.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Calma


Compreendamos que a calma deve se tornar companhia e conselheira dos nossos dias terrenos, ensinando-nos a fazer tudo com moderação, procurando vincular a mente ao psiquismo celeste, a fim de que não convertamos em tormento e destruição o que deveria ser fonte de vida e de alegria: o tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas