.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

terça-feira, 31 de março de 2009

No Caminho da Evolução


Senhor
Faze-me perceber
que o trabalho do bem
me aguarda em toda parte.
Não me consintas perder tempo,
através de indagações inúteis.

Lembra-me, por misericórdia,
que estou no caminho da evolução,
com os meus semelhantes,
não para consertá-los
e sim para atender
à minha própria melhoria.

Induze-me a respeitar
os direitos alheios,
a fim de que os meus
sejam preservados.

Dá-me consciência
do lugar que me compete,
para que não esteja a exigir da vida
aquilo que não me pertence.

Não me permitas sonhar
com realizações incompatíveis
com os meus recursos,
entretanto por acréscimo de bondade,
fortalece-me para a execução
das pequeninas tarefas
ao meu alcance.

Apaga-me os melindres pessoais,
de modo que não me transforme
em estorvo diante dos irmãos,
aos quais devo convivência
e cooperação.

Auxilia-me a reconhecer
que cansaço
e dificuldade
não podem
converter-me em pessoa intratável,
mas mostra-me, por piedade,
quanto posso fazer nas boas obras,
usando paciência e coragem,
acima de quaisquer provações
que me atinjam a existência.

Concede-me
forças para irradiar a paz
e o amor que nos ensinaste.

E, sobretudo, Senhor,
perdoa as minhas fragilidades
e sustenta-me a fé
para que eu possa estar
sempre em Ti,
servindo aos outros.

Assim seja.

Is 40, 9-13


Subi a uma alta montanha, para anunciar a boa nova a Sião.
Elevai com força a voz, para anunciar a boa nova a Jerusalém. Elevai a voz sem receio, dizei às cidades de Judá: Eis vosso Deus!
Eis o Senhor Deus que vem com poder, estendendo os braços soberanamente.
Eis com ele o preço de sua vitória; faz-se preceder pelos frutos de sua conquista; como um pastor, vai apascentar seu rebanho, reunir os animais dispersos, carregar os cordeiros nas dobras de seu manto, conduzir lentamente as ovelhas que amamentam.
Quem mediu o mar no côncavo da mão, quem com seus dedos abertos mediu os céus?
Quem com o alqueire mediu a matéria terrestre, pesou as montanhas no gancho, e as colinas na balança?
Quem determinou o espírito do Senhor, e que conselheiro lhe deu lições?
Profeta Isaías 40, 9-13

O Profeta Isaías já estava anunciando a chegada de Jesus!
Estamos na Quaresma: preparação para Páscoa.
Páscoa é a ressurreição de Jesus: passagem da morte para a vida!

Está próxima a Páscoa


Temos de aproveitar esta “semana maior”, como o tempo privilegiado de conversão, para uma ressurreição verdadeira.
A conversão sugerida na proximidade da Páscoa traz consigo a “mudança de vida”. Cada um olha para o seu caminho e repara em quanto é preciso mudar: na vida pessoal, no ambiente da família, no mundo do trabalho, na intervenção social, política ou económica e na exigência cultural. É esta mudança, exigente, voluntária, feliz que constitui a verdadeira conversão. Só cada um se conhece o suficiente, só cada um, com rigor é capaz de definir a sua conversão. O tempo da Páscoa é propício, é tempo de salvação.
· Os antigos recorriam à “desobriga”, os grandes serões para que todo o povo se confessasse e se preparasse para as festas pascais.
· Agora celebram-se ritos penitenciais, com a oportunidade de viver um tempo de reconciliação. Prepara-se o sinal de conversão que, na comunidade, quer significar-se, pedindo perdão a Deus e aos irmãos.
· É sempre a celebração da vida ressuscitada que se quer melhor, para espalhar o perdão e a alegria, a partir da grande festa da Páscoa. É mesmo preciso que cada um “invente” a melhor forma de viver a Ressurreição, a de Cristo e a sua. Ninguém é juiz de ninguém. É cada um que, com Cristo, ressuscita.

Ao levantar-se...


Agradeça a Deus a bênção da vida, pela manhã.
Se você não tem o hábito de orar, formule pensamentos de serenidade e otimismo, por alguns momentos, antes de retomar as próprias atividades.
Levante-se com calma.
Se deve acordar alguém, use bondade e gentileza, reconhecendo que gritaria ou brincadeiras de mau gosto não auxiliam em tempo algum.
Guarde para com tudo e para com todos a disposição de cooperar para o bem.
Antes de sair para a execução de suas tarefas, lembre-se de que é preciso abençoar a vida para que a vida nos abençoe.
André Luiz

segunda-feira, 30 de março de 2009

Gostaríamos de ver Jesus!

Evangelho (João 12,20-33)

20havia alguns gregos entre os que tinham subido a Jerusalém, para adorar durante a festa.
21Aproximaram-se de Filipe, que era de Betsaida da Galiléia, e disseram: “Senhor, gostaríamos de ver Jesus”.
22Filipe combinou com André, e os dois foram falar com Jesus.
23Jesus respondeu-lhes: “Chegou a hora em que o Filho do Homem vai ser glorificado.
24Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas, se morre, então produz muito fruto.
25Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem faz pouca conta de sua vida neste mundo, conservá-la-á para a vida eterna.
26Se alguém me quer seguir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará.
27Agora sinto-me angustiado. E que direi? ‘Pai, livra-me desta hora?’ Mas foi precisamente para esta hora que eu vim.
28Pai, glorifica o teu nome!” Então veio uma voz do céu: “Eu o glorifiquei e o glorificarei de novo!”
29A multidão, que aí estava e ouviu, dizia que tinha sido um trovão. Outros afirmavam: “Foi um anjo que falou com ele”.
30Jesus respondeu e disse: “Essa voz que ouvistes não foi por causa de mim, mas por causa de vós.
31É agora o julgamento deste mundo. Agora o chefe deste mundo vai ser expulso,
32e eu, quando for elevado da terra, atrairei todos a mim”.
33Jesus falava assim para indicar de que morte iria morrer”.


Gostaríamos de ver Jesus! Ver Jesus! Este é o desejo manifestado por alguns gregos a André e Filipe, que vão falar com Jesus. Ele lhes dá uma resposta que surpreende. Fala de sua glorificação, elevado numa cruz. Não basta ver Jesus com olhos humanos. É preciso vê-lo com os olhos da fé a partir de sua ressurreição. Após a ressurreição Jesus diz a Tomé: “Porque viste, acreditaste. Felizes os que não viram e creram”. Esta fé em Cristo inclui a aceitação do caminho da cruz, da semente que cai na terra e, morrendo, germina e produz muito fruto. “Quando for elevado da terra, atrairei todos a mim”. Jesus quer continuar a atrair todos a si, através do testemunho de amor dos seus discípulos, como sinal palpável do Cristo morto e ressuscitado, do seu imenso amor pelos seres humanos.


Fr. Alberto Beckäuser, OFM – Petrópolis / RJ
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

domingo, 29 de março de 2009

O Júbilo da Vida


José de Paiva Netto

Quando finalmente nos integramos na Fraternidade, encontramos Deus. Não me refiro ao antropomórfico, criado à imagem e semelhança do ser humano falível. E aí não mais nos confrange a ansiedade de negar ou provar a Sua existência. Simplesmente, Ele é haurido por nosso Espírito, à maneira do ar, o qual ainda nos permite viver e sobreviver dignamente. O júbilo da vida é o que lha ofertamos.
É aquele fato: há pessoas que matam ou se destroem em dias gloriosos de sol. Os pássaros cantando, as flores se abrindo, tanta beleza em volta e a criatura não percebe. E está tudo ali, convidando-a à prática do bem e ao viver feliz.
Adverte Jesus no Seu Evangelho, segundo Mateus, 6:23: “Se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti existe sejam trevas, que grandes trevas serão!” Eis que tudo lhe parecerá tenebroso se mantiver a alma sombria. O Pai Celestial oferece-lhe todas as riquezas da vida Dele; e você persiste em reclamar, exigindo mais? Quanto maior a lamentação, menos se é produtivo. Observaram que os que se queixam muito nada ou pouco realizam? Não falo de reivindicação justa.
O júbilo da vida é aquele que lha damos. Logo, se ela for altamente desafiadora, não quererá dizer que não venha a se tornar rica em realizações e felicidade. Tem de ser vivida em magnitude. Pois há sempre ocasião de se vivenciar o bem.
E quando sentimos Deus, que é Amor elevado à enésima potência, a vida alcança o ritmo e a extensão da Eternidade. Quer dizer, espaço e tempo, integração no Dia do Senhor, conforme lemos no Apocalipse, 1:10.
Respeitar a própria existência — Precisamos saber mensurar a intensidade da vida pelo que a pessoa sabe espiritualmente usufruir. Por isso, o suicídio é um dos piores crimes que o indivíduo pode perpetrar contra si mesmo. Daí a necessidade de respeitá-la. Reflexão de minha autoria, em Como vencer o sofrimento: Honremos, pois, o extraordinário dom que Deus nos concedeu, que é a vida, e Ele sempre virá em nosso socorro pelos mais inimagináveis e eficientes processos. Substancial é que humildemente entendamos os seus recados e os apliquemos com a boa vontade e eficácia que Ele espera de nós. A permanente sintonia com o Poder Divino só nos pode adestrar o Espírito, para que tenha condições de sobreviver à dor, ainda que em plena conflagração dos destemperos humanos.

[José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor. É Diretor-Presidente da Legião da Boa Vontade.]

Terço


Senhor - rocha minha


A ti clamarei, ó SENHOR, Rocha minha; não emudeças para comigo; não aconteça, calando-te tu para comigo, que eu fique semelhante aos que descem ao abismo.
Ouve a voz das minhas súplicas, quando a ti clamar, quando levantar as minhas mãos para o teu santo oráculo.
Não me arrastes com os ímpios e com os que praticam a iniqüidade; que falam de paz ao seu próximo, mas têm mal nos seus corações.
Dá-lhes segundo as suas obras e segundo a malícia dos seus esforços; dá-lhes conforme a obra das suas mãos; torna-lhes a sua recompensa.
Porquanto não atentam às obras do SENHOR, nem à obra das suas mãos; pois que ele os derrubará e não os reedificará.
Bendito seja o SENHOR, porque ouviu a voz das minhas súplicas.
O SENHOR é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; assim o meu coração salta de prazer, e com o meu canto o louvarei.
O SENHOR é a força do seu povo; também é a força salvadora do seu ungido.
Salva o teu povo, e abençoa a tua herança; e apascenta-os e exalta-os para sempre.
Salmo do Rei Davi 28, 1-9
Que assim seja!
Debaixo da proteção divina, que os inimigos carnais sejam abençoados!
Quanto aos inimigos espirituais, que o Senhor tenha misericórdia deles!
“Blinda-nos no Teu sangue, Jesus”

Terço do Louvor


No lugar do Pai-Nosso:
“Senhor, abri meus lábios, a fim de que minha boca anuncie Vossos louvores.” (Salmo 50,17)

No lugar das Ave-Marias:
“Jesus, Te louvo e Te bendigo...”

(coloque aqui o motivo do seu louvor, em palavras ou pensamento, por exemplo:
Jesus, Te louvo e Te bendigo
... pela minha família;
... pelo meu emprego;
... pelos meus filhos; etc.

No final de cada dezena:
Rezar o Glória.

(Extraído do livro "No Poder do Louvor" de Italo J. Passanezi Fasanella)

quinta-feira, 26 de março de 2009

Os Brancos ou os Pretos?

Anthony de Mello

Um pastor apascentava seus carneiros quando um estranho se aproximou, exclamando:
- Você tem um belo rebanho de carneiros! Posso fazer-lhe uma pergunta?
- Claro - respondeu o pastor.
- Que distância seus carneiros percorrem todos os dias? - perguntou o estranho.
- Quais, os brancos ou os pretos?
- Os brancos - esclareceu o estranho.
- Bem, os brancos percorrem cerca de seis quilômetros por dia.
- E os pretos?
- Os pretos também.
- E quanta grama eles comem diariamente?
- Quais, os brancos ou os pretos?
- Os brancos.
- Bem, os brancos comem cerca de dois quilos de grama por dia.
- E os pretos?
- Os pretos também.
- E quanta lã você diria que eles produzem por ano?
- Quais, os brancos ou os pretos?
- Os brancos.
- Bem, eu diria que os brancos produzem cerca de três quilos de lã por ano, à época da tosquia.
- E os pretos?
- Os pretos também.
O estranho, a essa altura, estava intrigado com as respostas e inquiriu o pastor do porquê dividir os carneiros em brancos e pretos a cada resposta.
- Bem - disse o pastor - isso é natural. Os brancos são meus, sabe?
- Ah! Sim, agora entendo. Mas e os pretos?
- Os pretos também - respondeu o pastor.

A mente humana faz tolas divisões,
naquilo que o amor vê como um todo.

Senhor, permita

Senhor, Permita
Que eu aceite as minhas derrotas
assim como fico feliz com minhas vitórias.
Que a cada dia eu possa agradecer pelo nascer do sol como pela noite que se vai.
Que eu possa perdoar a quem me fere sem mágoas, sem me sentir uma vítima por isso.
Que eu entenda que as dificuldades da vida fazem parte do meu crescimento como ser humano.
Que eu possa ser um ombro amigo a quem precise, sem me sentir especial por isso.
Que eu seja humilde e perceba que a minha volta outros sofrem bem mais do que eu.
Que eu consiga sorrir mais, chorar menos e ser feliz com o que me destes.
Que eu consiga aprender que sou apenas mais um ser vivo nesse imenso universo só Teu, e respeite todas as outras formas de vida como sendo criação Tua.
Que eu aprenda que a vida me foi dada de presente e não tenho o direito de tirá-la, pois a Ti ela pertence.
Que eu tenha mais bondade, piedade, carinho, compreensão e amor para com meu irmão.
E, principalmente, me ensine a não pensar unicamente em mim, deixando de ser egoísta até em minhas orações, usando o pronome "EU".
Obrigado, Senhor!!!


Autoria: Vilgarte

Observe a Natureza

Observe a natureza.
Tudo nela é recomeço.
No lugar da poda surgem os brotos novos.
Com a água, a planta viceja novamente (renasce).
Nada para.
A própria terra se veste diferentemente todas as manhãs.
Isso acontece também conosco.
A ferida cicatriza.
As dores desaparecem.
A doença é vencida pela saúde.
A calma vem após o nervosismo.
O descanso restitui as forças.
Recomece.
Anime-se.
Se preciso, faça tudo novamente.
Assim, é a VIDA!

quinta-feira, 19 de março de 2009

As Aparências Enganam


Num orfanato, igual a tantos outros que enxameiam por toda parte, havia uma pobre órfã, de oito anos de idade.
Era uma criança lamentavelmente sem encantos, de maneiras desagradáveis, evitada pelas outras, e francamente malquista pelos professores.
Por essa razão, a pobrezinha vivia no maior isolamento. Ninguém para brincar, ninguém para conversar...
Sem carinho, sem afeto, sem esperança... Sua única companheira era a solidão.
O diretor do orfanato aguardava ansioso uma desculpa legítima para livrar-se dela.
E um dia apresentou-se, aparentemente, uma boa desculpa. A companheira de quarto da menina informou que ela estava mantendo correspondência com alguém de fora do orfanato, o que era terminantemente proibido.
- Agora mesmo, disse a informante, ela escondeu um papel numa árvore.
O diretor e seu assistente mal puderam esconder a satisfação que a denúncia lhes causara.
- Vamos tirar isso a limpo agora mesmo, disse o superior.
E, somando-se ao assistente, pediu para que a testemunha do delito os acompanhasse a fim de lhes mostrar a prova do crime.
Dirigiram-se os três, a passos rápidos, em direção à árvore na qual estava colocada a mensagem.
De fato, lá estava um papel delicadamente colocado entre os ramos.
O diretor desdobrou, ansioso, o bilhete, esperando encontrar ali a prova de que necessitava para livrar-se daquela criança tão desagradável aos seus olhos.
Todavia, para seu desapontamento e remorso, no pedaço de papel um tanto amassado, pôde ler a seguinte mensagem:
"A qualquer pessoa que encontrar este papel: eu gosto de você."
Os três investigadores ficaram tão decepcionados quanto surpresos com o que leram.
Decepcionados porque perderam a oportunidade de livrar-se da menina indesejável, e surpresos porque perceberam que ela era menos má do que eles próprios.
......................................
Quantos de nós costumamos julgar as pessoas pelas aparências, embora saibamos que estas são enganadoras.
E o pior é que, se as aparências não nos agradam, marcamos a pessoa e nos prevenimos contra ela e suas atitudes.
Uma antiga e sábia oração dos índios Siuox, roga a Deus o auxílio para nunca julgar o próximo antes de ter andado sete dias com as suas sandálias.
Isto quer dizer que, antes de criticar, julgar e condenar uma pessoa, devemos nos colocar no seu lugar e entender os seus sentimentos mais profundos.
Aqueles que talvez ela queira esconder de si mesma, para proteger-se dos sofrimentos que a sua lembrança lhe causaria.
Fonte: revista Seleções do Rider’s Digest, de maio/1945.
A vida não passa de um instante, mas basta este instante para empreendermos coisas eternas." Ernest Bersot

Ave Maria [1]


Ave Maria, cheia de graça!
O Senhor é convosco!
Bendita sois vós entre as mulheres
e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus,
rogai por nós pecadores,
agora e na hora de hora de nossa morte.

Amém.

Ave Maria [2]


Ave Maria cheia de graça,
O senhor é convosco!
Bendita sois vós entre todos os seres;
Bendito é o fruto da vossa
essência, Jesus.
Bem-amada, doce Santa Maria,
Mãe de todos nós!
Eu entrego meu coração e rendo
devoção a vós.
Que possais libertar meus
limites e sofrimentos
E revelar-me o que devo fazer
Para curar minhas ilusões e
sempre manter
O conceito imaculado para os outros,
Bem-amada Mãe Maria,
Mãe de todos nós e do Cristo
Cósmico.

Amém.


quarta-feira, 18 de março de 2009

Isaias 40, 9-13


Isaias 40, 9-13

Subi a uma alta montanha, para anunciar a boa nova a Sião. Elevai com força a voz, para anunciar a boa nova a Jerusalém. Elevai a voz sem receio, dizei às cidades de Judá: Eis vosso Deus! Eis o Senhor Deus que vem com poder, estendendo os braços soberanamente. Eis com ele o preço de sua vitória; faz-se preceder pelos frutos de sua conquista; como um pastor, vai apascentar seu rebanho, reunir os animais dispersos, carregar os cordeiros nas dobras de seu manto, conduzir lentamente as ovelhas que amamentam. Quem, pois, mediu o mar no côncavo da mão, quem com seus dedos abertos mediu os céus? Quem com o alqueire mediu a matéria terrestre, pesou as montanhas no gancho, e as colinas na balança? Quem determinou o espírito do Senhor, e que conselheiro lhe deu lições?

Pai Nosso - corrente de oração


Por 60 segundos, pare com tudo que estiver fazendo e aproveita esta oportunidade.
Tudo o que tem a fazer é o seguinte:
1. Simplesmente ler esta pequena oração e oferecer à pessoa que te enviou esta mensagem:

"Pai Nosso que estais no céu, santificado seja o vosso Santo nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tenha ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém."

2. Depois enviá-la a outras pessoas. Logo mais, estas outras pessoas terão orado por você, e você terá feito com que muitas pessoas orem a Deus por outras pessoas, assim sucessivamente.


Aprecie o poder de Deus na tua vida e nunca se envergonhe de rezar.

A Paz Nasce No Lar


Você já se deu conta de que as guerras, tanto quando a violência, nas suas múltiplas faces, nascem dentro dos lares?
Em tese, é no lar que aprendemos a ser violentos ou pacíficos, viciosos ou virtuosos.
Sim, porque quando o filho chega contando que um colega lhe bateu, os pais logo mandam que ele também bata no agressor.
Muitos pais ainda fazem mais, dizendo: "filho meu não traz desaforo para casa"; "se apanhar na rua, apanha em casa outra vez"!
Se o filho se queixa que alguém lhe xingou com palavrões, logo recebe a receita do revide: "faça o mesmo com ele", "vingue-se", "não deixe por menos".
Quando o amiguinho pega o brinquedo do filho, os pais intercedem dizendo: "tire dele, você é mais forte", "não seja bobo"!
Essas atitudes são muito comuns, e os filhos que crescem ouvindo essas máximas, só não aprendem a lição se tiverem alguma deficiência mental, ou se forem espíritos superiores, o que é raro na terra.
O que geralmente acontece é que aprendem a lição e se tornam cidadãos agressivos, orgulhosos, vingativos e violentos. Ingredientes perfeitos para fomentar guerras e outros tipos de violências.
Se, ao contrário, os pais orientassem o filho com conselhos sábios, como: perdoe, tolere, compartilhe, ajude, colabore, esqueça a ofensa, não passe recibo para a agressividade, os filhos certamente cresceriam alimentando outra disposição íntima.
Seriam cidadãos capazes de lidar com as próprias emoções e dariam outro colorido à sociedade da qual fazem parte.
Formariam uma sociedade pacífica, pois quando uma pessoa age diante de uma agressão, ao invés de reagir, a violência não se espalha.
A paz só será uma realidade, quando os homens forem pacíficos, e isso só acontecerá investindo-se na educação da infância.
Os pais talvez não tenham se dado conta disso, mas a maioria dos vícios também são adquiridos portas a dentro dos lares.
É o pai incentivando o filho a beber, a fumar, a se prostituir, das mais variadas formas.
É a mãe vestindo a filha com roupas que despertam a sensualidade, a vaidade, a leviandade.
Meninas, desde os três anos, já estão vestidas como se fossem moças, com roupas e maquiagens que as mães fazem questão de lhes dar.
Isso tudo fará diferença mais tarde, quando esses meninos e meninas estiverem ocupando suas posições de cidadãos na sociedade.
Então veremos o político agredindo o colega em frente às câmeras, medindo forças e perdendo a compostura.
Veremos a mulher vulgarizada, desvalorizada, exibindo o corpo para ser popular.
Lamentavelmente muitos pais ainda não acordaram para essa realidade e continuam semeando sementes de violência e vícios no reduto do lar, que deveria ser um santuário de bênçãos.
Já é hora de pensar com mais seriedade a esse respeito e tomar atitudes para mudar essa triste realidade.
É hora de compreender que se quisermos construir um mundo melhor, os alicerces dessa construção devem ter suas bases firmes no lar.
...............
Jesus, nosso Irmão Maior, trouxe-nos a receita da paz. Com Ele poderemos erguer-nos, da treva à luz.
Da ignorância à sabedoria.
Do instinto à razão.
Da força ao direito.
Do egoísmo à fraternidade.
Da tirania à compaixão.
Da violência ao entendimento.
Do ódio ao amor.
Da extorsão à justiça.
Da dureza à piedade.
Do desequilíbrio à harmonia.
Do pântano ao monte.
Do lodo à glória.

Fonte: site www.momento.com.br

terça-feira, 17 de março de 2009

Profissão de Fé - Credo


Creio em Deus Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da Terra,
e em Jesus Cristo, Seu único Filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos; foi crucificado , morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos;
ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus; está sentado à direita de Deus Pai Todo-Poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos Santos, na remissão dos Pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna.
Amém.

Desenho dos Pés


OBJETIVOS:
Socializar, integrar, perceber a necessidade de assumir compromissos, crescer, valorizar-se.

MATERIAL:
uma grande folha de papel e lápis colorido para cada participante.

DESENVOLVIMENTO:
O animador motiva os participantes a desenharem num grande papel o próprio pé. Em seguida, encaminha a discussão, de forma que todos os participantes tenham oportunidade de dizer o que pensam.

- Todos os pés são iguais?
- - Estes pés caminham muito ou pouco?
- - Por que precisam caminhar?
- - Caminham sempre com um determinado objetivo?
- - Quanto já caminhamos? (lembrar de pessoas que lutaram por objetivos concretos e conseguiram alcançá-los)

Terminada a discussão, o animador convida a todos que escrevam no pé que desenharam algum compromisso concreto que irão assumir.

Deficiências humanas


"Deficiente"

é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco"
é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego"
é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. E só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo"
é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão, pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo"
é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico"
é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético"
é quem não consegue ser doce.

"Anão"
é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois
"Miseráveis"
são todos que não conseguem repartir.

Mário Quintana

segunda-feira, 16 de março de 2009

Jesus, meu Salvador


Senhor
Tantas tribulações... tantas!
Peço-te apenas: coloca-te ao meu lado, conduze a minha vida.
Jesus, meu Salvador!
Caminho – Verdade – Vida.

Caminhando entre espinhos,
Vejo que só Tu és o Caminho.
Símbolo de amor e bondade.
Reconheço que só Tu és a Verdade.
Sofro, choro, cresço na lida,
Acredito que só Tu és a Vida.

Jesus,
· Caminho de paz, força, amor;
· Verdade única que me guia;
· Vida eterna para todos aqueles que o proclamam verdadeiramente como o nosso Salvador.

Sandra Medina Costa

Palavras brandas


Texto Bíblico: “A palavra branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” Provérbios 15:1 - Leia Romanos 12:17-21.

Os chineses têm um provérbio que diz: "se você falar com voz branda não vai precisar de um porrete". Quanta verdade! E concorda com as palavras inspiradas do escritor de Provérbios que diz: que "a palavra dura" quando usada no lugar da gentileza, "suscita a ira". O homem briguento raramente tem falta de adversários. Se ele carrega um porrete na mão, é claro que vai encontrar alguém com quem brigar. Quando começa uma rixa, sendo a natureza humana como é, parece que não há mais fim para a luta.
Um escritor anônimo escreveu: "O homem que insiste em carregar uma arma há de mais cedo ou mais tarde puxar o gatilho. Palavras e atos de paz parecem que nunca desafiam o outro para uma luta. Pelo contrário, deixam a pessoa envergonhada da sua rudeza no falar e da sua atitude combativa. Miles Standish queria brigar e tinha muitas oportunidades. William Penn, outro dos primeiros colonos da América do Norte, queria paz e se recusava a travar uma batalha. Como resultado, os índios que lutavam contra Standish com tanto furor, nem chegaram a discutir com Penn. Guerra pede guerra; paz produz paz. Jesus disse: "Bem-aventurados os pacificadores". Assim, se você quer ter o Senhor do seu lado, da próxima vez em que for tratado com rudeza ou for injustamente acusado com maneiras ríspidas, dê uma resposta branda e delicada. É o modo cristão de enfrentar o adversário e o método mais maravilhoso de "auto-defesa" já inventado. Lembre-se do velho adágio chinês: "Se você falar com voz branda, não vai precisar de um porrete". H.G.B.

Uma palavra gentil pode o caminho abrir.
Uma palavra alegre o dia pode luzir.
Uma palavra de paz há de abrandar a tensão.
Uma palavra de amor cura qualquer coração

PENSAMENTO: A única maneira de entender e derrotar seus inimigos é amá-los!

O origami e a paz


Em 1945, uma menina chamada Sadako Sasaki vivia na cidade japonesa de Hiroshima. Ela tinha dois anos quando lançaram sobre sua cidade a primeira bomba atômica. Sadako, que estava mais ou menos a dois quilômetros do local da explosão, aparentemente nada sofreu. Mas, aos 12 anos, ela começou a sentir os sintomas da “doença da bomba atômica”. Sadako estava com leucemia.
Quando Sadako estava no hospital, uma amiga trouxe-lhes alguns papéis coloridos e dobrou um pássaro (TSURU). Disse que esse pássaro é sagrado no Japão, ele vive mil anos e tem o poder de conceder desejos. Se uma pessoa dobrar mil Tsurus e fizer seu pedido a cada um deles, ele será atendido. Sadako começou a dobrar Tsurus e pedir para sarar. Porém, sua enfermidade se agravava a cada dia. Sadako então desejou pedir pela Paz Mundial. Ela dobrou 964 Tsurus até 25/10/1955, quando morreu. Seus amigos dobraram os Tsurus restantes a tempo para seu enterro. Mas eles queriam mais. Desejaram pedir por todas as crianças que estavam morrendo, em conseqüência da explosão da bomba atômica. Estudantes de mais de 3.000 escolas no Japão e de nove outros países contribuíram. Em 5 de maio de 1958, o Monumento da Paz das Crianças foi inaugurado no Parque da Paz em Hiroshima. Todos os anos, no Dia da Paz (06/08), pessoas do mundo inteiro enviam Tsurus de papel para o Parque. Tudo que as crianças desejam é espalhar ao mundo a mensagem esculpida na base do monumento de Sadako:

Este é nosso grito. Esta é nossa oração:
paz no mundo.
[TSURU representa um pássaro sagrado para o povo japonês que segundo a lenda vive 1000 anos.]

domingo, 15 de março de 2009

Oração pelos Dons do Espírito Santo



Espírito Santo, concedei-me o dom da sabedoria, a fim de que cada vez mais aprecie as coisas divinas e, abrasado pelo fogo do vosso amor, prefira com alegria as coisas do céu a tudo o que é mundano e me una para sempre a Cristo, sofrendo neste mundo por Seu amor.

Espírito Santo, concedei-me o dom do entendimento, para que, iluminado pela luz celeste da vossa graça, bem entenda as sublimes verdades da salvação e da doutrina da santa religião.

Espírito Santo, concedei-me o dom do conselho, tão necessário nos melindrosos passos da vida, para que escolha sempre aquilo que mais vos seja do agrado, siga em tudo vossa divina graça e saiba socorrer meu próximo com bons conselhos.

Espírito Santo, concedei-me o dom da fortaleza, para que despreze todo respeito humano, fuja do pecado, pratique a virtude com santo fervor e afronte com paciência, e mesmo com alegria do espírito, o desprezo, o prejuízo, as perseguições e a própria morte, antes de renegar por palavras e obras a Cristo.

Espírito Santo, concedei-me o dom da ciência, para que conheça cada vez mais minha própria miséria e fraqueza, a beleza da virtude e o valor inestimável da alma e para que sempre veja claramente as ciladas do demônio, da carne, do mundo, a fim de as evitar.

Espírito Santo, concedei-me o dom da piedade, que me tornará delicioso o trato e colóquio Convosco na oração e me fará amar a Deus com íntimo amor como a meu Pai, Maria Santíssima e a todos os homens como a meus irmãos em Jesus Cristo.

Espírito Santo, concedei-me o dom do temor de Deus, para que eu me lembre sempre, com suma reverência e profundo respeito, da vossa divina presença, trema como os anjos diante da vossa divina majestade e nada receie tanto como desagradar vossos santos olhos! Vinde, Espírito Santo, ficai comigo e derramai sobre mim vossas divinas bênçãos. Em nome de Jesus.

Amém.

Consagração à Nossa Senhora



Ó Maria, Mãe de Jesus e minha Mãe, eu vos consagro neste dia todo o meu ser.
Ponho em vossas mãos tudo o que sou e tenho.
Confio à vossa proteção todos os meus projetos e desejos.
Fazei que tudo seja para o bem de todos, principalmente daquelas pessoas a quem devo amar mais.
Formai em mim um coração bondoso como o do vosso Filho Jesus, de onde todos possam receber a paz, a justiça e o amor.
E guardai-me no vosso coração materno, para que nenhum mal me aconteça e todo o bem me venha.
E fazei-me lembrar sempre de que sou vosso fi1ho.
Amém.

- Santa Maria, Mãe de Deus e da Igreja, guardai unida no amor a igreja do meu lar.
Amém.

Pe. Elias Leite

Levanta e Anda



Quando tudo parecer acabado
E sem forças já não dá pra caminhar
A tristeza, a solidão são companhias
Mesmo assim você precisa acreditar

Não se lembra do que aconteceu com aquele cocho
Que ficava ali sentado amendigar
Esperando de alguém uma saída
Mas com certeza no outro dia ia voltar

Pedro e joão iam pro templo
E avistaram aquele homem a pedir
Disse pedro: _ não tenho ouro nem prata,
Mas o que tenho isso te dou.

Levanta em nome de jesus, levanta
Levanta em nome de jesus e anda
Levanta em nome de jesus, levanta
Em nome de jesus e anda
Levanta e anda em nome de jesus

Pedro e joão iam pro templo
E avistaram aquele homem a pedir
Disse pedro: _ não tenho ouro nem prata,
Mas o que tenho isso te dou.

Levanta em nome de jesus, levanta
Levanta em nome de jesus e anda
Levanta em nome de jesus, levanta
Em nome de jesus e anda
Levanta e anda em nome de jesus

Levanta em nome de jesus, levanta
Levanta em nome de jesus e anda
Levanta em nome de jesus, levanta
Em nome de jesus e anda
Levanta e anda em nome de jesus
Em nome de jesus

sexta-feira, 13 de março de 2009

Fortalece-me, Senhor, para


Que eu continue a acreditar no outro mesmo sabendo de alguns valores tão esquisitos que permeiam o mundo;
Que eu continue otimista, mesmo sabendo que o futuro que nos espera nem sempre é tão alegre;
Que eu continue com a vontade de viver, mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, uma lição difícil de ser aprendida;
Que eu permaneça com a vontade de ter grandes amigos(as), mesmo sabendo que com as voltas do mundo, eles(as) vão indo embora de nossas vidas;
Que eu realimente sempre a vontade de ajudar as pessoas, mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, sentir, entender ou utilizar esta ajuda;
Que eu mantenha meu equilíbrio, mesmo sabendo que os desafios são inúmeros ao longo do caminho;
Que eu exteriorize a vontade de amar, entendendo que amar não é sentimento de posse, é sentimento de doação;
Que eu sustente a luz e o brilho no olhar, mesmo sabendo que muitas coisas que vejo no mundo, escurecem meus olhos;
Que eu retroalimente minha garra, mesmo sabendo que a derrota e a perda são ingredientes tão fortes quanto o sucesso e a alegria;
Que eu atenda sempre mais à minha intuição, que sinaliza o que de mais autêntico possuo;
Que eu pratique sempre mais o sentimento de justiça, mesmo em meio à turbulência dos interesses;
Que eu não perca o meu forte abraço, e o distribua sempre;
Que eu perpetue a beleza e o brilho de ver, mesmo sabendo que as lágrimas também brotam dos meus olhos;
Que eu manifeste o amor por minha família, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exige muito para manter sua harmonia;
Que eu acalente a vontade de ser grande, mesmo sabendo que minha parcela de contribuição no mundo é pequena;E, acima de tudo... Que eu lembre sempre que todos nós fazemos parte desta maravilhosa teia chamada vida, criada por alguém bem superior a todos nós! E que as grandes mudanças não ocorrem por grandes feitos de alguns e, sim, nas pequenas parcelas cotidianas de todos nós!

(Oração de Chico Xavier)

Tirai a pedra


"Tirai a pedra!"

Este recado de Jesus atravessou os séculos e ainda ressoa em nossos corações. Você já pensou que para recebermos uma bênção, precisamos remover a pedra que se alojara na entrada de nossos corações? E como removê-Ia para deixar a vida operar?

É preciso tirar a pedra que encobre o poder de Deus, que abafamos com os nossos erros. Vejamos o que fez Jesus para fazer a vida do seu amigo vibrar, retomando à família. Quando Jesus ressuscitou a Lázaro, Ele foi ao sepulcro e era uma caverna, que tinha uma pedra sobre ela. Ele disse: Tirai a pedra. Marta, irmã de Lázaro, protestou: - Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias. Jesus lhe disse: Não te hei dito que se creres, verás a glória de Deus?

Tiraram a pedra. Jesus precisava mostrar a glória de Deus àquela geração e olhando para o céu disse: - Pai, graças te dou por me teres ouvido. E disse: - Lázaro, vem para fora. Ele sabia que Deus o ouvira. Ele creu antes de ver a obra realizada. E Lázaro apareceu vivo na porta da caverna. Lázaro saiu vivo do sepulcro e foi ter com Jesus.

Este episódio é para nos mostrar a dureza dos nossos corações. Quantas vezes nossas orações não são ouvidas? Quantos pedidos foram feitos em vão? "Tirai a pedra." Saia do sepulcro! Abra a porta do seu coração. Receba Jesus.

"Tirai a pedra!" É este o Recado:

Abrir o coração para o poder de Deus operar. Perdoar aos que nos magoaram. Agradecer a Deus em o Nome de Jesus e aceitar o perdão que Ele concedeu. Tirai a pedra, diz Ele: do ódio, do ressentimento, da vingança, da inveja, da violência, da desarmonia entre as pessoas da família, da ingratidão, do medo, dos vícios. Ouçamos o eco desse recado de Jesus. Vamos deixar a vida de Deus agir em nós. Tirai a pedra. Jesus continua a dizer: - Tirai a pedra.

(João 11: 1-45)

Do livro:RECADOS DE DEUS, de Laerce Lessa Cotrim.
(Imagem da web)

Tempo de colher


Toda semente pede tempo para germinar.
Assim também acontece nos domínios da alma.
Nunca devemos desistir de semear o bem, porque os resultados não se façam imediatos aos nossos olhos.
Saibamos esperar com paciência.
No momento justo, as sementes que houvermos lançado no solo dos corações haverão de produzir frutos sazonados.
Semeemos compreensão e alegria, paz e coragem, perdão e amor ...
É da Lei que cada semente produza segundo a sua própria espécie.
Mais cedo ou mais tarde, a vida restituir-nos-á, centuplicadamente, o que houvermos ofertado.
Prossigamos no trabalho pela felicidade daqueles que mais amamos, aceitando-os como são, na certeza de que eles saberão entender e corresponder aos nossos zelos e atitudes, no tempo justo.

(Do livro: Crer e Agir - Francisco Cândido Xavier e Carlos A. Bacelli)

quinta-feira, 12 de março de 2009

¡ESPÍRITU DE DIOS, QUÉDATE JUNTO A NOSOTROS!


¿Quién nos da la vida si no eres Tú, Espíritu de Dios?
Eres creador de ilusiones,
¿quién conforta y da luz?.
¿Quién da sentido a la cruz?,
¿quién da sentido a la luz?,
¿quién sana el corazón si no eres Tú?

Eres la promesa esperada, haces vida la Palabra.
Por Ti florece nuestra esperanza.

¡ESPÍRITU DE DIOS, QUÉDATE JUNTO A NOSOTROS!

Fonte: reflejosdeluz.net

Varinhas que não quebram


Material a ser usado: Um feixe de 16 varinhas (pode-se usar palitos de churrasco)

Utilidade pastoral: União do grupo. A fé como força que pode agregar, unir e dar resistência às pessoas.

Desenvolvimento:
1. Pedir que um dos participantes pegue uma das varinhas e a quebre. ( o que fará facilmente).
2. Pedir que outro participante quebre cinco varinhas juntas num só feixe ( será um pouco mais difícil).
3. Pedir que outro participante, quebre todas as varinhas que restaram, se não conseguir, poderá chamar uma outra pessoa para ajudá-lo.
4. Pedir que todos os participantes falem sobre o que observaram e concluíram.
5. Terminar com uma reflexão sobre a importância de estarmos unidos.

Energia do Amor


Deus, energia do Amor. Jesus, “Verbo de Deus”: Toma o pão, essência física, função alimentícia, que também é transmitir energia. Daí, a Eucaristia, como energia do amor de Deus, faz-se nossa comida. A fé faz-nos compreender. Quis unir-se a nós, como o alimento é unido a quem o assume: simbiose perfeita. Santo Agostinho: Ao comermos o pão, somos mais fortes do que o pão; por isso, transformamos o pão em nós mesmos. Mas, ao comermos o Pão Eterno, este é mais forte do que nós; Ele é que nos assume, e nos tornamos divinizados! Talvez, inconscientes, aproximamo-nos deste Mistério! Ora, quem comunga, une-se aos outros seres! Comunga a vida inteira; insere-se, pois, no plano universal do amor de Deus.


Fr. Walter Hugo de Almeida, OFM.
Fonte: Folhinha do Sagrado Coração de Jesus

quarta-feira, 11 de março de 2009

Salve Rainha


Salve Rainha,
Mãe de Misericórdia,
vida, doçura, esperança nossa, salve!
A vós bradamos, os degredados filhos de Eva;
a vos suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa
esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei
e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre,
ó clemente ó Piedosa, ó Doce, sempre Virgem Maria.
Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Amém.

Terço da Libertação



“Se, portanto, Jesus vos libertar, sereis verdadeiramente livres" (Jo 8,35)
Oração Inicial: Credo
Senhor Jesus, peço perdão por todos o meus pecados, peço ainda em teu nome a Deus Pai que envie o Espírito Santo, derramando em meu coração o dom de proclamar sua palavra, com muita fé e confiança através do terço da libertação. Peço, Jesus, que o teu poder se manifeste em minha vida, que tu realizes milagres e prodígios através desta poderosíssima oração de fé, que nada mais é que a proclamação da tua palavra.

Nas contas onde normalmente se reza o Pai-Nosso:
Se Jesus me libertar de (pede-se a graça), serei verdadeiramente livre.
Nas contas onde normalmente se reza Ave-Maria:
Jesus tem piedade de mim,
Jesus cura-me,
Jesus salva-me,
Jesus liberta-me (pede-se a graça).

Ao terminar o terço reza-se: Salve Rainha.

Oferecimento: Senhor Jesus, quero te louvar e agradecer porque tu, pela tua misericórdia e piedade suscitou essa oração poderosíssima, que produz frutos maravilhosos de cura, salvação e libertação em minha vida, em minha família, nas pessoas pelas quais oro. Obrigado, Jesus, pelo teu infinito amor por mim, Pai Celestial, eu te amo, pai, com toda confiança de filha, e chego a ti neste momento, clamando grande derramamento do teu espírito em meu coração, Pai, para que o Espírito Santo possa vir sobre mim. Quero me esvaziar de mim mesma. Por isso diante da cruz de Jesus Cristo, renovo minha entrega total e incondicional, a ti peço perdão de todos os meus pecados, os coloco agora sobre o corpo chagado de Jesus. Esvazio-me de todas as aflições, preocupações, dúvidas, angústias e tudo aquilo que tem tirado minha alegria de viver. Entrego-te meu coração em nome de Jesus; Pai, coloco também sobre as chagas de Jesus Crucificado todas as enfermidades do corpo, da alma e do espírito, as preocupações com a família, trabalho, os problemas de ordem financeira, sentimentais, e todas as minhas angústias, incertezas e aflições. Senhor, clamo o poder redentor do sangue de Jesus, que venha sobre mim agora para me limpar, purificar meu coração de toda má consciência. Jesus tem piedade de mim, Jesus tem piedade de nós. Sim, Pai, quero entregar minhas vontades, fraquezas, dívidas, misérias e pecados, meu coração, corpo, alma e espírito, enfim, tudo o que sou e o que tenho, minha fé, vida, casamento, família, trabalho, vocação, dívidas e mistérios. Enche-me com teu Espírito Santo, Senhor, enche-me com teu amor e com teu poder, com tua vida. Vem, Espírito Santo de Deus, vem em nome de Jesus, vem e torna viva a palavra de Deus, proclamada através da oração do terço da libertação, e que ela opere em cada coração a graça de cura, salvação e libertação, em nome de Jesus Cristo, nosso Senhor.
Amém.

Depois de rezar o terço, agradeça a Jesus pelas bênçãos que Ele está derramando sobre você e sobre aqueles por quem você estiver intercedendo.

Caso do padrasto e da enteada da infância e de dois filhos abortada


Sensações viscerais
do imo,
do âmago,
do íntimo,
do “estômato”
prosopopeico
de um ser
onomatopeico
que, laico,
lacônico,
emudece
frente a face afoita
de um pária,
falsário e ordinário,
que ousa erguer suas “patas”
para a criança inocente,
até então intacta,
imóvel, imune...
E o pária,
protegido por seus pares,
permanece doente, sem remorso,
amorfo, impune.

Que é de a mãe da criança? Não viu a atrocidade?
Que é de seu coração de mãe? Perdeu a capacidade
de ver o perigo que rondava a criança?
Que é de a criança?
Que é de sua infância?
Que é de sua inocência?
Que é de os fetos que não chegaram a ser afetos?

O futuro? Não sei. Sei lá.
Lá adiante, logo ali, Deus espera.

Sandra Medina Costa


“O encontro com Deus não só coloca o ser humano na presença do Absoluto: plenifica-o e transforma a sua vida.” (André Ridouard)


Fonte: http://www.folha.uol.com.br/ - 09/03/2009 - 21h26
Delegado pede mais tempo para apurar se mãe de menina violentada em PE foi negligente
RENATA BAPTISTA da Agência Folha, em Recife

O delegado responsável pelo caso da menina de Alagoinha (134 km de Recife), que ficou pediu à Justiça um prazo maior para concluir o inquérito. A garota de 9 anos foi estuprada pelo padrasto e engravidou de gêmeos. Ela fez um aborto na semana passada. (...)

Imagem: estômato (wikipedia)

terça-feira, 10 de março de 2009

Na ausência do amor


"Mas aquele que aborrece a seu irmão está em trevas e anda em trevas e não sabe para onde deva ir, porque as trevas lhe cegaram os olhos." - João. (I João, 2:11.)

Se não sabes cultivar a verdadeira fraternidade, serás atacado fatalmente pelo pessimismo, tanto quanto a terra seca sofrerá o acúmulo de pó.
Tudo incomoda àquele que se recolhe à intransigência.
Os companheiros que fogem às tarefas do amor são profundamente tristes pelo fel de intolerância com que se alimentam.
Convidados ao esforço de equipe, asseveram que os homens respiram em bancarrota moral.
Trazidos ao culto da fé, supõem reconhecer, em toda a parte, a maldade e a desilusão.
Chamados à caridade, consideram nos irmãos de sofrimento inimigos prováveis, afastando-se irritadiços.
Impelidos a essa ou àquela manifestação de contentamento, recuam desencantados, crendo surpreender maldade e lama nas menores exteriorizações de beleza festiva.
Caminham no mundo entre a amargura e a desconfiança.
Não há carinho que lhes baste. Vampirizam criaturas por onde estagiam, chorando reclamando, lamentando...
Não possuem rumo certo. Declaram-se expulsos da sociedade e da família.
É que, incapazes do amor ao próximo, jornadeiam pela Terra, sob o pesado nevoeiro do egoísmo que nos detém tão-somente no círculo estreito de nossas necessidades, sem qualquer expressão de respeito para com as necessidades alheias.
Afirmam-se incompreendidos, porque não desejam compreender.
Ausentes do amor, ressecam a máquina da vida, perdendo a visão espiritual.
Impermeáveis ao bem, fazem-se representantes do mal.

Se o pessimismo começa a abeirar-se de teu espírito, recolhe-te à oração e pede ao Senhor te multiplique as forças na resistência, ante o assalto das trevas.
Aprendamos a viver com todos, tolerando para que sejamos tolerados, ajudando para que sejamos ajudados, e o amor nos fará viver, prestimosos e otimistas, no clima luminoso em que a luta e o trabalho são bênçãos de esperança.

Emmanuel/Chico Xavier


Realeza e providência divinas - Sl 144


Salmo 144

Louvor. De Davi. Ó meu Deus, meu rei, eu vos glorificarei, e bendirei o vosso nome pelos séculos dos séculos.
Dia a dia vos bendirei, e louvarei o vosso nome eternamente.
Grande é o Senhor e sumamente louvável, insondável é a sua grandeza.
Cada geração apregoa à outra as vossas obras, e proclama o vosso poder.
Elas falam do brilho esplendoroso de vossa majestade, e publicam as vossas maravilhas.
Anunciam o formidável poder de vossas obras e narram a vossa grandeza.
Proclamam o louvor de vossa bondade imensa, e aclamam a vossa justiça.
O Senhor é clemente e compassivo, longânime e cheio de bondade.
O Senhor é bom para com todos, e sua misericórdia se estende a todas as suas obras.
Glorifiquem-vos, Senhor, todas as vossas obras, e vos bendigam os vossos fiéis.
Que eles apregoem a glória de vosso reino, e anunciem o vosso poder,
para darem a conhecer aos homens a vossa força, e a glória de vosso reino maravilhoso.
Vosso reino é um reino eterno, e vosso império subsiste em todas as gerações. O Senhor é fiel em suas palavras, e santo em tudo o que faz.
O Senhor sustém os que vacilam, e soergue os abatidos.
Todos os olhos esperançosos se dirigem para vós, e a seu tempo vós os alimentais.
Basta abrirdes as mãos, para saciardes com benevolência todos os viventes.
O Senhor é justo em seus caminhos, e santo em tudo o que faz.
O Senhor se aproxima dos que o invocam, daqueles que o invocam com sinceridade.
Ele satisfará o desejo dos que o temem, ouvirá seus clamores e os salvará.
O Senhor vela por aqueles que o amam, mas exterminará todos os maus.
Que minha boca proclame o louvor do Senhor, e que todo ser vivo bendiga eternamente o seu santo nome.

Ó Senhora Aparecida,


Ó Senhora Aparecida,
milagrosa padroeira,
Sede nossa guia
nesta mortal carreira.

Ó Virgem Aparecida,
sacrário do Redentor,
Daí à alma desfalecida
vosso poder e amor.

Ó Virgem Aparecida,
fiel e seguro norte,
Alcançai-nos graças na vida,
favorecei-nos na morte.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Fraternidade e Segurança Pública – “A paz é fruto da justiça” (Is 32, 17)


ORAÇÃO DA CF 2009

Bom é louvar-vos, Senhor, nosso Deus,
que nos abrigais à sombra de vossas asas,
defendeis e protegeis a todos nós, vossa família,
como uma mãe,que cuida e guarda seus filhos.
Nesse tempo em que nos chamais à conversão,
à esmola, ao jejum, à oração e à penitência,
pedimos perdão pela violência e pelo ódio
que geram medo e insegurança.
Senhor, que a vossa graça venha até nós
e transforme nosso coração.
Abençoai a vossa Igreja e o vosso povo,
para que a Campanha da Fraternidade
seja um forte instrumento de conversão.
Sejam criadas as condições necessárias
para que todos vivamos em segurança,
na paz e na justiça que desejais.

Amém.

Apenas P.U.S.H.


Uma noite, um homem estava dormindo em sua cabana quando, de repente, seu quarto ficou cheio de luz e Deus lhe apareceu. O Senhor disse ao homem o trabalho que ele deveria fazer para Ele e mostrou-lhe uma grande rocha na frente de sua cabana. O Senhor explicou que o homem deveria empurrar (PUSH, em inglês) a rocha com toda a sua força. O homem então o fez, dia após dia.
Por muitos anos ele pelejou de sol a sol; com seus ombros escorados na fria e maciça superfície da rocha imóvel, empurrando-a com toda a sua força.
A cada noite o homem retornava à sua cabana aborrecido e sem roupa, sentindo que havia gasto todo o seu dia em vão.
Desde que o homem mostrou-se desencorajado, o adversário (Satanás) decidiu entrar em cena colocando pensamentos em sua mente desgastada. "Você tem empurrado essa rocha por tanto tempo, e ela ainda nem sequer se moveu."
Isso dava ao homem a impressão de que sua tarefa era impossível e que ele era um fracasso. Esses pensamentos desencorajavam e desanimavam o homem.
"Por que eu vou me matar tentando fazer isso?", ele pensou. "Eu farei apenas o possível, colocando o mínimo esforço e isso será suficiente.
E era o que ele planejava fazer, até que um dia ele decidiu fazer disso um alvo de oração e levar os seus pensamentos atribulados ao Senhor.
"Senhor", ele disse, "eu tenho trabalhado duro e por muito tempo em Teu serviço, colocando toda a minha força pra fazer aquilo que o Senhor me mandou. Entretanto, após todo esse tempo eu não consegui mover essa rocha por nem um milímetro. O que está errado? Porque eu tenho falhado?"
O Senhor respondeu com compaixão: "Meu filho, quando eu lhe disse para me servir e você o aceitou, eu disse que sua tarefa seria empurrar a rocha com toda a sua força, e é o que você tem feito. Eu nunca sequer mencionei que eu esperava que você a movesse. Sua tarefa era empurrá-la. E agora você vem a mim após todo o seu esforço, pensando que você falhou. Mas, será isso realmente verdade? Olhe para si mesmo. Seus braços estão fortes e musculosos, suas costas estão enrijecidas e bronzeadas, suas mãos estão calejadas pela pressão constante, suas pernas se tornaram musculosas e firmes. Pela oposição você cresceu muito e agora suas habilidades superam o que você era antes. Ainda assim, você não moveu a rocha, mas seu chamado foi para ser obediente e empurrar, exercitando sua fé e confiança na minha sabedoria. E isso foi o que você fez. Agora, meu filho, Eu mesmo moverei a rocha."

Às vezes, quando ouvimos uma palavra de Deus, nós tendemos a usar nosso próprio intelecto pra decifrar o que Ele quer, quando na verdade o que Ele deseja é apenas nossa obediência e fé Nele. Em todos os sentidos, exercite a fé que remove montanhas, mas saiba que continua sendo Deus quem as move.

Quando tudo parecer estar errado, apenas empurre - P.U.S.H.!
Quando o trabalho te deixar pra baixo, apenas - P.U.S.H.!
Quando as pessoas não agirem da maneira que deveriam, apenas - P.U.S.H.!
Quando o seu dinheiro parecer ir embora e as contas ficarem, apenas - P.U.S.H.!
Quando as pessoas não compreenderem você... apenas - P.U.S.H.!

P. = Pray (ore) U. = Until (até) S. = Something (alguma coisa) H. = Happens (acontecer)
"ORE ATÉ ALGUMA COISA ACONTECER"

Terço da Misericórdia


(terço preparado para rezar nas contas do rosário)

No Princípio : Pai-Nosso ... Ave-Maria ... Creio ...

Nas contas grandes do Pai-Nosso :
Início: Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e Sangue, Alma e Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos pecados do mundo inteiro.
Fim: Oh, Sangue e água que jorraste do Coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em Vós.

Nas contas pequenas da Ave-Maria:
Pela Vossa dolorosa paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

No fim do Terço :
Deus Santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.(3 vezes)

Palavras de Jesus à Irmã Faustina:
“As almas que rezarem este terço serão envolvidas pela Minha misericórdia em sua vida e, especialmente, na hora da morte” (Diário nº 754)
“Quando recitam este terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira divina, inconcebível misericórdia envolve a alma...” (Diário nº 811)

(Fonte: Livro “Orações de Poder” – Raboni Editora)

domingo, 8 de março de 2009

Início e Final de Reunião



ORAÇÃO PARA INICIAR UMA REUNIÃOSenhor, aqui estamos reunidos em teu nome, desejosos de construir teu Reino. Que o Espírito Santo, que enviaste aos nossos corações e mantém viva a tua presença em nós, nos ensine o que devemos refletir e os passos que devemos dar, para que, fortalecidos com tua graça, possamos realizar teus desígnios. Sê, tu, Espírito Santo, o inspirador do nosso discernimento.
Ensina-nos a escutar os outros, a nos deixar iluminar por suas luzes. Ensina-nos a propor e não impor e faze que busquemos sempre a verdade. Livra-nos da cegueira de quem acredita ter razão, dos favoritismos, de toda acepção de pessoas e da auto-suficiência. Une-nos a ti para que nunca nos afastemos da verdade.
Amém.

ORAÇÃO PARA FINAL DE REUNIÃOSenhor, nós te damos graças por este encontro no qual compartilhamos nossas alegrias e esperanças, ilusões e desilusões, projetos e dificuldades. Nós te damos graças também por tua bondade e tua presença entre nós. Faze que cresça entre nós o espírito fraterno, tenhamos um só coração e uma só alma e sejamos uma comunidade evangelizadora.
Amém.

(Fonte: Bíblia Sagrada AVE-MARIA)

Depressão e Medo


A depressão está geralmente envolvida a algumas perdas que tivemos, como perda de um parente, fim de um relacionamento, baixa auto-estima, desemprego ou medo de perder o emprego, desapontamento, frustrações graves e doloridas, problemas emocionais (sendo os mais comuns).

Eliminando hábitos errados no modo de pensar:
Foi exatamente isso que aconteceu com o apóstolo Paulo quando escreveu a carta aos Filipenses. Estava preso dentro de um calabouço romano, escuro e úmido. Com certeza era uma forte razão para um grande desapontamento e tristeza. O ativo e incansável batalhador do Evangelho estava agora confinado entre paredes geladas de pedra. Dali escreve uma carta de ânimo aos filhos na fé. Filipenses começa e termina invocando a graça divina sobre todos eles. Paulo não deixou seus pensamentos afundarem na escuridão das circunstâncias. Não permitiu que a ansiedade, o ressentimento e a raiva o dominassem.
Paulo colocou sua situação depressiva nas mãos de Deus. Ele apontou seu problema na direção do Céu e quando fez isso, começou a ver a luz iluminando a masmorra fria e insalubre. Ele viu que a graça de Deus podia fazer coisas positivas por ele. Que era capaz de reverter os seus problemas, mágoas e tristezas. E ainda conseguiu escrever estas palavras, que estão registradas em sua carta aos Filipenses:

As coisas que me aconteceram contribuíram para o progresso do Evangelho. Filipenses 1:12.
Dou graças ao meu Deus quando me lembro de vós. Filipenses 1:3
Regozijai-vos sempre no Senhor. Outra vez digo, regozijai-vos. Fil. 4:4
Posso todas as coisas naquele que me fortalece. Filip 4:13
Esquecendo-me das coisas que para trás ficam, prossigo para o alvo. Filipenses 3:13 e 14

Na cela solitária poderia relembrar o passado e abominar o presente, mas resolveu acreditar no futuro. Decidiu ser alegre e agradecer. Reverteu todo o quadro da depressão e mergulhou nas promessas divinas a ponto sentir-se feliz mesmo ali onde estava. Conseguiu desfocar o problema pungente, para enaltecer as vitórias do Evangelho:
“Com isto me regozijo, disse ele, sim, sempre me regozijarei.” Filipenses 1:18

Depressão:
Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu. Sinto abatida dentro de mim a minha alma; lembro-me, portanto, de ti, nas terras do Jordão, e no monte Hermom, e no outeiro de Mizar. Salmo 42.5-6

Medo:
Em paz me deito e logo pego no sono, porque, SENHOR, só tu me fazes repousar seguro. Salmo 4.8

A mim me veio, pois, a palavra do SENHOR, dizendo: Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações. Então, lhe disse eu: ah! SENHOR Deus! Eis que não sei falar, porque não passo de uma criança. Mas o SENHOR me disse: Não digas: Não passo de uma criança; porque a todos a quem eu te enviar irás; e tudo quanto eu te mandar falarás. Não temas diante deles, porque eu sou contigo para te livrar, diz o SENHOR. Depois, estendeu o SENHOR a mão, tocou-me na boca e o SENHOR me disse: Eis que ponho na tua boca as minhas palavras. Jeremias 1.4-9

Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas! Romanos 10.8-15

Fonte:
www.abbapai.wordpress.com

Cristo no irmão


Objetivo: Ver no próximo a pessoa de Jesus Cristo.

Desenvolvimento:
· Com no máximo 10 (dez) pessoas, forma-se uma fila, lado, a lado.
· Depois, com um crucifixo de tamanho médio (1mt + ou - de altura), dizer o seguinte para que cada um faça:
Dar um beijo na imagem de Jesus Cristo,
na parte em que mais te toca no coração!
· Feito isso, mandar o primeiro da fila dar um beijo, no mesmo local que deu na imagem, na pessoa do seu lado direito, seguindo adiante com o segundo beijando o terceiro, e assim por diante, ate completar todos.

Encerramento:
Para finalizar, passar uma mensagem envolvendo as palavras humildade, amor ao próximo; ou pedir para que alguém, que participou da dinâmica, transmitir o que aprendeu.

(imagem: reflejos.net)

sábado, 7 de março de 2009

Deus do Impossível


Composição: Alda Célia G. Caixêta Cavagnaro
O meu Deus é o Deus do impossível.
Jeová, Jireh.
O grande El Shadday,
Que abriu o mar vermelho e ao seu povo fez passar.
Que da rocha água limpa fez brotar.
O meu Deus é o Deus do impossível.
Que liberta encarcerados das prisões,
faz da estéril mãe de filhos,
restaura a alma dos feridos
e dilata o amor nos corações.
Que dá vista aos cegos e aos surdos faz ouvir.
Faz a tempestade se acalmar.
Andou por sobre o mar e aos mudos fez falar,
Paralíticos e coxos fez andar
O meu Deus é o Deus do impossível.
É o mesmo hoje.
E sempre há de ser.
O meu Deus é o Deus do impossível.
E fará o impossível pra você.
E fará o impossível por você.

A Cruz e a Piscina


Um excelente nadador tinha o costume de correr até a água e de molhar somente o dedão do pé antes de qualquer mergulho. Alguém intrigado com aquele comportamento, lhe perguntou qual a razão daquele hábito. O nadador sorriu e respondeu:

"Há alguns anos eu era um professor de natação. Eu os ensinava a nadar e a saltar do trampolim. Certa noite, eu não conseguia dormir,e fui até a piscina para nadar um pouco. Não acendi a luz, pois a lua brilhava através do teto de vidro do clube. Quando eu estava no trampolim, vi minha sombra na parede da frente. Com os braços abertos, minha imagem formava uma magnifica cruz. Em vez de saltar, fiquei ali parado, contemplando minha imagem. Nesse momento pensei na cruz de Jesus Cristo e em seu significado. Eu não era um cristão, mas quando criança aprendi que Jesus tinha morrido na cruz para nos salvar pelo seu precioso sangue. Naquele momento as palavras daquele ensinamento me vieram a mente e me fizeram recordar do que eu havia aprendido sobre a morte de Jesus.Não sei quanto tempo fiquei ali parado com os braços estendidos. Finalmente desci do trampolim e fui até a escada para mergulhar na água. Desci a escada e meus pés tocaram o piso duro e liso do fundo da piscina. Haviam esvaziado a piscina e eu não tinha percebido. Tremi todo, e senti um calafrio na espinha. Se eu tivesse saltado seria meu último salto. Naquela noite a imagem da cruz na parede salvou a minha vida. Fiquei tão agradecido a Deus, que ajoelhei na beira da piscina, confessei os meus pecados e me entreguei a Ele, consciente de que foi exatamente em uma cruz que Jesus morreu para me salvar. Naquela noite fui salvo duas vezes e, para nunca mais me esquecer, sempre que vou até a piscina molho o dedão do pé antes de saltar na água... "

Deus tem um plano na vida de cada um de nós e não adianta querermos apressar ou retardar as coisas pois tudo acontecerá no seu devido tempo e esse tempo é o tempo Dele e não o nosso...

Imagine


Imagine... que um Anjo de Deus está a seu lado neste momento...

Silêncio... Mantenha-se tranquilo e pense em todos os problemas que gostaria de solucionar. Tudo que o angustia, que o faz chorar, o oprime, lhe preocupa, o deixa triste.

Deixe de ter medo do futuro, de equivocar-se, de escolher um caminho errado...

Pense agora em tudo isso...

Abra o seu coração e imagine-se entregando tudo isso a Deus. Coloca suas mãos em posição de entrega. Imagine entregando-o agora, como quem entrega um saco bem pesado a outra pessoa para que o leve.

Agora, imagine tudo de bom que você quer que aconteça, ou que já tenha acontecido na sua vida. Momentos de felicidade, de amizade, de carinho, de paz, de amor.

Imagine colocando tudo isso em suas mãos, e faça um gesto de estar guardando em seu coração, como se guardasse uma jóia numa caixa.

Guarde esse tesouro bem dentro de você, e dê “Graças”, com muita fé, de coração.

Agradeça... por tudo de bom que virá e por tudo de mal que irá embora.

Conte até três e respire bem fundo.

Agora... imagine que o Anjo voou e está levando as suas orações até Deus.

Que DEUS o abençoe...

Hoje e Sempre!

Postagens mais visitadas