e secou-os com a toalha. Nesse meio tempo, o empregado havia trazido as meias. Calçando-as nos pés do garoto, ela também comprou-lhe um par de sapatos. Ela amarrou os outros pares de meias e entregou-lhe. Deu um tapinha carinhoso em sua cabeça e disse:
- Sem dúvida, vai ser mais confortável agora.
Como ela logo se virou para ir, o garoto segurou-lhe a mão, olhou seu rosto diretamente, com lágrimas nos olhos e perguntou:
- Você é a mulher de Deus?

[Imagem Google]

Castigo do homem perverso (Sl 51)

(Heb. 52)

Ao mestre de canto. Hino de Davi.
Quando Doeg, o idumeu, veio dizer a Saul: Davi entrou na casa de Aquimelec.
Por que te glorias de tua malícia, ó infame prepotente?
Continuamente maquinas a perdição; tua língua é afiada navalha, tecedora de enganos.
Tu preferes o mal ao bem, a mentira à lealdade.
Só gostas de palavras perniciosas, ó língua pérfida!
Por isso Deus te destruirá, há de te excluir para sempre; ele te expulsará de tua tenda, e te extirpará da terra dos vivos.
Vendo isto, tomados de medo, os justos zombarão de ti, dizendo:
Eis o homem que não tomou a Deus por protetor, mas esperou na multidão de suas riquezas e se prevaleceu de seus próprios crimes.
Eu sou, porém, como a virente oliveira na casa de Deus: confio na misericórdia de Deus para sempre.
Louvar-vos-ei eternamente pelo que fizestes e cantarei vosso nome, na presença de vossos fiéis, porque é bom.

Descrição da malícia de um inimigo temporariamente vitorioso, ao qual é predito o castigo; enquanto os justos se rejubilarão em Deus. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[imagem da web]

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Miserere (Sl 50)

(Heb. 51)

Ao mestre de canto. Salmo de Davi,
quando o profeta Natã foi encontrá-lo, após o pecado com Betsabé.
Tende piedade de mim, Senhor, segundo a vossa bondade. E conforme a imensidade de vossa misericórdia, apagai a minha iniquidade.
Lavai-me totalmente de minha falta, e purificai-me de meu pecado.
Eu reconheço a minha iniquidade, diante de mim está sempre o meu pecado.
Só contra vós pequei, o que é mau fiz diante de vós. Vossa sentença assim se manifesta justa, e reto o vosso julgamento.
Eis que nasci na culpa, minha mãe concebeu-me no pecado.
Não obstante, amais a sinceridade de coração. Infundi-me, pois, a sabedoria no mais íntimo de mim.
Aspergi-me com um ramo de hissope e ficarei puro. Lavai-me e me tornarei mais branco do que a neve.
Fazei-me ouvir uma palavra de gozo e de alegria, para que exultem os ossos que triturastes.
Dos meus pecados desviai os olhos, e minhas culpas todas apagai.
Ó meu Deus, criai em mim um coração puro, e renovai-me o espírito de firmeza.
De vossa face não me rejeiteis, e nem me priveis de vosso santo Espírito.
Restituí-me a alegria da salvação, e sustentai-me com uma vontade generosa.
Então aos maus ensinarei vossos caminhos, e voltarão a vós os pecadores.
Deus, ó Deus, meu salvador, livrai-me da pena desse sangue derramado, e a vossa misericórdia a minha língua exaltará.
Senhor, abri meus lábios, a fim de que minha boca anuncie vossos louvores.
Vós não vos aplacais com sacrifícios rituais; e se eu vos ofertasse um sacrifício, não o aceitaríeis.
Meu sacrifício, ó Senhor, é um espírito contrito, um coração arrependido e humilhado, ó Deus, que não haveis de desprezar.
Senhor, pela vossa bondade, tratai Sião com benevolência, reconstruí os muros de Jerusalém.
Então aceitareis os sacrifícios prescritos, as oferendas e os holocaustos; e sobre vosso altar vítimas vos serão oferecidas.

É o quarto dos salmos penitenciais. Contém três partes: confissão do pecado, feita sem restrição nem escusa; o pedido de remissão; e a glória dada a Deus pelo perdão. A última estrofe expõe uma doutrina particularmente elevada sobre a verdadeira religião, cujo culto só é bom quando conta com a adesão do coração. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[Imagem reflejosdeluz.net]

PERANTE OS AMIGOS


O escritor H. Jackson Brown Jr., autor do livro "Pequeno manual de instruções para a vida", relaciona nessa obra sugestões de como dar e receber amizade. Seus conselhos são no seguinte sentido:
 
Olhe as pessoas nos olhos.

Diga sempre "muito obrigado”.

Diga sempre "por favor".

Seja o primeiro a dizer "olá".

Devolva tudo o que pegar emprestado.

Sorria muito. Não custa nada e não tem preço.

Lembre-se do aniversário dos outros.

Quando alguém contar alguma coisa importante que lhe aconteceu, não tente superá-lo com uma de suas histórias. Os outros também têm o direito de aparecer.

Jamais prive uma pessoa de esperança; pode ser que ela só tenha isso.

