.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

domingo, 29 de setembro de 2013

Súplicas Ardentes Aos Santos Anjos


Deus Uno e Trino, Onipotente e Eterno!
Antes de recorrermos aos Vossos servos, os Santos Anjos, prostramo-nos na Vossa presença e Vos adoramos: Pai, Filho e Espírito Santo.
-Bendito e louvado sejais por toda a eternidade!
Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, que tudo quanto por Vós foi criado Vos adore, Vos ame e permaneça no Vosso serviço!
E Vós, Maria, Rainha de todos os Anjos, aceitai benignamente as súplicas que dirigimos aos Vossos servos, apresentai-as ao Altíssimo – Vós que sois medianeira de todas as graças e a onipotência suplicante – a fim de obtermos graças, salvação e auxílio. Amém.

Poderosos Santos Anjos, que por Deus nos fostes concedidos para nossa proteção e auxílio, em Nome da Santíssima Trindade nós vos suplicamos:
-Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em Nome do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pelo poderosíssimo Nome de Jesus;
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos por todas as Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos por todos os martírios de Nosso Senhor Jesus Cristo:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pela Palavra Santa de Deus:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pelo Coração de Nosso Senhor Jesus Cristo:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome do amor que Deus tem por nós, pobres:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome da fidelidade de Deus por nós, pobres:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome da misericórdia de Deus por nós, pobres:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome de Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome de Maria Rainha do Céu e da Terra:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos em nome de Maria, vossa Rainha e Senhora:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pela vossa própria bem-aventurança:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pela vossa própria fidelidade
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos pela vossa luta na defesa do Reino de Deus:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nós vos suplicamos:
Protegei-nos com o vosso escudo!

Nós vos suplicamos
-Iluminai-nos com a vossa luz!

Nós vos suplicamos:
-Salvai-nos sob o manto protetor de Maria!

Nós vos suplicamos:
-Guardai-nos no coração de Maria!

Nós vos suplicamos:
-Confiai-nos às mãos de Maria!

Nós vos suplicamos:
-Mostrai-nos o caminho que conduz à porta da vida: o Coração aberto de Nosso Senhor!

Nós vos suplicamos:
-Guiai-nos com segurança à casa do Pai Celestial:

Todos vós, nove coros dos espíritos bem-aventurados:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Anjos da vida:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Anjos do Verbo de Deus:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Anjos do amor:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Nossos companheiros especiais e enviados por Deus:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Insistentemente vos suplicamos:
-Vinde depressa, socorrei-nos!

Porque o Sangue Preciosíssimo de Nosso Senhor e Rei clama que venhais em auxilio a nós, pobres:
-Insistentemente suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!

Porque o Coração de Nosso Senhor e Rei clama que venhais em auxilio a nós, pobres:
-Insistentemente suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!

Porque o Coração Imaculado de Maria, Virgem Puríssima e Vossa Rainha, clama que venhais em auxilio a nós, pobres;
-insistentemente suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!


São Miguel Arcanjo:
Vós, príncipe dos exércitos celestes, vencedor do dragão infernal, recebestes de Deus força e poder para aniquilar, pela humanidade, a soberba do príncipe das trevas.
Insistentemente vos suplicamos que nos alcanceis de Deus a verdadeira humildade de coração, uma fidelidade inabalável no cumprimento contínuo da vontade de Deus e uma grande fortaleza no sofrimento e na penúria. Ao comparecermos perante o tribunal de Deus socorrei-nos para que não desfaleçamos!

São Gabriel Arcanjo:
Vós, anjo da encarnação, mensageiro fiel de Deus, abri os nossos ouvidos para que possam captar até as mais suaves sugestões e apelos de graça emanados do Coração amabilíssimo de Nosso Senhor. Nós vos pedimos que fiqueis sempre junto de nós para que, compreendendo bem a Palavra de Deus e Suas inspirações, saibamos obedecer-lhe, cumprindo docilmente aquilo que Deus quer de nós. Fazei que estejamos sempre disponíveis e vigilantes. Que o Senhor, quando vier, não nos encontre dormindo!

São Rafael Arcanjo:
Vós que sois lança e bálsamo do amor divino, feri o nosso coração e depositai nele um amor ardente a Deus. Que a ferida não se apague nele para que nos faça perseverar todos os dias no caminho da caridade e do amor. Que tudo vençamos pelo amor!

Anjos poderosos:
E nossos irmãos santos que servis diante do Trono de Deus, vinde em nosso auxílio!
Defendei-nos de nós próprios, da nossa covardia e tibieza, do nosso egoísmo e ambição, da nossa inveja e falta de confiança, da nossa avidez na busca da abundância, do bem-estar e da estima pública! Desatai em nós as algemas do pecado e do apego às coisas terrenas.
Tirai dos nossos olhos as vendas que nós mesmos lhes pusemos e que nos impedem de ver as necessidades do nosso próximo e a miséria do nosso ambiente porque nos fechamos numa mórbida complacência de nós mesmos!
Cravai no nosso coração o aguilhão da santa ansiedade por Deus para que não cessemos de procurá-lO com ardor, contrição e amor!
Contemplai em nós o Sangue do Senhor, derramado por nossa causa!
Contemplai em nós as lágrimas de Vossa Rainha, choradas por nossa causa!
Contemplai em nós a pobre, desbotada e arruinada imagem de Deus, comparando-a com a imagem íntegra que Deus, no princípio, por amor, imprimiu na nossa alma!
Auxiliai-nos na luta contra o poder das trevas que, disfarçadamente, nos envolve e aflige!
Auxiliai-nos para que nenhum de nós se perca, permitindo assim que um dia nos reunamos todos, jubilosamente, na eterna bem-aventurança! Amém.

São Miguel, assisti-nos com vossos santos anjos:
-Ajudai-nos e rogai por nós!
São Rafael, assisti-os com vossos santos anjos
-Ajudai-nos e rogai por nós!
São Gabriel, assisti-nos com vossos santos anjos:
-Ajudai-nos e rogai por nós.
Amém.

[Imagem Google]

Não tente forçar uma resposta!


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Não tenhas receio


Não tenhas receio de amar demais a Santíssima Virgem Maria, pois jamais conseguirás amá-la o suficiente e Jesus ficará muito feliz, porque a Virgem Santíssima é sua Mãe.
Santa Teresa do Menino Jesus
[Imagem Google]

No mar infinito de paz


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Tomé


Tomé, um dos Doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Os outros discípulos disseram-lhe: Vimos o Senhor. Mas ele replicou-lhes: Se não vir nas suas mãos o sinal dos pregos, e não puser o meu dedo no lugar dos pregos, e não introduzir a minha mão no seu lado, não acreditarei!
Oito dias depois, estavam os seus discípulos outra vez no mesmo lugar e Tomé com eles. Estando trancadas as portas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse: A paz esteja convosco! Depois disse a Tomé: Introduz aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos. Põe a tua mão no meu lado. Não sejas incrédulo, mas homem de fé.
Respondeu-lhe Tomé: Meu Senhor e meu Deus!
Disse-lhe Jesus:
Creste, porque me viste. Felizes aqueles que creem sem ter visto!

[Imagem Google]

Aumenta-nos a fé, Senhor!


Para guardar a casa


COMIGO ESTÁ O SENHOR, NADA TEMO...


sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Mateus


São Mateus, 6


Guardai-vos de fazer vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles. Do contrário, não tereis recompensa junto de vosso Pai que está no céu.
Quando, pois, dás esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem louvados pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.
Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita.
Assim, a tua esmola se fará em segredo; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á.
Quando orardes, não façais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.
Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.
Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras.
Não os imiteis, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que vós lho peçais.
Eis como deveis rezar: PAI NOSSO, que estais no céu, santificado seja o vosso nome;
venha a nós o vosso Reino; seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje;
perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos que nos ofenderam;
e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.
Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará.
Mas se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai vos perdoará.
Quando jejuardes, não tomeis um ar triste como os hipócritas, que mostram um semblante abatido para manifestar aos homens que jejuam. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.
Quando jejuares, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto.
Assim, não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.
Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam.
Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam.
Porque onde está o teu tesouro, lá também está teu coração.
O olho é a luz do corpo. Se teu olho é são, todo o teu corpo será iluminado.
Se teu olho estiver em mau estado, todo o teu corpo estará nas trevas. Se a luz que está em ti são trevas, quão espessas deverão ser as trevas!
Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e à riqueza.
Portanto, eis que vos digo: não vos preocupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, pelo que vestireis. A vida não é mais do que o alimento e o corpo não é mais que as vestes?
Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam, nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas?
Qual de vós, por mais que se esforce, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida?
E por que vos inquietais com as vestes? Considerai como crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam.
Entretanto, eu vos digo que o próprio Salomão no auge de sua glória não se vestiu como um deles.
Se Deus veste assim a erva dos campos, que hoje cresce e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a vós, homens de pouca fé?
Não vos aflijais, nem digais: Que comeremos? Que beberemos? Com que nos vestiremos?
São os pagãos que se preocupam com tudo isso. Ora, vosso Pai celeste sabe que necessitais de tudo isso.
Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo.
Não vos preocupeis, pois, com o dia de amanhã: o dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado.

[Imagem Google]

Espere sempre o melhor


quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Colaboração


Ninguém realiza algo sem o apoio de alguém. Pensa nisso, a fim de que saibas angariar o concurso preciso na execução da tarefa a que te consagras.
Colaboração é reciprocidade.
A árvore protege a fonte e a fonte lhe alimenta as raízes. O solo acolhe a semente e a semente produz valores que o prestigiam.
Auxilia aos teus companheiros no cotidiano para que te possam auxiliar.
Criatura alguma concretiza esse ou aquele ideal sem aquelas outras que se lhes façam recursos de expressão.
E entendendo que todos nós – os espíritos interligados no aperfeiçoamento na terra – somos ainda seres em crescimento, não exijas cooperadores perfeitos para as realizações que demandas.
Sempre encontrarás companheiros no mundo que te apresentem falhas no mecanismo da ação.
Esse possui raciocínio rápido, mas não mostra apuro de sentimento. Aquele revela coração generoso, entretanto, ainda não percebe a necessidade de estudo. Outro comunica otimismo e entusiasmo. Outro comunica otimismo e entusiasmo, contudo parece tardar no culto à disciplina. Outro ainda é um modelo de honestidade, no entanto, não compreende, por agora, o impositivo da cortesia para a rentabilidade do serviço em andamento.
Ante a nossa própria condição de obreiros incompletos, aproveita as qualidades de cada qual e usa a paciência diante das imperfeições de cada um, observando que todos nos achamos em processo de evolução, à frente do futuro.
Recorda que a pedra é capaz de ferir, mas, se colocada em lugar certo da construção, é agente de solidez no edifício que se levanta. A força elétrica é suscetível de gerar incêndios destruidores, no entanto, se devidamente controlada, é manancial de energia e de luz.
Ampara a todos os irmãos que te cruzem o caminho, mas ampara especialmente aos que te amparam.
Nem Deus quis estar a sós na sustentação do Universo, pois chamou as suas próprias criaturas a participarem com Ele das Obras da Criação. E o próprio Jesus, na formação do cristianismo que se agiganta com os séculos, precisou de doze companheiros e entre os doze estavam três que mais profundamente lhe refletiam o coração.

Francisco Cândido Xavier - Do livro: Deus aguarda
[Imagem Google]

A pessoa que confia em Deus e em si mesma


domingo, 15 de setembro de 2013

Oração conforme Efésios 1, 17-19


Rogo ao Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória,
que me dê um espírito de sabedoria que me revele o seu conhecimento;
que ilumine os olhos do meu coração para que eu compreenda a que esperança eu fui chamado,
quão rica e gloriosa é a herança que Ele reserva aos santos,
e qual a suprema grandeza de seu poder para cada um que abrace a fé.
Amém.
 
Oração conforme Efésios 1, 17-19
 
[Imagem Google]

Estar sempre em atitude de oração


sexta-feira, 13 de setembro de 2013

As atitudes são mais importantes que os fatos.

 

ORAÇÃO PELO POVO OPRIMIDO


(Eclo 36,1-19)

Tende piedade de nós, ó Deus de todas as coisas, olhai para nós e fazei-nos ver a luz de vossa misericórdia!
Espargi o vosso terror sobre as nações que não vos procuram, para que saibam que não há outro Deus senão vós, e publiquem as vossas maravilhas!
Estendei vossa mão contra os povos estranhos, para que vejam o vosso poder.
Como diante dos seus olhos mostrastes vossa santidade em nós, assim também, à nossa vista, sereis glorificado neles, para que reconheçam, como também nós reconhecemos, que não há outro Deus fora de vós, Senhor!
Renovai vossos prodígios, fazei milagres inéditos,  glorificai vossa mão e vosso braço direito, excitai vosso furor e espargi vossa cólera; desbaratai o inimigo e aniquilai o adversário.
Apressai o tempo e lembrai-vos do fim, para que sejam apregoadas vossas maravilhas.
Devore o ardor da chama aquele que escapar, e sejam arruinados aqueles que maltratam o vosso povo.
Esmagai a cabeça dos chefes dos inimigos que dizem: “Só nós existimos!”
Reuni todas as tribos de Jacó, para que saibam que não há outro Deus senão vós, e publiquem vossas maravilhas!
Tomai-as como herança, assim como eram no começo.
Tende piedade de vosso povo, que é chamado pelo vosso nome, e de Israel, que tratastes como vosso filho primogênito.
Tende piedade da cidade que santificastes, de Jerusalém, cidade do vosso repouso.
Enchei Sião com vossas palavras inefáveis e o vosso povo com a vossa glória.
Dai testemunho em favor daqueles que são vossas criaturas desde a origem.
Tornai verdadeiros os oráculos que proferiam os antigos profetas em vosso nome.
Recompensai aqueles que vos esperam pacientemente, a fim de que vossos profetas sejam achados fiéis.
Ouvi as orações de vossos servos.
Segundo as bênçãos dadas a vosso povo por Aarão, conduzi-nos pelo caminho da justiça, para que todos os habitantes da terra saibam que vós sois o Deus que contempla os séculos.

 [Imagem Google]

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Eu plantei

 

O poder da oração é a manifestação da energia


Mãos


A vida é sempre
A harpa divina
Que podes tanger, miraculosamente,
Pela carícia de tuas mãos.

Quantas vezes, amigo(a),
Podes improvisar
O cântico da paz e a benção da ternura
Com o simples movimento
Dos teus braços irmãos?

Escutaste, algum dia,
A música do afeto
Que nasce, doce e pura,
No tenro coração
Da criança que ajudas?

Conheces, porventura,
O hino de esperança,
De alegria e de sol,
A erguer-se sem palavras
Da alma reconhecida
Aos teus gestos de amor?

Há sempre um mundo vasto
De júbilo infinito,
A nascer de teus braços,
Toda vez que arremessas
Minúsculas migalhas
De nobre auxílio aos outros.

Aprende, enquanto é cedo,
A plantar sem limites
A ventura de todos
No trabalho bendito
Do progresso e da paz,
Porque se as mãos inertes
Se fazem antenas mortas,
Os braços que elevam
No serviço comum
São sempre asas brilhantes
A desferirem voo,
No celeste caminho
Da harmonia e da luz.

Francisco Candido Xavier
[Imagem Google]

Espírito Infinito

 

Postagens mais visitadas