.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

sábado, 27 de junho de 2015

Santificação


"Segunda vez, a voz lhe falou: Ao que Deus purificou não consideres comum." (Atos 10:15)

Um dos erros mais danosos que um ser humano pode cometer é considerar comum algo que Deus não considera comum. Nós somos pessoas comuns, temos problemas, temos dificuldades e limitações, mas nossa vida e nossos sonhos não são comuns. Aqueles de nós que intentam viver de modo sábio e apropriado no Reino de Deus têm objetivos absolutamente incomuns para suas vidas. O que Deus purificar, santificar, consagrar, separar - é santo, não é comum.
Nessa linha de raciocínio eu me sinto ainda mais devedor a Deus, porque o imundo era eu com tudo que tinha. Ele me purificou com um objetivo, mesmo que eu não o compreenda claramente. Mas posso facilmente ver que meus talentos "naturais" são dados pelo Senhor e se purificados podem ser úteis. Tudo aquilo que vivi e experimentei, especialmente as dores e feridas, podem ser transformadas em motivo de benção e alegria, se purificados pelo Pai. Ele me deu, Ele purificou, devo tudo a Ele.
Mas, talvez o menos atentado dos detalhes é que esta palavra foi dada a Pedro com um propósito pessoal, que aparece no versículo 28. Não foi para falar de comida, de animais imundos, de purificação por si mesma, embora tudo isso seja notório mas foi mais no sentido figurado. Era um homem que Pedro consideraria impuro, com razão segundo sua lei, mas que o Senhor queria usar como santo. Os propósitos de Deus podem até ser estranhos, mas são sempre muito bem definidos em seus objetivos.
Fico pensando que talvez eu e você tenhamos desprezado algum Cornélio ao longo de nossas vidas. Ou pior, talvez nós tenhamos sido um Cornélio. Quem de nós nunca foi desprezado, menosprezado, descartado, maltratado - ao menos uma vez na vida? Será que Deus não nos advertiu ou nós é que não entendemos? Sei lá. Mas pelo menos agora quero ficar mais alerta.
"Pai, obrigado por não esquecer nem desprezar alguém como eu, que se não fosse pela tua graça não mereceria nem o arroz que come. Obrigado por Tua misericórdia e purificação."
Mário Fernandez, do site:http://www.ichtus.com.br
[imagem Google]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas