.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

sábado, 10 de outubro de 2015

Eu nunca ouvia a mensagem


"Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida." (João 5:24)

Conta-se a história de um arquiteto que frequentava regularmente uma igreja. Depois de alguns anos ele se dirigiu ao pastor e contou que sentiu no coração a ação do Espírito de Deus e que, agora salvo em Cristo, desejava se tornar membro da igreja. O pastor expressou sua alegria mas não podia deixar de lhe fazer uma pergunta que o inquietava.
"Como você pode dizer que só agora, depois de anos na igreja, sentiu a salvação do Senhor?"
"Eu nunca ouvia a mensagem", respondeu o arquiteto. "Eu vinha para a igreja, mas começava a pensar nos edifícios que poderia construir. Todos estes anos, assim que você começava o sermão, um novo edifício de apartamentos começava a ser projetado em minha mente. Eu nunca ouvia a mensagem".

Muitas têm sido as nossas inquietudes. Enfrentamos crises, experimentamos aflições, armazenamos incertezas, hospedamos o desânimo, perdemos facilmente as esperanças. E qual o motivo para tudo isso? Certamente porque não ouvimos a mensagem.
Se o dia está ensolarado, reclamamos do calor. Se a chuva não para de cair, murmuramos por causa do tempo ruim. Se os nossos planos não dão certo, dizemo-nos azarados. Se os sonhos acalentados por anos não se materializam, choramos e nos sentimos as mais infelizes das criaturas. Na realidade, o grande problema é que não ouvimos a mensagem.
Quando deixamos de lado as coisas passageiras deste mundo e abdicamos de nossos interesses por um instante e prestamos atenção na mensagem que a Palavra de Deus quer nos transmitir, constatamos que Deus tem todas as respostas que buscamos, todas as promessas que almejamos, todas as bênçãos que nos farão as pessoas mais felizes deste mundo.
Se você ouvir a mensagem de Deus e guardá-la no coração, sua vida será abundante e a sua felicidade será eterna.


Paulo Roberto Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas