sábado, 28 de fevereiro de 2009

Símbolos da Quaresma



São vários os símbolos e atitudes que acompanham esse tempo. Os mais importantes são:

- A cor roxa, as cinzas e a cruz
Lembram o caráter de penitência e conversão. A gravidade e o "luto" da Quaresma se manifestam também no visual do espaço celebrativo, sóbrio, despojado. Por isso, nesse tempo, se evita enfeitar o altar com flores.

- Ausência de palmas e cantos de aleluia
Neste período também se recomenda às equipes de liturgia e canto que preparem a celebração sem cantos que tragam a palavra "aleluia" ou que levem os paroquianos a baterem palmas, em sinal de um tempo de abstinência.

- Ausência do rito de louvor
Também na liturgia das missas é retiro o canto de louvor, que vem logo após o rito penitencial, pelo mesmo motivo pelo qual não se batem palmas ou cantam-se louvores.

- O jejum
O jejum e a abstinência de carne expressam a íntima relação existente entre os gestos externos de penitência, mudança de vida e conversão interior. Orienta-nos a dar mais atenção à Palavra de Deus e ganha característica de compromisso com a população empobrecida que se encontra em permanente jejum.

- A Campanha da Fraternidade
Assumindo cada ano uma situação da realidade social, nos ajuda a viver concretamente a experiência da Páscoa de Jesus nas páscoas do povo; nos levando assim, a caracterizar nosso esforço comunitário de conversão por meio de um serviço bem concreto de gestos de solidariedade.

Fonte:
Arquidiocese de Belo Horizonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário