.

.
Imagem da reflejosdeluz.net

sábado, 9 de junho de 2018

A montanha



Um certo Senhor, acompanhado por sua filhinha, ia subir uma montanha muito alta.
Sugeriu que a menina fosse à frente e ele atrás. Ela começou a subida com muito entusiasmo, pois queria mostrar ao pai como era forte e capaz. O caminho, porém, tornava-se cada vez mais íngreme e difícil e a menina, por isso, caía de vez em quando. Mas, por ser corajosa, levantava-se e punha-se novamente a subir. Os espinhos lhe rasgavam a roupa e lhe feriam a pele, mas mesmo assim, continuava a subir. Finalmente não pôde mais subir e levou um tombo cruel.
Então, chorando, virou-se para o pai. Ele a tomou nos braços e a levou assim até o cume. Nunca ele esperava que ela subisse sozinha, saberia que a pequena filhinha não aguentaria. Então o pai disse a sua filha: Querida... Deus não quer que subamos a montanha da vida sozinhos também.

Toda a nossa experiência nos ensina que temos Ele que é Deus ao nosso lado, que espera o momento em que nós, conscientes de nossa fraqueza, nos voltemos para Ele, em busca da proteção e auxílio que Ele nos quer dar. Então que montanhas estamos subindo? Será que os tombos levados estão sendo degrauzinhos, para nosso crescimento?

[Desconheço a autoria]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas