.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Para encontrar a graça de Deus, temos de encontrar Maria




Tudo se resume, pois, em encontrarmos uma maneira fácil de obter de Deus a graça necessária para nos tornarmos santos e é isso que eu quero vos ensinar. E eu digo que para encontrar a graça de Deus, temos de encontrar Maria.

Pelos motivos seguintes:

Somente Maria encontrou graça diante de Deus, e para si mesma, e para cada pessoa, em particular. Os patriarcas, os profetas e todos os santos da Antiga Lei não puderam encontrar esta graça.

Foi ela a dar o ser e a existência ao Autor de toda graça, e, por causa disto, Maria é chamada a Mãe da graça, Mater gratiae.

Deus Pai, de quem todo o dom perfeito e toda a graça descem como de sua fonte essencial, dando-lhe o Seu Filho, cumulou-a de todas as suas graças; de sorte que, como diz São Bernardo, a vontade de Deus lhe é dada nele e com ele.

Deus a escolheu como tesoureira, ecônomo e dispensadora de todas as graças, de modo que todas as suas graças e todos os seus dons passassem por suas mãos e, de acordo com o poder que ela recebeu de Deus, conforme São Bernardino, ela dá a quem ela quer, da forma que ela quer e tanto quanto ela deseje dar as graças do Pai Eterno, as virtudes de Jesus Cristo e os dons do Espírito Santo.

Como Maria formou o Chefe dos eleitos, que é Jesus Cristo, ela deve, igualmente, formar os membros deste Chefe (a cabeça), que são os verdadeiros cristãos: porque uma mãe não forma a cabeça sem os membros ou os membros sem a cabeça. Todo aquele que deseja ser membro de Jesus Cristo, cheio de graça e de verdade, deve ser formado por Maria, por meio da graça de Jesus Cristo, que reside nela em plenitude, para ser comunicado em plenitude aos verdadeiros membros de Jesus Cristo e aos Seus verdadeiros filhos. 

São Luís Maria Grignon de Montfort,

O Segredo de Maria, § 6-12

Fonte: www.nossasenhoradobrasil.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas