.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

domingo, 31 de janeiro de 2010

A vida transformada pela fé



São Paulo se alegra em ver, nas primeiras comunidades cristãs, como a fé é suscitada e a vida transformada. Sim, onde entra a fé, a vida já não é mais a mesma. Pelo sopro e a força do Espírito Santo, Deus realiza a Sua vontade naqueles que se deixam mover na e pela fé. O caminho é sempre o de Jesus. A força santificadora é a do Espírito Santo. O convite é o de Deus Pai. Assim, mergulhados na Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, somos chamados a viver como Deus, ou seja, em comunhão, em comunidade, numa constante partilha; isto deve se concretizar em nossas famílias, nas comunidades e na sociedade.

Frei Nilo Agostini, OFM - Autor do livro Moral cristã: Temas para o dia-a-dia, Vozes.
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus.
[imagem da web]

sábado, 30 de janeiro de 2010

As cores litúrgicas



Para celebrarmos e vivenciarmos cada dimensão do único mistério de Cristo, a liturgia usa cores que marcam a diferença.
Para a Páscoa, a cor branca diz que é festa e evoca a pureza; também para o Natal, festas de Maria e santos não mártires.
Na Quaresma e Advento, a cor roxa (usada também quando morre alguém) evoca Deus nos chamando à conversão em vista da Páscoa; ou Deus nos suscitando a expectativa da vinda do Salvador.
A cor vermelha usada na sexta-feira santa, em Pentecostes e na festa dos mártires, evoca o fogo do Espírito Santo e o sangue derramado pela causa do Amor.
A cor verde, no Tempo Comum, celebra o quotidiano da presença do Ressuscitado caminhando conosco.

Frei José Ariovaldo da Silva, OFM - Petrópolis/RJ
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

[imagem da web]

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Oração do Estudante



Senhor, creio que vale a pena estudar!
Estudando, os dons que me deste hão de render mais, e assim poderei servir melhor.
Estudando, estou a santificar-me.
Senhor, que o estudo forje em mim ideais grandes!
Aceita, Senhor, a minha liberdade, a minha memória, a minha inteligência e a minha vontade.
De Ti, Senhor, recebi estas capacidades para estudar. Ponho-as em Tuas mãos. Tudo é Teu. Que tudo se faça segundo a Tua vontade!
Senhor, que eu seja livre! Ajuda-me a ser disciplinado, interior e exteriormente.
Senhor, que eu seja verdadeiro! Que as minhas palavras, ações e silêncios, nunca levem os outros a pensar que sou aquilo que não sou.
Livra-me, Senhor, de cair na tentação de copiar.
Senhor, que eu seja alegre! Ensina-me a cultivar o sentido de humor e a descobrir e a testemunhar as razões da verdadeira alegria.
Dá-me, Senhor, a felicidade de ter amigos e de saber respeitá-los através das minhas conversas e atitudes.
Deus Pai que me criaste: ensina-me a fazer da minha vida uma verdadeira obra-prima!
Divino Jesus: imprime em mim as marcas da Tua Humanidade!
Divino Espírito Santo: ilumina as trevas da minha ignorância; vence a minha preguiça; põe na minha boca a palavra certa!
Amém.

[imagem da web]

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Hino da Vitória



Cassiane

Quem é o homem que teve o poder de andar sobre o mar?
Quem é Ele que pode fazer o mar se calar?
No momento em que a tempestade vier te afogar,
Ele vem com toda autoridade e manda acalmar.
Quem é o homem que teve o poder de fazer Israel
Caminhar por entre as águas do Mar Vermelho.
Fez caminho no meio do mar
Para o povo de Israel passar.
Do outro lado com os pés enxutos
Puderam cantar: O hino da vitória.
Quando estiver frente ao mar
E não puder atravessar,
Chame este homem com fé.
Só Ele abre o mar.
Não tenha medo irmão,
Se atrás vem faraó.
Deus vai te atravessar
E você vai entoar o hino da vitória.
Toda vez que o Mar Vermelho tiver que passar,
Chame logo este homem para te ajudar.
É nas horas mais difíceis que Ele mais te vê.
Pode chamar este homem que Ele tem poder.
Se passares pelo fogo não vai te queimar.
Se nas águas tu passares não vão te afogar.
Faça como Israel que o mar atravessou
E no nome do Senhor um hino de vitória
do outro lado cantou.

[imagem da web]

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Dieta da alegria



Não guarde mágoas. Guarde lembranças.
Não chore lembranças. Recorde alegrias.
Não viva do passado. Aproveite o presente.
Não fuja do agora. Prepare o amanhã.
Você pode e deve escolher o roteiro da sua vida.
Apague o que já passou, não retorna mais.
Refaça seu acervo de lembranças.
As más relegue ao esquecimento.
As boas dê ainda mais brilho.
Faça a dieta da alegria:
Um sorriso a cada manhã;
E um agradecimento ao final do dia.
(Desconheço a autoria)

[imagem da web]

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Convidemos o amor



Diz a lenda, que uma mulher abriu a porta de sua casa e viu três homens de longas barbas brancas sentados em seu quintal. Ela não os reconheceu, mas os convidou a entrar. Acho que devem estar com fome, pensou consigo mesma.
- Por favor, entrem que lhes servirei algo, falou-lhes a mulher, com ar amistoso.
- O homem da casa está? Perguntaram os visitantes.
- Não, ele está fora.
- Então não podemos entrar, responderam rapidamente.
À noite, quando o marido chegou, ela lhe contou o que havia acontecido.
- Vá e diga a eles que já estou em casa e convide-os a entrar.
A mulher saiu e os convidou.
- Não podemos entrar juntos, responderam.
- Por que isto? Ela perguntou.
Um dos velhos, apontando para um de seus amigos disse-lhe:
- O nome deste é fartura.
Depois, apontou para o outro e falou:
- Ele é o sucesso e eu sou o amor. E logo completou:
- Agora vá e discuta com o seu marido qual de nós vocês querem em sua casa.
A mulher entrou e falou ao marido o que tinha ouvido. E ele, muito contente, disse: que bom!
Pensou um pouco e respondeu à esposa:
- Nesse caso, vamos convidar fartura. Deixe-o vir e encher nossa casa de abundância.
A esposa discordou dizendo:
- Meu querido, por que não convidamos o sucesso?
A cunhada, que ouvia do outro canto da casa, apresentou sua sugestão:
- Não seria melhor convidar o amor? Nossa casa então ficará cheia de amor.
- Atendamos ao conselho da nossa cunhada, disse o marido para a esposa. - Vá lá fora e diga ao amor que ele é nosso convidado.
A mulher saiu e perguntou aos três homens:
- Qual de vocês é o amor?
O ancião que representava o amor apresentou-se e ela o convidou:
- Por favor entre, e seja nosso convidado.
O amor levantou-se e seguiu em direção à casa. Os outros dois também se levantaram e o seguiram.
Surpresa, a senhora lhes falou:
- Convidei apenas o amor, por que vocês entraram?
Os velhos homens responderam juntos:
- Se você convidasse a fartura ou o sucesso, os outros dois esperariam aqui fora, mas como você convidou o amor, onde ele for, iremos com ele.

E é por isso que onde estiver o amor, também estará a fartura e o sucesso.
O amor é o ilustre convidado do qual nunca deveríamos nos esquecer.
Onde o amor se faz presente não há lugar para dúvida nem para outros visitantes indesejáveis, pois só ele atrai todas as demais virtudes que nos trazem a felicidade.
Não é outro o motivo pelo qual Jesus viveu e recomendou o amor em todos seus ditos e feitos.

"Ante o amor, a dificuldade torna-se desafio, a dor faz-se teste, a enfermidade constitui resgate, a luta se converte em experiência, a ingratidão ensina, a renúncia liberta, a solidão prepara e o sacrifício santifica..."

Fonte: www.reflexao.com.br
[imagem da web]

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Oração para cura física



"Que o mesmo Deus da paz vos santifique totalmente. Que todo o vosso ser, espírito alma e corpo sejam conservados irrepreensíveis para a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo" (1Tes 5,23)

Jesus, Tuas mãos e Teus pés foram transpassados. Transpassado, também, foi o Teu lado. Tudo foi transpassado para que fôssemos curados, para que nosso corpo, templo do Espírito Santo, fosse purificado. Jesus, por causa da tua paciência nos sofrimentos, dá-nos a cura! Cura da impaciência nossos doentes e os que os socorrem. Tu sabes que no sofrimento perde-se a calma. Devolve-nos o amor, para que possamos suportar a dor, como Tu mesmo a suportaste.
Jesus, Filho de Davi, tem piedade de nós!
Jesus, sobre Tua cabeça recebeste a coroa de espinhos e duros golpes. Cura as dores que eu possa ter na cabeça, em virtude de Tuas chagas e da coroa de espinhos.
Jesus, Filho de Davi, tem piedade de nós!
Fechaste os olhos. Devolve a visão aos cegos.
Jesus, Filho de Davi, tem piedade de nós!
Jesus, obedecias ao Pai, ouvias a Sua Palavra e O glorificavas com Teus lábios. Restitui-nos os ouvidos e a fala. Cura os surdos e os mudos.
Jesus, Filho de Davi, tem piedade de nós!
Jesus, por Tuas mãos e pés transpassados pelos cravos, cura toda espécie de paralisia. Abre, também, as mãos que se fecharam em punhos.
Jesus, Filho de Davi, tem piedade de nós!
Jesus, abriram o Teu peito e perfuraram o Teu coração. Cura o nosso coração enfermo, os distúrbios de circulação, as doenças do sangue, as enfermidades ósseas.
Jesus, Filho de Davi, tem piedade de nós!
Jesus, sofreste inocentemente. Rogo-Te pelos que padecem a indiferença daqueles que não têm coração e são prepotentes. Cura-os, Jesus!
Jesus, Filho de Davi, tem piedade de nós!
Maria, estamos contigo aos pés da cruz. Tu conheces nossas aflições, problemas, dores e os sofrimentos da nossa alma. Ó Mãe da consolação, quanto Te agradeço por não me achar sozinho! Obrigado por estares comigo na dor e na cruz. Ó Maria, como Mãe carinhosa, envolve-nos, prepara-nos, lava-nos e purifica-nos, a fim de que estejamos prontos para servir Nosso Senhor e sejamos disponíveis entre nós.
[Pai Nosso, Ave Maria, Glória-ao-Paí.]
A bênção da paz, do amor, da misericórdia e a bênção da saúde espiritual e física desçam agora da cruz sobre mim e sobre o mundo inteiro!
Em nome do Pai, do Filho † e do Espírito Santo. Amém!

[imagem da web]

sábado, 23 de janeiro de 2010

São Rafael Arcanjo



A Bíblia só menciona por seu nome a três dos sete Arcanjos que, segundo a tradição judaico=cristã, estão mais perto do trono de Deus: Miguel, Gabriel e Rafael.
No Livro de Tobias conta que quando Tobit, pai de Tobias e homem de grande caridade e esmolas, passou pela provação da cegueira e da provação de todos lhe questionarem a fé, juntamente quando Sara era atormentada por um demônio que matava seus maridos nas núpcias, rezaram a Deus e foram ouvidos, foi Rafael que foi enviado.
São Rafael tomou a forma humana e se fez chamar Azarías. Este, acompanhou a Tobías em sua viagem, ajudou-o em suas dificuldades, guiou-o por todo o caminho, encontrou uma esposa de sua linhagem para ele se casar, e lhe explicou como podia casar-se com a Sara sem perigo algum. Por fim ao retornarem explicou como Tobias poderia curar seu pai da cegueira. No livro de Tobías o próprio Arcanjo se descreve como "um dos sete que estão na presença do Senhor".
Seu nome significa "Deus te cura". Este Arcanjo tem como sua principal característica ajudar na cura dos doentes e, por isso, é o guardião da saúde. Ele age principalmente nas instituições sociais, nos hospitais e até mesmo em casas que estejam precisando de sua ajuda.
Além de influenciar na saúde física dos seres humanos, este arcanjo também age sobre a saúde do espírito, ou seja, está sempre procurando confortar as pessoas nas horas de desespero e acalmar os sofrimentos interiores. Além disso, também é o responsável e guardião dos talentos criativos.
Na Bíblia Sagrada, o Arcanjo Rafael é citado no Livro de Tobias, que faz parte do Antigo Testamento. Foi o Arcanjo enviado por Deus para curar a cegueira de Tobias e acompanhá-lo numa longa e perigosa viagem para conseguir uma esposa. Rafael, junto a Miguel e Gabriel simbolizam a fidelidade, o poder e a glória dos anjos.

[Fonte: web]

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

São Gabriel Arcanjo



São Gabriel (Homem, confidente de Deus) é um dos anjos que assistem diante de Deus (Lc 1, 19). São João Evangelista fala diversas vezes nos sete espíritos, nos sete anjos que viu em pé diante de Deus. (Apoc. 1, 4 – 8, 2). Com razão São Gabriel é chamado o anjo da Redenção, porque sua Missão, tanto no Antigo como no Novo Testamento se relaciona com a vinda do Salvador.
Ao profeta Daniel foi o arcanjo Gabriel que lhe explicou a visão que teve do carneiro e do bode (Dan. 8, 1). Importantes são as revelações sobre a época de o Messias aparecer. Diz o capítulo 9 do livro de Daniel: “Eis que Gabriel me tocou no tempo do sacrifício da tarde... e disse: “Daniel, eu vim para te ensinar e para que tu entendas os desígnios de Deus... Setenta semanas (de anos) foram decretadas sobre o teu povo e sobre a tua cidade santa, a fim de que a prevaricação se consume, e o pecado tenha seu fim, e a iniquidade se apague, e a justiça eterna seja trazida, e as visões e profecias se cumpram, e o Santo dos santos seja ungido... Desde a saída da ordem para Jerusalém ser edificada até ao Cristo chefe, passarão sete semanas e sessenta e duas semanas; e depois será morto o Cristo, e o povo que o há de negar, não será mais seu”.
Por três modos nos é dado cumprir este nosso dever junto ao grande arcanjo. Primeiro dando graças a Deus por ter designado este seu mensageiro e o ter adornado de tantos dons e com tanta magnificência. Como todos os santos anjos, São Gabriel nos honra, nos ama, e sempre pronto está para nos beneficiar, visto que o próprio Deus tanto nos tem honrado e amado. “Os Anjos, diz São Paulo, são enviados para exercer o seu ministério ajudando-nos a ter parte com eles na herança da salvação”. (Heb. 1-14).
Segundo: imitar, na medida do possível, o seu exemplo. O serviço mais nobre reservado aos santos anjos, Deus Nosso Senhor o caracteriza nestes termos: eu vos digo que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem. (Jo. 1, 51.) Em outras palavras: servidores que são do Salvador, com amor e dedicação se lhe oferecem, para conduzir os homens ao conhecimento da verdade e a participação da graça divina. Vimos, quantas vezes desceu sobre o Filho do Homem. Foi ele o primeiro a pronunciar e fazer conhecer o doce nome de Jesus. Grande e inestimáveis coisas disse ele de Cristo Nosso Senhor.
Felizes de nós se, querendo imitar o seu exemplo e ter parte na sua glória, nos dispusermos a tornar conhecido e amado o nome de Jesus entre os homens, e para isto não nos negarmos a rezar, trabalhar e sofrer. As palavras do anjo ao profeta Daniel: “Eis um homem de complacência de Deus” (Dan. 9. 23; 10. 11) e a Zacarias: “Tua oração foi ouvida” (Lc. 1, 13) são a prova de que os anjos observam e acompanham as boas obras dos homens.
Em terceiro lugar temos no Arcanjo São Gabriel um modelo de veneração e amor a Maria Santíssima; pois foi ele que pronunciou a primeira “Ave Maria”, e com quanto respeito, com quanta devoção e amor não o fez! Em cada “Ave Maria”, que rezamos, poderá o arcanjo São Gabriel servir-nos de modelo. Pronunciando sua palavras, imitemo-lo também na sua devoção, no seu amor à Mãe de Deus.

[Fonte: web]

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

São Miguel Arcanjo



São Miguel Arcanjo, cujo nome significa "quem como Deus", é considerado o chefe dos exércitos celestiais e o padroeiro da Igreja Católica Universal. É o anjo do arrependimento e da justiça. Ele é citado na Bíblia Sagrada tanto no antigo quanto no novo testamento:
Primeiro no capítulo 12 do livro de Daniel, onde lemos: "Ao final dos tempos aparecerá Miguel, o grande Príncipe que defende os filhos do povo de Deus. E então os mortos ressuscitarão. Os que fizeram o bem, para a Vida Eterna, e os que fizeram o mal, para o horror eterno".
No capítulo 12 do Livro do Apocalipse encontramos o seguinte: "Houve uma grande batalha no céu. Miguel e seus anjos lutaram contra Satanás e suas legiões, que foram derrotadas, e não houve lugar para eles no céu. Foi precipitada a antiga serpente, o diabo, o sedutor do mundo. Ai da terra e do mar, porque o demônio desceu a vós com grande ira, sabendo que lhe resta pouco tempo".
A milenar Tradição dos santos, a partir das várias passagens bíblicas, fala desta batalha quando da queda dos anjos. Lúcifer, cego pelo orgulho, desafia Deus achando-se mais forte que o mesmo. E consegue convencer um terço dos anjos do céu. É então que se levanta São Miguel, um dos anjos de Deus, e se põe em batalha na defesa de Deus, o mais humilde, o mais simples, é dele que viria o grito “quem como Deus”. E houve a grande batalha que derruba lúcifer e seus anjos do céu. São Miguel é tido então, como chefe dos exércitos de Deus.
Na carta de São Judas, lê-se: "O Arcanjo Miguel, quando enfrentou o diabo, disse: "Que o Senhor o condene". Por isso São Miguel é mostrado atacando o dragão infernal.
A Igreja Católica tem uma grande devoção por São Miguel Arcanjo, especialmente para pedir-lhe que nos livre das ciladas do demônio e dos espíritos maléficos. E quando o invocamos, ele nos defende, com o grande poder que Deus lhe concedeu, e nos protege contra os perigos, as forças do mal e os inimigos.

[Fonte: web]

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Eclesiástico



Eclesiástico 22, 33 e 23, 1-6

Quem porá uma guarda à minha boca, e um selo inviolável nos meus lábios, para que eu não caia por sua causa, e para que minha língua não me perca?
Senhor, meu pai e soberano de minha vida, não me abandoneis ao conselho de meus lábios, e não permitais que eles me façam sucumbir.
Quem fará sentir o chicote em meus pensamentos, e em meu coração a doutrina da sabedoria, para eu não ser poupado nos pecados por ignorância, a fim de que esses erros não apareçam?
Para que não aumentem as minhas omissões, e não se multipliquem as minhas ignorâncias, e eu não caia diante de meus adversários, e não escarneça de mim o meu inimigo?
Senhor, meu pai e Deus de minha vida, não me abandoneis às suas sugestões;
não me deis olhos altivos e preservai-me da cobiça!
Afastai de mim a intemperança! Que a paixão da volúpia não se apodere de mim e não me entregueis a uma alma sem pejo e sem pudor!

[imagem da web]

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Vencedor



Álvaro Tito

Vencedor, Vencedor eu sou
Pois Jesus Cristo me amou
Redimido e lavado eu sou
No sangue que Jesus derramou,
Surjam lutas e provações, na batalha os campeões
São os servos de Jeová
Revestido de poder,
Eu vou todo mal vencer (todo mal vencer)
Pois Deus Vitória já me dá.

[imagem da web]

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Mude o Seu Caminho



Em suas reflexões sobre as experiências do ser humano, o escritor norte-americano Aldous Huxley declarou: "Experiência não é o que acontece com um homem; é o que o homem faz com o que lhe acontece".
Em outras palavras: Deus nos concede oportunidades para mudarmos de caminho, e espera que façamos a escolha certa.
Os ninivitas, por exemplo, escaparam da destruição porque se arrependeram dos seus pecados e se converteram ao Senhor (Jonas 3:5,10). Deus tem poder para salvar o homem que crê e aceita a Cristo como Salvador.
Não fique aprisionado pelos traumas nem se entregue aos sentimentos de angústia. Peça ao Senhor que cure o seu coração amargurado. Tome uma sábia decisão: deposite sua total confiança em Jesus Cristo.
Clame ao Senhor neste dia, como fez o cego de Jericó; profetize neste dia o fim da situação difícil que você está enfrentando. Toque na orla do vestido de Jesus, como fez a mulher que sofria de fluxo hemorrágico, e seja curado de suas enfermidades físicas e da alma. Levante-se diante das tempestades da vida e deixe Jesus Cristo mudar o seu caminho e lhe conhecer a vitória.
Pr. Silas Malafaia

[imagem da web]

domingo, 17 de janeiro de 2010

Castelo de areia



Num dia de verão, estava na praia, observando duas crianças brincando na areia. Elas trabalhavam muito, construindo um castelo de areia, com torres, passarelas e passagens internas. Quando estavam quase acabando, veio uma onda e destruiu tudo, reduzindo o castelo a um monte de areia e espuma. Achei que as crianças cairiam no choro, depois de tanto esforço e cuidado, mas tive uma surpresa. Em vez de chorar, correram para a praia, fugindo da água, sorrindo, de mãos dadas e começaram a construir outro castelo...

Compreendi que havia recebido uma importante lição: gastamos muito tempo de nossas vidas construindo alguma coisa. E mais cedo ou mais tarde, uma onda poderá vir e destruir o que levamos tanto tempo para construir. Mas quando isso acontecer, somente aquele que tem as mãos de alguém para segurar, será capaz de Sorrir!!!
Tudo é feito de areia; só o que permanece é Jesus!
Então diante deste exemplo brilhante das criancinhas... Não deixe que a onda de hoje destrua seu castelo construído. Seja guerreiro de Deus, não desanime, continue, persista, construa novos castelos, novas pontes com a base que é Jesus e desta forma serás muito feliz!

[imagem da web]

sábado, 16 de janeiro de 2010

Oração de Perdão [3]



Senhor Jesus, peço-Vos hoje a graça de perdoar. Senhor, eu Vos perdoo pelas vezes em que a morte, a enfermidade e as dificuldades financeiras abateram minha família e por aquilo que me pareceu um castigo e que, segundo diziam era a vontade de Deus. Tornei-me amargo e rebelde. Purificai hoje meu coração e minha mente, Senhor Jesus.
Senhor, perdoo a mim próprio por mergulhar na superstição, usar tábuas de comunicação com espíritos, ler horóscopos, ir a sessões espíritas, consultar cartomantes, ler as mãos e usar amuletos. Rejeito todas essas superstições e Vos aceito como meu Senhor e Salvador. Comunicai-me Vosso Espírito Santo.
Senhor, perdoo à minha mãe pelas vezes que me magoou, ficou ressentida e zangada comigo, me puniu, preferiu meus irmãos e irmãs a mim, me chamou de tolo, feio, estúpido, o pior de seus filhos. Eu lhe perdoo por ter dito que eu dava muita despesa, era malquisto, um acidente, um erro, que não era o que ela esperava.
Perdoo ao meu pai pela falta de amor, de afeição, de atenção e de companhia. Dou-lhe meu perdão por suas brigas, discussões, abandonos, ausências de casa; por se haver divorciado de minha mãe, por suas bebedeiras, pelas suas ásperas críticas.
Senhor, perdoo aos meus irmãos e irmãs, aos que me rejeitaram, me caluniaram, me odiaram, me detestaram, disputaram o amor dos meus pais, me agrediram, foram severos demais comigo e tornaram minha vida desagradável.
Senhor, perdoo à minha esposa (ao meu marido) pela falta de amor, de atenção e de comunicação; por seus defeitos, debilidades, falhas e outros atos ou palavras que me prejudicaram e perturbaram.
Senhor perdoo aos meus filhos pela falta de respeito, pela desobediência, pelo pouco amor, cordialidade e compreensão; pelos seus vícios e afastamento da Igreja.
Senhor, perdoo aos meus parentes próximos, meus avós, tios, além de outros que têm interferido em minha família, causando confusão, colocando meus pais um contra o outro.
Senhor, perdoo aos parentes, especialmente minha sogra e meu sogro, cunhados e cunhadas, além das pessoas que se tornaram meus parentes em virtude de meu casamento, que de algum modo me ofenderam.
Senhor, perdoo aos meus colegas de trabalho que são desagradáveis e tornam a minha vida insuportável, empurram-me trabalho que não me compete, falam mal de mim, não cooperam comigo, tentam tirar meu emprego.
Também meus vizinhos devem ser perdoados, Senhor, pois eles são barulhentos, dão festas à noite, têm cães que latem o tempo todo e que não me deixam dormir. Eles me importunam com suas brigas e mexericos.
Senhor, perdoo a todos os padres, a todas as freiras, a todos os bispos, à minha paróquia, às paróquias do passado, aos conselhos paroquiais e a todas as conferências da Igreja e à Igreja Católica Romana, por todas as suas mudanças, falta de apoio, mesquinhez, maus sermões, falta de cordialidade; por não me apoiarem como devem, não me inspirarem, não me utilizarem em posição-chave não me utilizando no melhor de minhas capacidades, e por quaisquer aborrecimentos que hajam infligido a mim ou à minha família, mesmo em um passado distante.
Senhor, perdoo a todos aqueles que têm convicções diferentes, àqueles que, mantendo pontos de vistas políticos opostos aos meus, me atacaram, ridicularizaram, discriminaram, caçoaram de mim, me ofenderam por causa de minha situação econômica.
Perdoo a todos os profissionais que me prejudicaram de algum modo: médicos, enfermeiras, advogados, juízes, políticos e funcionários públicos.
Perdoo a todos os que me prestam serviços: policiais, bombeiros, motoristas de ônibus, assistentes sociais e, muito especialmente, mecânicos de automóveis e técnicos de TV que me enganaram.
Perdoo ao meu empregador que não me paga suficientemente, não aprecia meu trabalho, é descortês e pouco razoável, ranzinza, implicante e, além de tudo, não me promove.
Perdoo, Senhor, a todos os professores da escola e a todos os instrutores do passado ou do presente. Também àqueles que me insultaram, me humilharam, zombaram de mim, me chamaram de tolo e me prenderam depois da aula.
Senhor, perdoo aos amigos que me decepcionaram, perderam contato comigo, não se prontificaram quando precisei de ajuda, pediram-me dinheiro emprestado e não pagaram.
Senhor, rezo especialmente pela graça de perdoar àquela pessoa que mais me prejudicou na vida e rezo em especial para que eu possa perdoar a mim próprio por haver magoado meus pais, por me ter embebedado, por usar drogas, pelos pecados contra a pureza, pelos maus livros e filmes, e pela fornicação, adultério, homossexualidade, abortos, furtos, mentiras, tapeações, fraudes.
Senhor, suplico o perdão de todas essas pessoas pelas mágoas que lhes causei, especialmente meu pai, minha mãe, meu cônjuge e meus filhos. Agradeço-Vos, Senhor, pelo amor que recebi por meio deles.
Amém.

DEGRANDIS, Pe. Robert, SSJ. A cura pela missa. São Paulo, Loyola, 1987. p. 27-9.

Se agora você se sente melhor física, psicológica ou espiritualmente, é porque você acabou de ter uma experiência de cura por meio do perdão. Deve estar se sentindo mais leve e tranquilo. Se não, recomendo que leia diariamente essa oração, bem devagarinho, durante nove dias. É uma novena. Peço ao Espírito Santo que o guie, que abra seu coração e a sua mente, por meio do processo do perdão.

[imagem da web]

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Intenção Missionária



Para que cada fiel em Cristo tome consciência de que a unidade entre todos os cristãos é uma condição para tornar mais eficaz o anúncio do Evangelho” – Comentário à Intenção Missionária do mês de janeiro de 2010.
Cidade do Vaticano (Agência Fides)
A unidade de todos os discípulos de Cristo é um dos desejos mais profundos do seu coração. Já na Última Ceia, o Senhor manifesta aos seus Apóstolos, neste ambiente íntimo e confidencial, o seu desejo de unidade. Esse desejo transforma-se em súplica confiada ao Pai: “Para que todos sejam um” (Jo 17,21). Todos nós somos chamados a nos unirmos na oração de Nosso Senhor Jesus Cristo e a rezar intensamente pela unidade. Todo o Mistério pascal de Jesus está orientado para esse fim. Ele morrerá, como profetizou Caifa mesmo sem sabê-lo, “para reunir os filhos de Deus que estavam dispersos” (Jo 11,52).
No dia 25 de janeiro de 2008, na Basílica de São Paulo fora dos Muros, o Santo Padre Bento XVI, afirmava: “Na conclusão da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, estamos ainda mais conscientes do quanto a obra de recomposição da unidade, que requer toda a nossa energia e esforço, seja, contudo, infinitamente superior às nossas possibilidades. A unidade com Deus e com os nossos irmãos e irmãs é um dom que vem do Alto, que parte da comunhão do amor entre Pai, Filho e Espírito Santo e que a essa se soma e se aperfeiçoa”. Ao tomarmos consciência de que a unidade é um dom que somente Deus pode conceder, a nossa oração deve tornar-se mais intensa ao pedir esta graça.
A unidade possui em si uma força apostólica incomparável. Nas primeiras comunidades cristãs que nos são descritas por Tertuliano, o amor entre os fiéis era a sua força de conquista: “vede como se amam”. A divisão produz, aos olhos de quem vê, uma grande desconfiança. Não se pode sentir atração por compartilhar a vida e a fé com aqueles que estão divididos. A unidade provém do amor e é manifestação dele, e o amor fascina sempre. A caridade é o vínculo da unidade consumada. A falta de unidade enfraquece imensamente o anúncio do Evangelho.
Por esse motivo, diante da divisão, devemos estar conscientes de que a unidade requer uma conversão. Ao falar desta conversão, o Santo Padre Bento XVI explica que “a conversão tem duas dimensões. Primeiro, conhece-se e reconhecem-se as culpas na luz de Cristo, e esse reconhecimento torna-se dor e arrependimento, desejo de um novo início. No segundo momento, reconhece-se que esse novo caminho não pode vir a partir de nós mesmos. Consiste em se deixar conquistar por Cristo”. (Festa da Conversão de São Paulo, 25 de janeiro de 2009). No caso de São Paulo, a sua conversão não foi a passagem de uma vida imoral para uma moralidade completa, mas consistiu em ser conquistado pelo amor de Cristo, em renunciar à própria perfeição. “Somente nesta renúncia a nós mesmos, nesta conformidade com Cristo, podemos estar unidos também entre nós. É a comunhão com Cristo ressuscitado que nos dá a unidade.” (ib.)
A Igreja nasceu como fruto do Mistério pascal de Cristo, por ação do Espírito Santo. Os Apóstolos estavam em oração com Maria, reunidos ao redor d’Ela. Aquilo que era memória viva de Jesus converte-se em vínculo de unidade para os que o amam. Pedimos a Maria, a Mãe da Unidade, que interceda junto a seu Filho para conseguir alcançar a ansiada unidade entre os seguidores de Cristo.
(Agência Fides 28/12/2009)

9imagem reflejosdeluz.net]

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Profeta Jeremias 17, 5-8



Eis o que diz o Senhor: Maldito o homem que confia em outro homem, que da carne faz o seu apoio e cujo coração vive distante do Senhor! Assemelha-se ao cardo da charneca e nem percebe a chegada do bom tempo, habitando o solo calcinado do deserto, terra salobra em que ninguém reside.
Bendito o homem que deposita a confiança no Senhor, e cuja esperança é o Senhor.
Assemelha-se à árvore plantada perto da água, que estende as raízes para o arroio; se vier o calor, ela não temerá, e sua folhagem continuará verdejante; não a inquieta a seca de um ano, pois ela continua a produzir frutos.

[imagem da web]

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Grande és Tu



Senhor meu Deus,
Quando eu maravilhado,
Fico a pensar nas obras de Tuas mãos
O céu azul de estrelas pontilhado,
O seu poder mostrando a criação.

Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.
Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.

Quando a vagar nas matas e florestas
O passaredo alegre ouço a cantar
Cruzando os montes, vales e florestas
O Teu poder mostrando a criação.

Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.
Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.

Quando eu medir o Teu amor tão grande
Teu Filho dando ao mundo pra salvar
Na cruz verteu seu precioso sangue
Minh'alma pôde assim purificar.

Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.
Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.

E quando enfim, Jesus vier em Glória
E ao lar celeste então me transportar
Eu adorarei, prostrado e para sempre
Quão grande és Tu, meu Deus, hei de cantar.

Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.
Então minh'alma canta a Ti, Senhor. Quão Grande és Tu.

[imagem da web]

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Confia sempre



Não percas a tua fé entre as sombras do mundo.
Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por sua luz celeste, acima de ti mesmo.
Crê e trabalha.
Esforça-te no bem e espera com paciência.
Tudo passa e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá.
De todos os infelizes, os mais desditosos são os que perderam a confiança em Deus e em si mesmos, porque o maior infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo.
Eleva, pois, o teu olhar e caminha.
Luta e serve.
Aprende e adianta-te.
Brilha a alvorada além da noite.
Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando- te com a aflição ou ameaçando-te com a morte...
Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.
F. Xavier

[imagem da web]

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A decisão é sua



Numa vila da Grécia, vivia um sábio muito famoso por saber sempre a resposta para todas as perguntas que fossem feitas a ele.
Um dia, um jovem adolescente, conversando com um amigo, disse:
- Eu acho que sei como enganar o sábio. Vou pegar um passarinho e o levarei, dentro da minha mão. Então, perguntarei a ele se o passarinho está vivo ou morto, se ele disser que está vivo, espremo o passarinho, mato-o e deixo-o cair no chão; mas se ele disser que está morto, abro a mão e o deixo voar.
Assim, o jovem chegou perto do sábio e perguntou-lhe:
- Sábio, o passarinho em minha mão está vivo ou morto?
O sábio olhou para o rapaz e disse:
- Meu jovem, a resposta está em suas mãos! Depende de você!

[imagem da web]

sábado, 9 de janeiro de 2010

Oração Reparadora ao Imaculado Coração



Ó Coração Doloroso e Imaculado de Maria, transpassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso santo nome e vossas excelsas prerrogativas. Eis, prostrado a vossos pés, vosso indigno filho que, oprimido pelo peso das próprias culpas, vem arrependido, com ânimo de reparar as injúrias que, à maneira de penetrantes setas, dirigem contra vós os homens ousados e perversos. Desejo reparar com este ato de amor e submissão, que faço perante o vosso Coração amantíssimo, todas as blasfêmias que proferem contra vosso augusto nome, todas as ofensas que se fazem às vossas excelsas virtudes e todas as ingratidões com que os homens correspondem ao vosso maternal amor e inesgotável misericórdia.
Aceitai, ó Coração Imaculado, esta demonstração do meu fiel carinho e justo reconhecimento, com o firme propósito que faço de ser-vos fiel todos os dias de minha vida, de defender vossa honra quando a veja ultrajada e de propagar com entusiasmo vosso culto e vossas glórias.
Amém.

(Rezar três Ave-Marias em honra ao poder, sabedoria e misericórdia do puríssimo Coração de Maria, desprezado pelos homens.)

[imagem da web]

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

O jovem lenhador



Havia um jovem lenhador, cheio de vitalidade e motivação.
Em seu primeiro dia de trabalho, entusiasmou-se muito, pois havia derrubado 104 árvores. Vinte a mais do que a média de outros lenhadores.
No dia seguinte, fez 101 árvores tombarem, no outro, 97. E assim, dia após dia, seu esforço foi aumentando e a produtividade caindo cada vez mais.
Ao décimo dia, contou, muito cansado, 79 árvores no chão. Parou e foi pedir ajuda. E ela veio. O mais experiente dos lenhadores ensinou:
- Sua dedicação é maravilhosa e surpreendente, mas quantas vezes você parou para afiar o machado?

[imagem da web]

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Cura da insônia



“Apenas me deito, logo adormeço em paz, porque a segurança de meu repouso vem de Vós só, Senhor.” (Sl 4,9).

Senhor, Deus e Pai de misericórdia, em nome de Vosso Filho Nosso Senhor Jesus, venho vos pedir a restauração de todo meu ser, de minha integridade física e espiritual, e a libertação emocional e afetiva que tanto preciso....
Só Vós conheceis o mais íntimo de mim e quando esta insônia começou.
Vós podeis, pela graça de Vosso Santo Espírito, atingir as causas mais profundas desta insônia e das perturbações que tenho durante o sono.
Liberta-me das conseqüências deste mal, curando-me o cansaço, a insegurança, o medo e a tristeza, restaurando-me física, emocional e espiritualmente, como vosso filho que sou, para que eu possa Vos amar sempre mais e Vos servir com alegria cada dia de minha vida. Obrigado, Pai!
Pai-Nosso, Glória ao Pai.

[imagem da web]

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

A Folia de Reis



"Ó de casa,
nobre gente,
escutai
e ouvirei!
Lá das bandas
do Oriente
são chegados
os três Reis!"

A toada cheia de fé e anúncio, roupas coloridas, brilho, fitas e espelho, a visita às casas, vilas e cidades, flores, bilhetes, a bandeira, a reza, o beijo no estandarte, o interior de Minas, São Paulo, Goiás, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Paraná, recria a peregrinação dos três Reis Magos - Belchior, Baltazar e Gaspar - que vão até Belém para adorar o Deus Menino. A chegada, a acolhida, os presentes, o ouro da realeza, o incenso da divindade e a mirra da humanidade. A estrela-guia, roupas, instrumentos e cores, o ciclo natalino, o Deus que vem abençoar família, criação, roça, horta e cômodos, os bens terrestres e os bens da crença: a promessa atendida e cumprida, graça recebida, adjutório... Deus na Terra da gente!

Frei Vitório Mazzuco Filho, OFM - São Paulo/SP
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus


[imagem reflejosdeluz.net]

Dia dos Reis Magos


[imagem reflejosdeluz.net]

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

O Reino dos céus



Evangelho de São Mateus 13, 44-49

O Reino dos céus é também semelhante a um tesouro escondido num campo.
Um homem o encontra, mas o esconde de novo. E, cheio de alegria, vai, vende tudo o que tem para comprar aquele campo.
O Reino dos céus é ainda semelhante a um negociante que procura pérolas preciosas.
Encontrando uma de grande valor, vai, vende tudo o que possui e a compra.
O Reino dos céus é semelhante ainda a uma rede que, jogada ao mar, recolhe peixes de toda espécie.
Quando está repleta, os pescadores puxam-na para a praia, sentam-se e separam nos cestos o que é bom e jogam fora o que não presta.
Assim será no fim do mundo:
Os anjos virão separar os maus do meio dos justos.

[imagem da web]

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Forte Campeão



Cassiane

Saia deste grande abismo, deste mar de solidão
Deus não te fez pra isso, pra viver na escravidão
Olhe para o céu
Ninguém foi capaz de suportar a cruz como o meu Jesus
Derramou seu sangue puro e por isso eu asseguro
Se você crer, ouça o que vou lhe dizer
Ele vai abrir a porta pra você, igual a Jesus Cristo não há
Pode transformar todo o teu ser, Ele é o leão da tribo de Judá
O inferno se levanta pra cair, o mal não pode resistir
Todo poder está em suas mãos, pra fazer do fraco um forte campeão
Abra o coração deixa Jesus encher todo teu ser
Ele te ama e quer cuidar de você Jesus é fiel
Nova criatura em Cristo você será
Vai mudar a sua vida, cicatrizar toda ferida
Mais que vencedor o Senhor te fará pode acreditar

[imagem da web]

domingo, 3 de janeiro de 2010

Em seu benefício



Não se agaste com o ignorante; certamente, não dispõe ele das oportunidades que iluminaram seu caminho.
Evite aborrecimentos com as pessoas fanatizadas; permanecem no cárcere do exclusivismo e merecem compaixão como qualquer prisioneiro.
Não se perturbe com o malcriado; o irmão intratável tem, na maioria das vezes, o fígado estragado e nervos doentes.
Ampare o companheiro inseguro; talvez não possua o necessário, quando você detém excessos.
Não se zangue com o ingrato; provavelmente, é desorientado ou inexperiente.
Ajude ao que erra; seus pés pisam o mesmo chão, e, se você tem possibilidades de corrigir, não tem o direito de censurar.
Desculpe o desertor: ele é fraco e mais tarde voltará à lição.
Auxilie o doente; agradeça ao Divino Poder o equilíbrio que você está conservando.
Esqueça o acusador; ele não conhece o seu caso desde o princípio.
Perdoe ao mau; a vida se encarregará dele.

André Luiz

sábado, 2 de janeiro de 2010

Na hora certa



Certa vez ouvi uma história contada por um velho amigo que gostava de fazer passeios de barco.
Ele estava em um de seus passeios e ao caminhar pelo navio, viu um dos membros da tripulação escalando as cordas, indo até o "ninho do corvo".
Quando estava na metade da escalada, o navio balançou, pendeu para um lado e ele foi jogado ao mar.
Quando bateu na água, começou a gritar por ajuda enquanto batia os braços descontroladamente, se esforçando para sobreviver.
Meu amigo viu que um marinheiro observava o homem na água de forma calma e tranquila, sem esboçar nenhuma reação.
Após um curto tempo o homem na água se cansou e começou a afundar.
Imediatamente o marinheiro que observava tranquilo saltou ao mar e salvou a vítima que se afogava.
Depois que ambos estavam em segurança a bordo, meu amigo foi até o marinheiro que fez o resgate e perguntou:
- Porque você esperou tanto tempo para saltar na água e salvar este homem?
Com a mesma calma, o marinheiro respondeu:
- Eu percebi que o homem lutava muito na água e era grande a possibilidade de ambos morrerem se eu saltasse rapidamente. Há muito tempo eu aprendi que é melhor deixá-lo lutar por algum tempo, e quando chegar ao fim de sua própria força, eu posso saltar na água e salvá-lo com segurança.

Você se sente como o homem que se afogava nesta história? Você caiu de seu lugar cheio de conforto e segurança, e você está lutando por sua sobrevivência? Você gritou pedindo a Deus para vir salvá-lo?
Jamais perca a fé! Deus só está lhe dando a oportunidade de salvar-se por si mesmo. Se suas forças chegarem ao fim, Deus saltará na água e salva-lo-á!

Atílio José de Souza
[imagem da web]

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Santa Mãe de Deus, Maria



Lc 2,16-21
No oitavo dia do Natal do Senhor a Igreja celebra a solenidade da Santa Mãe de Deus, Maria. Comemora-se ainda o início do ano civil. Desde Paulo VI, a Igreja costuma propor, cada ano, este dia como o Dia Mundial da Paz. A Liturgia da Palavra unifica todos esses aspectos como Bênção. Deus concedeu a bênção ao mundo através de Maria, a Mãe da Divina Graça, Jesus Cristo, no qual nos é dada a graça de sermos filhos e filhas de Deus. Deram-lhe o nome de Jesus, nome que inaugura a era da graça, em que todos são chamados a se tornarem, como Maria, mães do Senhor. Também os anos constituem tempo de graça, em que somos chamados a acolher e viver a paz que hoje nasceu para nós. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós.
Frei Alberto Beckäuser, OFM - Petrópolis/RJ
Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

[imagem da web]

Rosário de São Miguel Arcanjo



Modo de rezar este rosário:
sobre a medalha, reza-se:
Deus, vinde em nosso auxílio.
Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.
Glória ao Pai...

Primeira saudação:
Saudamos o primeiro coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos serafins, para que o Senhor nos torne dignos de sermos abrasados de uma perfeita caridade. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Segunda saudação:
Saudamos o segundo coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos querubins, para que o Senhor nos conceda a graça de fugirmos do pecado e procurarmos a perfeição cristã. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Terceira saudação:
Saudamos o terceiro coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos tronos, para que Deus derrame em nosso coração o espírito de verdadeira e sincera humildade. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Quarta saudação:
Saudamos o quarto coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das dominações, para que o Senhor nos conceda a graça de dominar nossos sentidos e de corrigir-nos das nossas más paixões. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Quinta saudação:
Saudamos o quinto coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das potestades, para que o Senhor se digne proteger nossa alma contra as ciladas e as tentações do demônio. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Sexta saudação:
Saudamos o sexto coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro admirável das virtudes, para que o Senhor não nos deixe cair em tentação, mas livre-nos de todo mal. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Sétima saudação:
Saudamos o sétimo coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos principados, para que o Senhor encha nossa alma do espírito de uma verdadeira e sincera obediência. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Oitava saudação:
Saudamos o oitavo coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos arcanjos, para que o Senhor nos conceda o dom da perseverança na fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória eterna do paraíso. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Nona saudação:
Saudamos o nono coro dos anjos, pedindo pela intercessão de São Miguel e do coro celeste de todos os anjos, para que sejamos guardados por eles nesta vida mortal, para sermos conduzidos por eles à glória eterna do céu. Amém.
*Rezar: Pai-Nosso, 3 Ave-Marias, Glória.

Reza-se no fim:
Um Pai-Nosso em honra a São Miguel Arcanjo.
Um Pai-Nosso em honra a São Gabriel.
Um Pai-Nosso em honra a São Rafael.
Um Pai-Nosso em honra a nosso Anjo da Guarda.

[imagem da web]

Postagens mais visitadas