Elogie em público. Critique em particular.

Não aborreça as pessoas com os seus problemas.

Procure reavivar antigas amizades.

Nunca desperdice uma oportunidade de dizer a uma pessoa que você a ama.

Nunca subestime o poder de uma palavra ou de uma ação gentil.

Nunca ria dos sonhos alheios.

Em caso de discordância, exponha seus pontos de vista sem pretender ridicularizar os entendimentos dos outros.

Quando alguém lhe fizer uma pergunta a qual você não gostaria de responder, sorria e pergunte: "por que quer saber?”.

Não admire as pessoas pela sua riqueza, mas pelos meios criativos e generosos com que dispõem dela.

Não traia nunca uma confidência.

Não deixe que uma pequena desavença prejudique uma grande amizade.

Dê às pessoas mais do que elas esperam, e faça-o alegremente.

Lembre-se de que o tempo que leva para que duas pessoas se tornem amigas nunca é tempo desperdiçado.

Saiba compreender as imperfeições de seus amigos com a mesma presteza com que sabe compreender as suas próprias.

Seja aberto e acessível. A próxima pessoa que você conhecer pode se tornar o seu melhor amigo.

Seja o primeiro a perdoar.

Quando disser "sinto muito", olhe a pessoa nos olhos.

Quando um amigo ou uma pessoa amada ficar doente, lembre-se de que esperança e pensamento positivo são remédios fortíssimos.

Passe a vida levantando o ânimo das pessoas e não as colocando para baixo.

Peça desculpas imediatamente quando perder a paciência.

Estimule qualquer pessoa que esteja tentando melhorar, mental, física ou espiritualmente.

Lembre-se de que o princípio mais profundamente enraizado na natureza humana é a ânsia por ser apreciado.

 
Pense nisso!
Os amigos verdadeiros são alegrias em nossas vidas.
São raios de luz, ajudando-nos a descobrir erros que precisamos corrigir, ou talentos que ainda precisamos desenvolver.
São dádivas que Deus, na Sua extrema misericórdia, oferece-nos para amenizar as provas da vida e a aridez dos caminhos.
São flores raras que perfumam o jardim de nossas existências, mas que necessitam de cuidados e de dedicação constantes, a fim de que não feneçam à própria sorte, desvalorizadas e esquecidas.
Antes de buscar amizade nos outros, compete-nos, primeiro, ser amigo daqueles que nos cercam.

[Imagem Google]

SEMEAR E COLHER


[Imagem Google]

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

O verdadeiro culto espiritual (Sl 49)

(Heb. 50)

Salmo de Asaf. Falou o Senhor Deus e convocou toda a terra, desde o levante até o poente.
Do alto de Sião, ideal de beleza, Deus refulgiu:
nosso Deus vem vindo e não se calará. Um fogo abrasador o precede; ao seu redor, furiosa tempestade.
Do alto ele convoca os céus e a terra para julgar seu povo:
Reuni os meus fiéis, que selaram comigo aliança pelo sacrifício.
E os céus proclamam sua justiça, porque é o próprio Deus quem vai julgar.
Escutai, ó meu povo, que eu vou falar: Israel, vou testemunhar contra ti. Deus, o teu Deus, sou eu.
Não te repreendo pelos teus sacrifícios, pois teus holocaustos estão sempre diante de mim.
Não preciso do novilho do teu estábulo, nem dos cabritos de teus apriscos,
pois minhas são todas as feras das matas; há milhares de animais nos meus montes.
Conheço todos os pássaros do céu, e tudo o que se move nos campos.
Se tivesse fome, não precisava dizer-te, porque minha é a terra e tudo o que ela contém.
Porventura preciso comer carne de touros, ou beber sangue de cabrito?...
Oferece, antes, a Deus um sacrifício de louvor e cumpre teus votos para com o Altíssimo.
Invoca-me nos dias de tribulação, e eu te livrarei e me darás glória.
Ao pecador, porém, Deus diz: Por que recitas os meus mandamentos, e tens na boca as palavras da minha aliança?
Tu que aborreces meus ensinamentos e rejeitas minhas palavras?
Se vês um ladrão, te ajuntas a ele, e com adúlteros te associas.
Dás plena licença à tua boca para o mal e tua língua trama fraudes.
Tu te assentas para falar contra teu irmão, cobres de calúnias o filho de tua própria mãe.
Eis o que fazes, e eu hei de me calar? Pensas que eu sou igual a ti? Não, mas vou te repreender e te lançar em rosto os teus pecados.
Compreendei bem isto, vós que vos esqueceis de Deus: não suceda que eu vos arrebate e não haja quem vos salve.
Honra-me quem oferece um sacrifício de louvor; ao que procede retamente, a este eu mostrarei a salvação de Deus.

Reivindicações de uma religiosidade sincera, que não se contenta com meras práticas cultuais, mas procura ditar o respeito mútuo entre os homens. A lei orienta a vida inteira do justo, tanto no que diz respeito ao culto quanto à vida moral e fraterna. (Bíblia Sagrada Ave-Maria)
[imagem da web]

Postagens mais visitadas